A Isolux Corsán consegue o seu segundo grande contrato de geração eléctrica no Bangladesh

21 out, 2011, 09:00 BST De Isolux Corsan

MADRID, October 21, 2011 /PRNewswire/ --


A A Isolux Corsán construirá uma central eléctrica de ciclo combinado de 340 MW em Siddhirganj, um dos  principais centros industriais do país


  • O valor do projeto ultrapassa os 300 milhões de dólares, ou seja, o triplo do anterior

  • O Grupo possui uma ampla experiência em projetos de geração eléctrica, com mais de 3.000 MW construídos em diversos países do mundo

A Isolux Corsán reforça a sua presença na Ásia com a concretização do seu segundo grande contrato energético no Bangladesh. Trata-se da construção de uma central de geração eléctrica de ciclo combinado de 340 MW de potência, em Siddhirganj, um dos mais importantes Centros industriais do Bangladesh, localizado a 20 Km da capital, Dhaka. O projeto, adjudicado pela empresa pública de eletricidade do Bangladesh, Electricity Generation Company of Bangladesh Ltd, será construído no prazo de 30 meses e terá um custo de mais de 220 milhões de euros (mais de 300 M US$).

Este projeto faz parte do Plano de Desenvolvimento Energético do Bangladesh, implementado pelo governo de HasinaWajed para chegar à electrificação total do país até ao ano de 2020. O Bangladesh é a sétima  região mais densa do mundo em termos de população, contando com 168 milhões de habitantes. Regista, portanto, grandes necessidades energéticas.

A nova central eléctrica construída pela Isolux Corsán em Siddhirgani escoará a energia produzida através de uma linha de 230 KV, reforçando o sistema eléctrico nacional e garantindo uma maior fiabilidade da rede. Esta instalação será construída com tecnologia de última geração. O Grupo executará também a ligação da unidade à rede de gás, já existente na zona.

Há apenas quatro meses que a empresa pública de eletricidade do Bangladesh adjudicou ao Grupo a construção de uma outra central de geração eléctrica de ciclo aberto, de 180 MW de potencia em Khulna, terceira cidade industrial do Bangladesh. O valor do contrato foi superior a 110 milhões de euros (mais de 150 M US$).

Com estes projetos o Grupo reforça a sua presença no continente asiático, onde está presente de maneira permanente em países como Arábia Saudita, Jordânia, Kuwait, Omã, Qatar, Síria e  na Índia, e amplia a sua área de geração de energia, a qual detém atualmente projetos executados que ultrapassam 3.000 MW em diversos países do mundo.

Sobre  a IsoluxCorsán

A Isolux Corsán é uma empresa global de referencia nas áreas da construção, energia, concessões e serviços industriais. Desenvolve a sua atividade em 26 países de quatro continentes e é o primeiro grupo empresarial espanhol não cotado em bolsa do sector da construção e das obras públicas. As concessões de transporte de energia, autoestradas e estacionamentos, bem como a construção de grandes infraestruturas constituem os seus principais eixos de crescimento. A Isolux Corsán detém, através da sua filial Isolux Infrastructure mais de 5.500 quilómetros de linhas de transmissão na Índia, Brasil e USA, e mais de 1.600 quilómetros de autoestradas no Brasil, Índia, México e Espanha. A empresa também explora e gere 42 unidades solares fotovoltaicas com uma capacidade instalada de 168 MW, as quais geram 250 GW/h de energia limpa por ano.  Todavia, o Grupo conta com mais de 21.000 lugares de estacionamento em concessão, e possui uma ampla experiência na construção e manutenção de grandes infraestruturas: autoestradas, caminhos de ferro, obra civil, hidráulica e marítima, e edificação para vivenda e outros fins. No sector energético, a Isolux Corsán é um dos maiores construtores de projetos EPC a nível mundial, no sector fotovoltaico com mais de 290 MW a funcionar em 2010. Conta com uma posição de relevo entre as grandes construtoras de unidades de geração EPC, com 1.500 MW em construção. Destaca também no desenvolvimento de processos industriais, executando projetos "chave na mão" no sector do Oil & Gás e de unidades de biocombustíveis. A empresa presidida por Luis Delso registou em 2010 receitas superiores a 3.240 milhões de euros, um resultado bruto de exploração de 311 milhões de euros e uma carteira de negocio acumulada de 30.180 milhões de euros.

FONTE Isolux Corsan