Instituto da Economia Criativa adere ao PAC-PME e Portal anuncia blog do Adolfo Melito O Instituto passa a integrar a iniciativa, que visa melhorar competitividade, governança e acesso a capital de crescimento de PMEs, e seu presidente inicia blog sobre crowdfunding

SÃO PAULO, 20 de fevereiro de 2013 /PRNewswire/ -- O Instituto da Economia Criativa, entidade sem fins lucrativos que tem como missão o desenvolvimento do tema no Brasil, privilegiando as aplicações eminentemente voltadas a economia, empresas e negócios em geral, comunica sua adesão ao grupo de trabalho e apoio do PAC-PME (www.pacpme.com.br) - Programa de Aceleração do Crescimento para Pequenas e Médias Empresas. O presidente do Instituto, Adolfo Melito, inicia seu blog na sessão de consultores (www.pacpme.com.br/pacpme/web/conteudo_pti.asp?idioma=0&conta=45&tipo=43834), escrevendo sobre crowdfunding.

"Segundo pesquisas divulgadas pelo SEBRAE, a falta de recursos financeiros é o maior entrave ao crescimento das micro e pequena empresas brasileiras. Adicionalmente, os sistemas de apoio para a inovação foram sempre feitos pensando nas necessidades de ativos fixos e não do capital intelectual. Ao escolher o crowdfunding para o capital inicial de empresas como foco de atuação, estamos convencidos de que esse mecanismo, uma vez implantado com agilidade, segurança e dentro dos paradigmas da moderna economia, pode ser o elemento central para incentivar o empreendedorismo (de quem investe e de quem empreende), incentivar a contratação de talentos de qualidade, desenvolver a economia e gerar inovação. A iniciativa do PAC-PME vem em muito boa hora. Crowdfunding para o capital inicial de empresas se integra de maneira muito sólida nessa iniciativa", afirma Adolfo Melito, presidente do Instituto da Economia Criativa.

A criatividade e a inovação em qualquer segmento de negócio são a chave para sair do lugar comum. Essa é a máxima na vida profissional de Adolfo Melito, executivo com mais de 20 anos ocupando cargos de direção geral. A realização profissional de Melito se deve ainda a outra convicção mais recente: "tornar o concorrente irrelevante". Um conceito editado por W. Chan Kim e Renée Mauborgne, autores do bestseller americano Blue Ocean Strategy (2005), e que ele segue ao pé da letra. A terceira ponta de sustentação de uma carreira inspiradora é que Melito talhou para si o hábito de cultivar com carinho relacionamentos pessoais e de negócio. "Investir no conhecimento e nos relacionamentos é um caminho indispensável para o sucesso pessoal, profissional e nos negócios", assegura ele.

Com a adesão do Instituto da Economia Criativa, o PAC-PME passa a contar com 55 integrantes em seu grupo de trabalho e apoio, sendo: 14 intermediários financeiros, 14 consultores legais, 8 auditorias, e 19 entidades e associações. Adicionalmente, com o lançamento do blog do Adolfo Melito (crowdfunding), já são dez os blogueiros-consultores do Portal do PAC-PME, incluindo Fabíola Cavalcanti (mercado financeiro e de capitais), Marcelo Cherto (competitividade em rede), Maurício Costa (digital), Rodrigo Alves (relações com investidores), Rodolfo Zabisky (IPOs e comunicação), Antonio Cocurullo (gestão e governança), Caio Tulio Costa (novas mídias), Rodolfo Amstalden (análise fundamentalista de ações em bolsa), e Camila Farani (startups e empreendedorismo).

Mais informações sobre o Instituto da Economia Criativa

Adolfo Melito, Presidente
melito@economiacriativa.com
(11) 3040-3046

Mais informações sobre o PAC-PME
info@pacpme.com.br
(11) 3529-3777

Sobre o Instituto da Economia Criativa (www.economiacriativa.com): O Instituto da Economia Criativa tem como missão o desenvolvimento do tema no Brasil, sob todos os seus aspectos, porém privilegiando as aplicações eminentemente voltadas a economia, às empresas e aos negócios em geral.

Com o foco na diversidade de conhecimentos e no desenvolvimento contínuo dos conceitos relacionados à Economia Criativa, o Instituto possui um Conselho Consultivo, formado por profissionais e empresários de diferentes áreas do conhecimento e especialização, tais como antropologia, sociologia, filosofia, economia, engenharia, matemática, tecnologia, arquitetura, publicidade, entre outros. Esse Conselho examina planos, propostas e projetos e orienta sobre a agenda de reuniões ao longo do ano, bem como contribui para estabelecer a programação do Fórum Brasileiro da Economia Criativa.

Sobre o PAC-PME (www.pacpme.com.br): O Programa de Aceleração do Crescimento para Pequenas e Médias Empresas ("PAC-PME") é um Portal completo de soluções empresariais, a qual disponibiliza seis diferentes recursos de maneira simples e descomplicada: educacional, capital de crescimento, presença digital, competitividade, show room de PMEs, e investidores. Com esse Portal, pequenas e médias empresas passam a ter mais um canal de promoção de desenvolvimento e emancipação empreendedora. As PMEs encontram treinamento continuado, acesso a inovações, técnicas de marketing e presença digital, economia por meio de compras coletivas, ideias de novos produtos e serviços, e opções para obtenção de capital para crescimento, assim como exposição frente a potenciais investidores (e eventualmente registro de companhia aberta na CVM e listagem no Bovespa Mais). Estão à frente da iniciativa do PAC-PME instituições como o MBC - Movimento Brasil Competitivo (que reúne as principais lideranças empresariais do país), a BRAiN (que reúne as instituições Anbima e Febraban, dentre outras, e que visa catalisar a consolidação do Brasil como um polo internacional de investimentos e negócios), a FecomercioSP, a FIESP, o IBEF-SP, o Movimento Brasil Eficiente - MBE, a ANCORD e a ANEFAC.

Grupo de trabalho/apoio do PAC-PME (55 integrantes): Intermediários Financeiros (14): Banco Barclays, Banco Bradesco BBI, Banco BTG Pactual, Banco Credit Suisse, Banco do Brasil, Banco Fator, Banco Itaú BBA, Banco Modal, Banco Morgan Stanley, Banco Safra, Banco Santander, Banco Votorantim, Bank of America Merrill Lynch, e Citi. Consultores Legais (14): Azevedo Sette Advogados, Barbosa, Müssnich & Aragão, Demarest e Almeida, Lefosse Advogados, Machado Meyer, Marcos Martins Advogados, Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Quiroga, Mayer Brown, Motta, Fernandes Rocha, Pinheiro Neto Advogados, Souza, Cescon, Barrieu & Flesch, Stocche Forbes, TozziniFreire Advogados, e Wongtschowski & Zanotta. Auditores (8): BDO, Deloitte Touche Tohmatsu, Ernst & Young Terco, Grant Thornton, KPMG, Mazars, Parker Randall Brasil, e PricewaterhouseCoopers. Entidades e Associações (19): ACG Brasil, ANCORD, ANEFAC, @titude, BRAiN, Direct Edge, Empiricus Research, Endurance Capital Partners, FecomercioSP, FIESP, IBEF-SP, Instituto Atlântico, Instituto da Economia Criativa, Jardim Botânico Investimentos, LEAD, Movimento Brasil Competitivo - MBC, Movimento Brasil Eficiente - MBE, MZ Consult, e Planner.

FONTE PAC-PME

SOURCE PAC-PME



RELATED LINKS
http://www.pacpme.com.br

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.