Campanha Advanced Energy for Life é lançada para construir a conscientização e apoiar o fim da "crise humana e ambiental número um do mundo" de pobreza energética global

ST. LOUIS, 26 de fevereiro de 2014 /PRNewswire/ -- Chamando a pobreza energética mundial de a crise humana e ambiental número um do mundo, a Peabody Energy (NYSE: BTU) lançou hoje uma campanha global abrangente no sentido de conscientizar e apoiar para a eliminação da pobreza energética, aumento do acesso à eletricidade de baixo custo e melhoria das emissões por meio de avançadas tecnologias limpas de carvão.

A campanha "Advanced Energy for Life" vai trabalhar para educar e mobilizar os líderes mundiais, organizações multinacionais, uma ampla gama de instituições e partes interessadas e o público em geral para:

  1. Acabar com a crise de escassez de energia global, que afeta a metade da população do mundo e leva a impactos devastadores sobre a saúde humana, padrões de vida e danos ao meio ambiente;
  2. Gerar políticas e apoiar ações que aumentem o acesso à energia de baixo custo confiável, especialmente as tecnologias de carvão avançadas atuais, que prolongam vidas, constroem economias e melhoram os ambientes naturais e de interiores; e
  3. Empregar as tecnologias avançadas atuais para reduzir as emissões principais das usinas de energia. Em longo prazo, buscar um maior desenvolvimento de tecnologias de última geração e do quadro regulamentar para captura, usar e armazenar as emissões de dióxido de carbono.

"Há mais de uma década, as Metas do Milênio das Nações Unidas apelaram para uma rápida redução pela metade da pobreza extrema global em 2015. E, meio século atrás, o presidente dos EUA Johnson declarou guerra à pobreza", disse o presidente diretor-executivo da Peabody Energy Gregory H. Boyce. "No entanto, hoje, 3,5 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso adequado à energia e mais de 4 milhões de pessoas morrem desnecessariamente a cada ano com os efeitos da pobreza energética. Temos as tecnologias e os recursos globais para acabar com esta crise. Todos nós devemos trabalhar juntos em direção a soluções realistas.

A necessidade de energia moderna é enorme. Metade da população mundial de 7 bilhões de pessoas não têm acesso adequado à energia, inclusive 1,2 bilhão de crianças, com base em dados da Agência Internacional de Energia e do Banco Mundial. A poluição do ar doméstica de fogo no interior das casas é estimada como a quarta principal causa de morte no mundo e resulta em impressionantes 100 milhões de anos de vida perdida prematuramente, de acordo com a Disability Adjusted Life Years (DALY), uma métrica estabelecida pela Organização Mundial da Saúde. Cada DALY representa um ano de vida saudável perdido por doença.

"Essas estatísticas preocupantes demonstram que a pobreza energética é a crise humana e ambiental real que o mundo enfrenta atualmente", disse Boyce. "A maior crise que enfrentamos não é uma crise ambiental prevista por modelos de computador, mas uma crise humana totalmente ao nosso alcance para resolver. Durante muito tempo, temos focado nas prioridades erradas."

Impulsionando também as necessidade de energia a preços acessíveis estão as tendências demográficas de longo prazo. A população mundial está crescendo em mais de 200.000 pessoas a cada dia. E as áreas urbanas deverão crescer em mais de 70 milhões por ano até 2020, de acordo com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas.

Em qualquer plano de ação para acabar com a pobreza energética global e aumentar o acesso à energia elétrica de baixo custo, todas as formas de energia são necessárias. O carvão é a fonte de energia mais abundante do mundo e o combustível de mais rápido crescimento. E o carvão deverá superar o petróleo como a principal fonte de energia nos próximos anos, de acordo com a Agência Internacional de Energia e outros analistas. Assim, o carvão tem um papel especial na guerra para acabar com a pobreza energética global e aumentar o acesso à eletricidade de baixo custo ao usar as tecnologias avançadas atuais para melhorar as emissões. O carvão é a chave para a saúde e o bem-estar humanos, juntamente com um meio ambiente limpo.

"O carvão é uma solução ambiental fundamental quando se transforma em eletricidade e gás natural sintético em larga escala", disse Boyce. "A eletricidade movida a carvão e gás natural sintético pode eliminar o desmatamento generalizado a partir da coleta de biomassa, bem como os efeitos devastadores da pobreza energética." E o carvão é o único combustível do futuro com base em sua densidade, disponibilidade e custo benefício.

"A intenção de algumas pessoas de reduzir o uso de carvão e tornar a energia mais escassa e cara é insustentável, afetando as pessoas e prejudicando o meio ambiente", afirmou Boyce. "Precisamos reconhecer os enormes benefícios para a saúde e meio ambiente em acabar com a pobreza energética, eliminando a poluição do ar doméstico e aumentando o acesso à eletricidade de baixo custo. Todo mundo merece viver assim como aqueles nas nações desenvolvidas. Vamos usar mais energia, de forma mais limpa, todos os dias."

