A Cátedra Meliá apresenta seu primeiro estudo sobre "Alavancas de Competitividade" do Setor Turístico O estudo analisa os valores intangíveis que compõem a experiência do turista e seu impacto sobre a marca turística da Espanha

Sob o lema "Comprometidos com nosso turismo" e a partir de mais de 3.000 entrevistas em 7 países, a rede hoteleira espanhola é a primeira a identificar os fatores mais valorizados pelos mercados emissores na hora de viajar para a Espanha, as oportunidades de melhorias e a visão do turista em relação ao serviço turístico da Espanha comparado aos destinos concorrentes.

SÃO PAULO, 28 de março de 2014 /PRNewswire/ -- O vice-presidente e CEO da Meliá Hotels International, Gabriel Escarrer, apresentou o primeiro estudo da Cátedra Meliá Hotels International de Estudos Turísticos, denominado "Alavancas de Competividade do Setor Turístico", com o qual a companhia hoteleira quer contribuir para o turismo. Acompanhado por personalidades como o Alto Comissariado de Marca da Espanha, Carlos Espinosa de los Monteros; a Diretora Geral da Turespaña, Marta Blanco; e o Vice-presidente Executivo da Exceltur, José Luis Zoreda; Escarrer apontou os fatores que compõem a experiência dos nossos turistas sobre o prisma: atendimento e serviço prestados ao cliente.

"O principal valor corporativo da Meliá é a vocação de nossos serviços - explicou o executivo - e por isso, estamos conscientes da importância de um serviço de excelência para satisfazer e, mais importante ainda, fidelizar os nossos clientes". A partir desta convicção, o estudo conclui que os atributos intangíveis que definem o caráter e estilo de vida espanhol, bem como o atendimento e serviço que oferecemos ao cliente representam 30% da experiência global do turista que viaja para a Espanha e analisa os aspectos que geram menos satisfação e os atributos mais valorizados pelos principais mercados emissores de viajantes para o país, e sua posição a frente dos destinos concorrentes.

O estudo foi realizado com base nos turistas europeus que visitaram a Espanha em uma ou mais ocasiões, a partir de mais de 3.000 entrevistas representando 7 nacionalidades, com uma precisão estatística superior a 98%. Com o alto valor da Espanha como destino turístico, alguns dos resultados demonstram certa mudança nas percepções dos viajantes internacionais sobre o país. Alguns dos aspectos constatados no estudo foram:

  • "Apesar da alta valorização dos fatores "tangíveis" como clima, praias, natureza, patrimônio cultural e gastronomia, em matéria de" atendimento e serviço ao cliente", ainda que com um alto e notável índice de satisfação, o país não cumpre com as expectativas criadas.
  • Destacam-se os atributos mais mencionados espontaneamente sobre a Espanha, como: destino, proximidade do mar, beleza das praias, gastronomia e cultura, bem como hospitalidade, amabilidade e simpatia.
  • As marcas-destino mais mencionadas são, nesta ordem e com notável diferença entre elas: Barcelona (top 5), Madrid (Top 20) e Mallorca (Top 40). Já os destinos: Canárias, Ibiza, Benidorm, Granada, Sevilha e Tenerife, Compostela, Marbella, Málaga, Menorca e Valência são os seguintes mencionados, em um ranking em que a Catalunha fica muito atrás de Barcelona.
  • Os clássicos estereótipos (touros, flamenco e sangria) não formam parte dos atributos mais mencionados espontaneamente.
  • No serviço, os valores que recebem pior índice de satisfação são os relacionados à profissionalização de nossos recursos humanos: Idiomas, qualificação profissional, conhecimento do destino e conhecimento em geral, eficácia, capacidade de resolução, etc.
  • O estudo registra uma grande diferença entre o nível de exigência e a satisfação pelo serviço prestado, que se acentua à medida que cresce a exigência do viajante, e o que requer uma reflexão ante a necessidade da Espanha de "competir por qualidade", incrementando a excelência da oferta.
  • Ainda que a Espanha mantenha uma cômoda vantagem frente a outros destinos concorrentes do Mediterrâneo nas preferências dos emissores europeus, País seguirá potencializando suas forças e melhorando suas carências detectadas.
  • Os britânicos e alemães valorizam, sobretudo, o Sol, a gastronomia, a hospitalidade e a amabilidade espanhola. Os italianos apreciam a diversão, alegria e calor humano. Os russos, por seu lado, escolhem a Espanha por praticamente tudo, o que permite prever que este mercado emissor continuará seu crescimento nos próximos anos.

