Qualificação do ensino é debatida em FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO LIDE

Sep 03, 2014, 09:15 ET from FÓRUM NACIONAL LIDE

SÃO PAULO, 3 de setembro de 2014 /PRNewswire/ -- O FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO, promovido pelo LIDE, LIDE EDUCAÇÃO e Instituto Ayrton Senna, debateu "Educação e Competitividade", ontem, 02 de setembro, no Grand Hotel Hyatt, em São Paulo. O governador Geraldo Alckmin abriu o Fórum afirmando aos 324 líderes participantes que, "apesar dos desafios no setor da Educação, desde a creche ao ensino superior, há boas parcerias tanto no setor privado como no público", declarou. "São Paulo é o único ente federativo brasileiro que investe 30% em educação, somado ao 1% das Etecs. Nós investimos 31% em educação", finalizou Alckmin.

"A realização deste Fórum representa um grande passo para o Brasil", foi com essas palavras que o ministro da Educação, Henrique Paim,abriu sua apresentação. Segundo os dados do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), em 1980 o Brasil podia ser considerado um País de analfabetos, por conta do curto período de estudo da sua população - apenas 2,6 anos - hoje, temos 7,2 anos.

"A primeira unidade constituída pelo LIDE foi o LIDE Educação, o que reforça a importância que este tema tem para nós, empresários", afirmou o presidente do LIDE. Segundo Osmar Zogbi, presidente do LIDE Educação, a única forma de melhorar o País é criando uma sinergia entre governos, empresários, pais e alunos, o que vai gerar uma reviravolta positiva no setor.

Para Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, o trabalhador brasileiro produz 1/3 do coreano e 1/5 do americano. Em 2013, a produtividade brasileira cresceu apenas 0,8%, enquanto que a chinesa cresceu 7,1 %.  "Pela primeira vez o empresariado elege a Educação como o principal desafio da sociedade, o que sinaliza uma mudança de prioridades", afirmou Sergio Moreira, diretor-adjunto de Educação e Tecnologia do SESI e SENAI. Já na opinião de Wilson Risolia, secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro, o grande desafio será atrair os aproximadamente quatro milhões de jovens na faixa de 18 a 24 anos, que não estudam e nem trabalham, a famosa geração "nem-nem", afirmou o secretário.

O FÓRUM contou com a chancela de marcas importantes. O patrocínio foi do SESI SENAI e o apoio institucional do INSTITUTO AYRTON SENNA, LIDE EDUCAÇÃO e TV EDUCAÇÃO CULTURA. ABRIL EDUCAÇÃO, GRUPO IBEP, KROTON EDUCACIONAL, ENGLISHTOWN, BCG – THE BOSTON CONSULTING GROUP, MIND LAB e TILIBRA foram colaboradores do evento. CDN COMUNICAÇÃO CORPORATIVA, ECCAPLAN, MOBILI, GRAND HYATT, GRUPO COMPANHIA e TALENT foram os fornecedores oficiais. Como mídia partners estiveram as rádios ELDORADO FM e ESTADÃO AM/FM, as revistas LIDE e VIVER BRASIL, TV LIDE, TV CULTURA e PR NEWSWIRE.

Informações para a imprensa:
CDN - Comunicação Corporativa 
Rose Rocharose-rocha@cdn.com.br (3643.2952)

FONTE FÓRUM NACIONAL LIDE

SOURCE FÓRUM NACIONAL LIDE