Os pontos fortes do carvão na satisfação dessas necessidades são demonstrados em todo o mundo:

  • Nos Estados Unidos, o carvão é usado para gerar cerca de 40 por cento da eletricidade. Os estados que não usam carvão pagam tarifas de energia elétrica que são mais de 50 por cento acima dos estados que usam carvão substancial para a geração de eletricidade. Os altos custos da energia criam um imposto regressivo para os norte-americanos, com famílias de baixa renda gastando uma parcela muito maior de sua renda familiar nas contas de energia. O perfil ambiental do carvão continua melhorando: o carvão utilizado para geração de eletricidade aumentou mais de 170 por cento desde 1970, enquanto as emissões principais das usinas foram reduzidas em cerca de 90 por cento por unidade de eletricidade.

Avançando, a Peabody acredita que a estrutura política dos EUA deve reconhecer o papel do carvão em eletricidade de baixo custo, proteger as usinas de carvão existentes contra os excessos regulatórios que levaria a aposentadorias prematuras e ao aumento rápido das tarifas de eletricidade, e incentivar o desenvolvimento de novas usinas eficientes de carvão utilizando as tecnologias avançadas atuais, investindo na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de próxima geração.

  • A Austrália é líder mundial em exportações de carvão. O carvão é o segundo maior produto de exportação do país e essencial para o emprego e o poder econômico, contribuindo com quase US$ 43 milhões a cada ano para a economia, com base em pesquisa do Royal Melbourne Institute of Technology. O carvão também é o combustível de menor custo para a geração de eletricidade.

Numa altura em que as metas e impostos ambientais desafiadores têm causado sofrimento às famílias e empresas australianas, é essencial que o novo governo seja apoiado no seu apelo para acabar com o falho regime fiscal de carbono, voltar às metas de energias renováveis​​, reduzir os custos da energia elétrica, restaurar empregos e fortalecer a vantagem competitiva do país na região da Australásia.

  • Na China, a demanda de carvão está aumentando, uma vez que cada vez mais ele é usado para a geração de eletricidade e é transformado em gás natural, transporte de combustíveis e produtos químicos para impulsionar a economia de mais rápido crescimento do mundo. A China vai reduzir o uso direto de carvão em residências e empresas, enquanto usa muito mais carvão em centrais elétricas e aplicações de conversão. A nação também está substituindo as usinas de carvão mais antigas por unidades avançadas de carvão, bem como utilizando gás sintético a partir do carvão em uma variedade de aplicações. Esta abordagem, juntamente com a instalação de grandes controles de emissões em usinas de energia e a substituição de usinas mais velhas por tecnologias avançadas, é similar à abordagem que os Estados Unidos têm tido ao longo da última metade do século.

"O mundo continua a se voltar ao carvão para resolver os seus maiores desafios energéticos e econômicos, mas precisamos de muito mais ações para expandir o acesso à eletricidade de baixo custo e ajudar as famílias, fortalecer as economias e retirar bilhões de pessoas da pobreza energética", disse Boyce. "Também precisamos de uma nova abordagem para a política ambiental racional. Cremos que o caminho certo seja através do aumento da utilização das tecnologias avançadas atuais como a geração de carvão supercrítico que levam a reduções de emissões contínuas. Em longo prazo, a pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de próxima geração podem levar ao objetivo final de emissões quase nulas do carvão."

As tecnologias avançadas de carvão estão em uso atualmente, incluindo a geração de carvão supercrítico de alta eficiência, aplicações avançadas de controle de emissões e métodos de conversão de carvão através de gaseificação. Um passo fundamental para melhorar as emissões em todo o mundo seria a implantação bem maior destas tecnologias existentes.

As tecnologias de próxima geração, como aplicações de captura, uso e armazenamento de carbono precisam de muito mais investimentos em pesquisa e desenvolvimento, inclusive maiores parcerias público-privadas em pesquisa e desenvolvimento, bem como novas e melhores regulações para permitir o armazenamento de carbono.

Os elementos centrais da campanha "Advanced Energy for Life" é um programa de educação de base digital destacando os benefícios generalizados do acesso à energia barata e o papel vital que a energia elétrica movida a carvão pode desempenhar na resolução dos problemas energéticos do mundo. Um instituto de pesquisa que irá desenvolver e distribuir estudos e capital intelectual orientado à política, e atingir de forma direta os governos, instituições e outras partes interessadas em relação a ações que aumentem o acesso à energia e expandam o desenvolvimento e a utilização de tecnologias avançadas.

Advanced Energy for Life é uma campanha de conscientização e apoio para acabar com a pobreza energética global, aumentar o acesso à eletricidade de baixo custo e melhorar as emissões utilizando as avançadas tecnologias limpas de carvão atuais. Por favor, junte-se à campanha. Visite-nos em AdvancedEnergyForLife.com e Advanced Energy for Life no Facebook, YouTube, Tumblr, Google+ e Vine. Utilize o nosso Twitter @AdvancedEnergy.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
Beth Sutton, vice-presidente
Global Advocacy Communications
+1.928.699.8243

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20140226/CG70548LOGO)

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20120724/CG44353LOGO)

FONTE  Peabody Energy

FONTE Peabody Energy

SOURCE Peabody Energy



RELATED LINKS
http://www.peabodyenergy.com

More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.