Detentores de Títulos Perpétuos da Rede estão satisfeitos com o interesse adicional dos investidores

Jun 04, 2013, 15:28 ET from Bingham McCutchen LLP

NOVA YORK, 4 de junho de 2013 /PRNewswire/ -- O Grupo Diretor dos Detentores de 11,125% dos Títulos Perpétuos emitidos pela Rede Energia S.A. é formado por grandes investidores institucionais que fazem investimentos significativos no Brasil. O Grupo Diretor foi encorajado pela recente notícia de que a Energisa e a Copel – investidores bem capitalizados e bem qualificados – fizeram agora uma proposta concreta para adquirir ativos da Rede. O Grupo Diretor está satisfeito com a abertura do processo de insolvência da Rede que esta nova proposta sinaliza, já que a proposta oferece, para a prudente consideração dos credores, uma alternativa viável e muito mais valorosa do que o plano proposto pela Rede.

Conforme foi reportado, o plano da Rede foi criado em volta de uma única equipe de investidores que recebeu o direito exclusivo de completar diligência como base para o seu investimento proposto. Conforme previsto pelo Grupo Diretor e como a nova proposta deixa claro, tal exclusividade destrói o valor dos grupos de interesse, enquanto que a abertura do processo à concorrência justa melhora o valor para todos os grupos de interesse. E os objetivos para qualquer processo de insolvência incluem a maximização do valor para todos os grupos de interesse.

O Grupo Diretor confia que as autoridades do Ministério de Minas e Energia e da ANEEL concordam que o anúncio da nova proposta da Energisa e da Copel é substancialmente positiva para os grupos de interesse da Rede, para a indústria de distribuição de energia e para o Brasil. O Grupo Diretor espera obter o apoio total do Governo, facilitando a justa consideração da nova proposta. Esta consideração justa deverá incluir a garantia de que a Rede forneça à Energisa e a Copel acesso total e imediato à todas as informações e funcionários que a Rede forneceu à equipe de investidores no plano existente proposto pela Rede, e garantir que os credores tenham oportunidade total e justa para avaliarem a proposta da  Energisa e da Copel.

Para consultas, entre em contato com o consultor jurídico do Grupo, Tim DeSieno, Bingham McCutchen LLP, +1 212 705 7426; tim.desieno@bingham.com.

Este comunicado não constitui uma oferta nem uma solicitação para participação em qualquer transação em qualquer jurisdição.

FONTE  Bingham McCutchen LLP

FONTE Bingham McCutchen LLP

SOURCE Bingham McCutchen LLP