No parágrafo de conclusões e desafios para a marca turística da Espanha, o vice-presidente da Meliá destacou a vontade desta linha de estudos em contribuir, por meio do conhecimento, à competitividade geral do setor que constitui a "locomotiva do crescimento" da Espanha e "proceder à ação" dos atores públicos e privados mais influentes. "Nosso modelo turístico, indicou "deve evoluir em direção a uma maior excelência" e, para isto, não podemos ter profissionais pouco excelentes". Além disto, acrescentou: "A Espanha não pode ser um destino commodity à custa das conjunturas do norte da África, e sim, uma marca turística de primeiro nível internacional e de excelência por si só".

Por sua parte, o Alto Comissário da Marca Espanha, Carlos Espinosa de los Monteros, elogiou o valor do Estudo apresentado. "Somos os melhores em valores que dizem respeito ao calor humano - como hospitalidade e proximidade - e devemos lutar para sermos também os melhores profissionais", acrescentou Espinosa. A Diretora Geral da Turespaña, Marta Blanco, destacou a oportunidade do bom momento do turismo em 2013 para que a Espanha se prepare para "um futuro com muito mais concorrentes e com a exigência de se diferenciar pela qualidade e excelência". José Luís Zoreda, vice-presidente executivo da Exceltur, acrescentou que "é fundamental melhorar a informação turística e o conhecimento dos clientes, cada vez mais exigentes. O estudo da Meliá contribui com tudo isso e coloca em foco a necessidade de maior cooperação público-privada para uma diferenciação por meio da excelência".

Sobre a Meliá Hotels International

A Meliá Hotels International foi fundada em 1956 em Palma de Mallorca (Espanha), e é uma das maiores companhias hoteleiras do mundo, além de líder absoluta do mercado espanhol. Atualmente, opera mais de 365 hotéis e 95.000 apartamentos em 40 países de 4 continentes, comercializados sob as marcas: Gran Meliá Hotels & Resorts, Meliá Hotels & Resorts, ME by MeliáInnside by MeliáTryp by Wyndham, Sol Hotels e Paradisus Resorts. Seu portfólio de produtos e serviços é complementado pelo Club Meliá, único clube de férias operado por uma companhia espanhola.

Sobre a Meliá Hotels International no Brasil

A Meliá Hotels International está no Brasil desde 1992 e mantém escritório corporativo em São Paulo. Atualmente, administra 15 empreendimentos localizados nas cidades de São Paulo, Angra dos Reis, Brasília e Campinas sob as marcas Meliá Hotels & Resorts e TRYP by Wyndham. A Meliá Hotels International Brasil vem atuando principalmente no segmento de hotéis "business" e também administra o Meliá Angra Marina & Convention, no segmento "resort".

Próximas Aberturas no Brasil: Meliá Barra (PE), Innside Barra (PE), Innside Santos (SP), TRYP Belo Horizonte (MG) e TRYP Itaboraí (RJ).

www.meliahotelsinternational.com

CONTATO: Denise Meyer
Diretora de Marketing / Marketing Director
Brasil
Meliá Hotels International
Tel.: (55-11) 3043-8484
E-mail: denise.meyer@melia.com.br

FONTE Meliá Hotels International

SOURCE Meliá Hotels International



RELATED LINKS
http://www.meliahotelsinternational.com

More by this Source

Best of Content We Love 2014 


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.