Public Interest Registry escolhe líderes mundiais para primeiro Conselho Consultivo Comunitário de ONGs

Aug 06, 2015, 08:00 ET from Public Interest Registry

RESTON, Virgínia, 6 de agosto de 2015 /PRNewswire/ -- A Public Interest Registry – operadora sem fins lucrativos dos domínios .org, .ngo e .ong – anunciou hoje a formação do primeiro Conselho Consultivo Comunitário de ONGs da Public Interest Registry, com a nomeação de sete membros fundadores. Os membros do Conselho Consultivo serão um recurso precioso para a Public Interest Registry, e fornecerão orientação e informações críticas sobre a comunidade de ONGs (organizações sem fins lucrativos) em âmbito mundial para que a operadora possa satisfazer melhor suas necessidades através da OnGood – um conjunto de serviços online exclusivos para ONGs, com o apoio dos novos domínios .ngo e .ong.

Cada membro fundador do Conselho Consultivo representa uma das seguintes regiões: Ásia; Oceania; África; Europa; América do Norte; América Latina e Caribe; Oriente Médio e Norte da África. Os membros são líderes mundiais experientes, com históricos variados no setor de tecnologia e na comunidade de ONGs, e representam vários setores, como educação, direitos humanos, setor de políticas e científico. Os membros do Conselho Consultivo ocuparão o cargo até dezembro de 2015.

"O Conselho Consultivo Comunitário de ONGs terá um papel fundamental para o sucesso da OnGood e no seu impacto positivo nas ONGs em todo o mundo", disse Brian Cute, CEO da Public Interest Registry. "Cada membro fundador contribuirá com um ponto de vista único e servirá como porta-voz para os problemas enfrentados pela comunidade de ONGs nas suas regiões. Com a constante evolução da internet, o Conselho Consultivo será importante para nos fornecer informações críticas e para expandir a OnGood de modo a atender melhor as ONGs e atrair agências doadoras."

Os membros fundadores do Conselho Consultivo Comunitário de ONGs são: 

  • Fiona Asonga (Quênia) – Asonga tem mais de 11 anos de experiência trabalhando no setor de tecnologia de comunicação e informação e é atualmente CEO da ONG Telecommunications Service Providers Association of Kenya, que administra o Kenya Internet Exchange Point e a Equipe de Resposta a Incidentes de Segurança com Computadores.
  • Meagan Carnahan Fallone (Índia) – Fallone gerencia a estratégia global e desenvolvimento na Barefoot College. Ela fornece apoio para o desenvolvimento de comunidades locais, tem um forte compromisso com o empoderamento das mulheres e ajuda a identificar soluções locais sustentáveis para responder aos desafios do mundo em desenvolvimento.
  • Victor Graça (Brasil) - Como diretor executivo da Fundação Abrinq – Save the Children, Graça é especialista em captação de recursos e tem formação em administração e comunicações. Ele possui cidadania brasileira e portuguesa e é consultor para ONGs nacionais e internacionais.
  • Joy Liddicoat (Nova Zelândia) – Advogada de direitos humanos e vice-presidente da Internet NZ, Liddicoat tem ampla experiência trabalhando com organizações da sociedade civil e ONGs na região Ásia-Pacífico e em todo o mundo.
  • Glenn McKnight (Canadá) – McKnight é especialista em gestão de organizações sem fins lucrativos. Além de presidir uma empresa de consultoria em TI, ele é ativo em várias organizações como a Foundation for Building Sustainable Communities, Internet Society of Canada e North American Regional At-Large Organisation (NARALO).
  • Anne-Marie Pecoraro (França) – Pecoraro é uma prestigiada advogada francesa, especializada em propriedade intelectual, direito do entretenimento e tecnologias. Trabalha também como árbitra no setor de audiovisual em âmbito mundial e colabora ativamente com ONGs na Europa e na América do Norte.  
  • Asif Saleh (Bangladesh) – Saleh é diretor sênior de estratégia, comunicações e empoderamento para a BRAC e BRAC International e possui ampla experiência no setor de tecnologia e políticas.

Resultado de anos de pesquisa e diálogos com ONGs de todo o mundo sobre seus desafios online, a OnGood foi criada para abordar seus pontos problemáticos. Ela ajuda as ONGs a verificar sua credibilidade com domínios validados, .ngo e .ong, e promove a captação de recursos através de perfis personalizados. O objetivo da OnGood é ser o primeiro banco de dados mundial para as ONGs, permitindo que as agências doadoras busquem, identifiquem e façam contribuições a organizações em todo o mundo.

Para obter mais informações sobre a Public Interest Registry e o Conselho Consultivo Comunitário de ONGs, acesse http://pir.org/about-us/get-to-know-us/advisory-council/.

Sobre a Public Interest Registry
A Public Interest Registry é uma organização sem fins lucrativos que opera o domínio de alto nível .org — o terceiro maior domínio de alto nível "genérico" do mundo, com mais de 10,5 milhões de nomes de domínios registrados em todo o mundo – e os recém-lançados domínios .ngo e .ong e o website comunitário OnGood. Como defensora da colaboração, segurança e proteção na internet, a Public Interest Registry tem como missão capacitar a comunidade global não comercial a usar a internet de forma mais eficaz e assumir uma posição de liderança entre os grupos interessados da internet no que se refere a políticas e outras questões relacionadas ao sistema de nomeação de domínios. A Public Interest Registry foi fundada pela Internet Society (internetsociety.org) em 2002 e tem sede em Reston, Virgínia, Estados Unidos.

Contato:
Lindsay Hyman/Jessica Dunten
+1-202-223-9260
pir@allisonpr.com

FONTE Public Interest Registry

SOURCE Public Interest Registry



RELATED LINKS

http://pir.org