2014

Standard & Poor eleva o CAF a uma categoria superior -- A agência melhorou a classificação da instituição financeira latino-americana colocando-a em AA- e com perspectiva estável.

-- Reconhecimento soma-se à melhoria feita este ano pela Moody que colocou o CAF em Aa3.

CARACAS, Venezuela, 20 de dezembro de 2012 /PRNewswire/ -- O CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina)  recebeu hoje um novo reconhecimento por sua solidez e estabilidade financeira: a agência norte-americana Standard & Poor's melhorou sua classificação de risco para dívida de longo prazo de A+ para AA- e a de curto prazo de A-1 para A-1+.

Enrique García, presidente executivo do CAF, destacou que este novo reconhecimento em meio de uma crise econômica mundial é um endosso da gestão financeira da instituição. "O compromisso dos países membros têm sido de grande importância para as conquistas como a que conseguimos hoje", disse García.

En realidade, os países acionistas da Instituição assinaram em menos de um ano os acordos de capital pago em dinheiro, para o aumento de dois bilhões de dólares aprovado pela Direção da Instituição em novembro de 2011. Entre 2007 e 2011, os aumentos de capital aprovados pagos pelos acionistas chegaram a seis bilhões e 300 milhões de dólares.

"Graças ao fortalecimento patrimonial, o CAF poderá realizar aprovações a favor do desenvolvimento regional por um valor de até 80 bilhões de dólares no período 2012-2017, atingindo uma carteira de mais de 30 bilhões de dólares e chegar a dobrar seu patrimônio para 2017", disse o titular da instituição financeira latino-americana.

A decisão da Standard & Poor's publicada hoje tem como base o apoio dos acionistas do CAF através da história da Instituição. Da mesma forma, a agência destacou a substacial expansão da base de acionistas, a administração prudente dos ativos e passivos e a melhoria contínua dos indicadores financeiros.

A Instituição tem participado ativamente em mercados de capital de prestígio, fazendo parte de um grupo bastante seleto de emissores e destacando o seu papel catalisador ao atrair fundos - com uma base diversificada de investidores - para a América Latina desde outras regiões, a fim de promover os  investimentos e as oportunidades comerciais de negócios na região.

As colocações do CAF entre os anos de 1993 e 2012 totalizam aproximadamente 17 bilhões de dólares, o que se traduz em investimentos em projetos de desenvolvimento para a América Latina. "A presença permanente da Instituição nos diversos mercados de capital permitiu a emissão de uma quantia que excede -em 2012- os dois bilhões e 800 milhões de dólares", concluiu Enrique García.

O CAF conta atualmente com quatro classificações atribuídas pelas agências internacionais de risco mais prestigiadas: Standard & Poor's (AA-), Moody's (Aa3), Japan Credit Rating (AA-) e Fitch Ratings (A+).

O CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) tem como missão incentivar o desenvolvimento sustentável e a integração regional através do financiamento de projetos dos setores público e privado, o fornecimento de cooperação técnica e outros serviços especializados. Fundado em 1970 e formado atualmente por 18 países – 16 da América Latina e do Caribe junto com Espanha e Portugal- e 14 bancos privados, é uma das principais fontes de financiamento multilateral e uma fonte importante de conhecimento para a região. Mais informação em www.caf.com.

FONTE  CAF

FONTE CAF

SOURCE CAF



RELATED LINKS
http://www.caf.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.