Ministros da Saúde se Comprometem a Alcançar um Mundo Sem Lepra na Conferência Internacional sobre Lepra; A Nippon Foundation Promete $20 Milhões à Luta

TÓQUIO, 24 de julho de 2013 /PRNewswire/ -- A Conferência Internacional sobre Lepra, organizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Nippon Foundation de Tóquio teve início em Bangkok, na Tailândia, em 24 de julho, com a participação dos ministros da saúde e outros representantes de 17 nações relatando mais de 1.000 casos novos de hanseníase por ano. Preocupados com o fato de que novos casos continuam a ocorrer, os participantes emitiram em 24 de julho uma declaração de Bangkok pedindo mais esforços para superar os desafios remanescentes. Na declaração, está incluído o ambicioso objetivo de reduzir a ocorrência de novos casos da doença com deficiência visível, a menos de 1 caso por milhão de pessoas até 2020.

O presidente da Nippon Foundation, Yohei Sasakawa, que trabalha para a eliminação da hanseníase há mais de 40 anos, anunciou na sessão plenária de abertura que a sua fundação doaria $20 milhões nos próximos cinco anos para ajudar na luta contra a doença e instigou os governos preocupados a "reafirmar sua forte determinação para alcançar um mundo sem lepra".

A luta contra a hanseníase, um dos desafios mais difíceis na história da saúde pública, tem feito grandes progressos desde que a terapia medicamentosa múltipla (PQT) foi introduzida na década de 1980. Durante as últimas duas décadas, aproximadamente 16 milhões de pacientes foram curados. Atualmente, o Brasil é o único país que ainda precisa passar o marco definido pela OMS em 1991 para eliminação da hanseníase como um problema de saúde pública, ou reduzir a taxa de prevalência da hanseníase para menos de 1 caso por 10.000 pessoas a nível nacional.

No entanto, apesar dos progressos significativos, a hanseníase continua a ser uma preocupação em vários países onde bolsões endêmicos da doença permanecem e novas taxas de detecção dos casos permaneceram estáticas ou estão mostrando sinais de crescimento. Além disso, há a discriminação social persistente contra as pessoas afetadas pela hanseníase. Ao mencionar esses pontos, o Sr. Sasakawa, que também é Embaixador da Boa Vontade da OMS para a Eliminação da Lepra, expressou um sentimento de alarme e advertiu contra a complacência.

A conferência acontecerá durante três dias, durante os quais os participantes irão rever a situação atual da hanseníase, identificar os desafios que os países endêmicos enfrentam e expressarão determinação para enfrentar estes desafios.

Contato:

Natsuko Tominaga
Departamento de Relações Públicas
The Nippon Foundation
Telefone: +81-3-6229-5131
E-mail: pr@ps.nippon-foundation.or.jp

FONTE  The Nippon Foundation

FONTE The Nippon Foundation

SOURCE The Nippon Foundation



More by this Source

Best of Content We Love 2014 


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.