A Lokheed Martin e a EADS Cooperam em Radares Navais; TRS-3D Equipará o U.S. Navy's LCS e o WMSL da Guarda Costeira

28 out, 2004, 18:07 BST De Lockheed Martin

LE BOURGET, França, October 28 /PRNewswire/ -- Durante a exposição Euronaval, em Paris hoje a Lockheed Martin (NYSE: LMT) e a EADS anunciaram que o U.S. Navy's Littoral Combat Ship (LCS) será equipado com o radar EADS TRS-3D para vigilância aérea e marítima e selecção de armas, e que o U.S. Coast Guard's Maritime Security Cutter Large (WMSL) será também equipado com o radar EADS TRS-3D para busca aérea. Além disso, as duas empresas acordaram em avaliar oportunidades de desenvolvimento, marketing e produção conjuntos do TRS-3D noutros programas de construção naval em todo o mundo.

Para o LCS, a EADS Defense Electronics, uma parte integrante da EADS Defence and Secutrity Systems Division, fornecerá um radar TSR-3D a cada navio LCS, num total de dois radares para o Flight 0. A EADS fornecerá também dois radares ao programa U.S. Coast Guard's Integrated Deepwater System - um dos primeiros WMSL e um para o local de testes em terra, com uma opção para mais três radares.

No início do programa de U.S. Navy's LCS e o U.S. Coast Guard's Deepwater - que inclui WMSL - as duas instituições exprimiram o seu desejo de maximizar sistemas comuns que iriam alargar a interoperacionalidade e o apoio logístico. Além de alarga a interoperacionalidade, os sistemas comuns podem reduzir os custos totais de posse através de formação comum, peças sobressalentes, manutenção e upgrades.

<<O TRS-3D emprestará a capacidade de vigilância que é crucial para as missões que este navios irão realizar,>> disse Fred P. Moosally, presidente da Lockheed Martin Maritime Systems & Sensors. <<Este radar proporciona capacidade de missão e eficácia logística para as duas armas, reflectindo uma abordagem de todos os sistemas abrangendo os objectivos de interoperacionalidade da Guarda Costeira e da Marinha.

O radar TRS-3D foi seleccionado com base em análises e revisões separadas, pelos dois programas das ofertas mundiais de radares. Nos dois casos, o TRS-3D ofereceu o melhor desempenho e o risco mais baixo.

<<Preservando a segurança marítima com uma variedade de diferentes tarefas e condições ambientais adversas permite que os sensores altamente capacitados garantam o reconhecimento da posição em qualquer altura,>> disse Bernard Gerwert, CEO e presidente da EADS Defence Electronics. <<O nosso radar TRS-3D provou operacionalmente que é a resposta certa a estas complexas exigências.>>

O TRS-3D, desenvolvido e produzido pela EADS Defence Electronics, é um radar C-band, naval 3D multimodal para vigilância marítima e aérea e escolha de arma. É usado nas fragatas alemãs F122 e está a ser fornecido para as corvetas K130, bem como em funcionamento em vários outros navios, incluindo na Dinamarca, Finlândia, Malásia e Espanha.

Em diferentes versões, o TRS-3D pode servir como um radar único para requisitos especiais de navios mais pequenos que operam nas águas costeiras ou como radar principal de auto-defesa em fragatas e navios maiores. O TRS-3D é usado para detecção automática e para seguir todo o tipo de alvos marítimos e aéreos. Com as últimas tecnologias de processamento de sinal, é especialmente adequado para a detecção precoce de objectos que se movem baixo e rapidamente, tais como mísseis, rápidos e veículos indistintos sob condições atmosféricas adversas. Demonstrou um excepcional desempenho em todo - mundo, incluindo Operation Enduring Freedom, e especialmente no ambiente de litoral muito exigentes como o mar do Norte, o mar da Noruega e os Fiordes.

A Lockheed Martin é o primeiro fornecedor do programa LCS da Marinha. A Lockheed Martin é também um parceiro da joint-venture Com a Northrop Grumman, formando a Integrated Coast Guard Systems, soba a qual é responsável pelo comando, controlo, comunicações, computadores, serviço de informações, vigilância e componentes de reconhecimento do programa da Coast Guard' Deepwater.

O LCS, um vaso naval revolucionário de combate destinado a dominar as águas costeiras do mundo, fornece à Marinha navios rápidos manobráveis de baixo calado destinados a flexibilizar e maximizar a flexibilidade da missão. A equipa da Lockeed Martin LCS está dentro do prazo para concluir a Final Critical Design Review, em Dezembro - o último passo do programa antes da autorização de construção do primeiro LCS.

O WMSL é um cutter novo e altamente capacitado com grande resistência, destinado a satisfazer as responsabilidades de múltiplas missões de segurança interna defesa nacional, segurança da Marinha e protecção ambiental. Também para permitir à Guarda Costeira cumprir o seu compromisso com a National Fleet Policy, este tipo de cutters desempenhará um papel importante na recuperação da prontidão operacional, capacidade e eficácia da Guarda Costeira numa altura em que a exigência dos seus serviços nunca foi maior. A construção do primeiro WMSL começou em Setembro nas instalações da Northrop Grumman Ship System, em Pascagoula, MS.

A EADS Defence Electronics é parte integrante da EADS Defence e Security Systems Division (DS) e fornece subsistemas de guerra, de radar, de aeronáutica e electrónicos a forças armadas e de segurança em todo o mundo. A DS oferece sistemas integrados soluções aos novos desafios que se deparam às forças armadas e de segurança internas.

A ICGS é uma joint-venture da Lockheed Martin (NYSE: LMT) e da Northtrop Grumman. À IGGS foi adjudicado o contrato Deepwater em Junho de 2002. Sediada em Roslyn, VA, as equipas fulcrais de liderança são também co-localizadas em Virgínia, Louisiana, Mississipi, Nova Jérsia e Washington DC.

Sediada em Betsheda, MD, Lockheed Martin emprega cerca de 130 000 pessoas em todo o mundo e está especialmente empenhada na investigação, desenho, desenvolvimento, fabricação e integração de sistemas de tecnologia avançada, produtos e serviços.

    
              Para mais informação, visite o nosso site 
                  http://www.lockheedmartin.com

FONTE Lockheed Martin