A Renault-Nissan e os seus parceiros instalam, em Paris, 90 novos postos de carregamento para veículos eléctricos, para a cimeira COP 21

19 nov, 2015, 10:05 GMT De Renault-Nissan Alliance

PARIS, November 19, 2015 /PRNewswire/ --

 

  • Os 90 novos postos de carregamento alimentados por electricidade produzida com baixo teor de carbono vão alimentar os 200 automóveis eléctricos da Renault-Nissan durante a conferência do clima, COP21 
  • Este serviço de shuttle com 200 automóveis eléctricos deverá percorrer, durante as duas semanas da cimeira, cerca de 400.000 quilómetros - sem uma única gota de petróleo. 
  • Bastantes destes novos postos, permanecerão em funcionamento depois da cimeira COP21 e estarão disponíveis para o público  

A Aliança Renault-Nissan está a instalar, em Paris e nos arredores, 90 novos postos de carregamento para veículos eléctricos, para a cimeira do clima, COP21.

     (Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20140130/666713-a )

Esta instalação é feita em parceria com a EDF (empresa Francesa de fornecimento de energia eléctrica) , a Schneider Electric, a Aéroports de Paris, a Municipalidade de Paris e a SNCF (companhia Francesa de comboios).

Os postos de carregamento, alguns dos quais são oferecidos pela Schneider Electric, irão alimentar os 200 automóveis eléctricos que prestarão serviço de shuttle VIP para os delegados e jornalistas que participarão nesta conferência. São esperados mais de 20,000 participantes, de 195 países, nesta 21ª Conferência Anual das Partes (conhecida como COP21), que decorrerá, em Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro

"A COP21 irá incitar-nos a agir para reduzir o impacto das alterações climáticas, incluindo o aquecimento global que resulta do transporte individual," afirma Carlos Ghosn, Presidente Director-Geral da Renault-Nissan. "Os veículos elétricos são a única solução existente, prática e acessível, que responde aos desafios ambientais. Fazer a expansão da infraestrutura para os veículos eléctricos é uma obrigatoriedade para qualquer cidade ou estado que leve a sério as questões ambientais."

As estações de carregamento rápido e standard serão alimentadas com electricidade gerada a partir de energias renováveis ou de extremamente baixo teor de carbono, produzida pela EDF, e alimentará a frota da Renault-Nissan nos cerca de 400,000 km que esta irá percorrer em duas semanas. As estações de carregamento rápido permitem carregar os automóveis eléctricos de 0 a 80% da capacidade em cerca de 30 minutos.

Os automóveis eléctricos são, obviamente, alimentados por qualquer tipo de electricidade da rede de distribuição seja ela produzida por sistemas hidroeléctricos, solares ou eólicos. Por isso à medida que os países forem aumentando a integração de energias renováveis na produção de electricidade os automóveis eléctricos serão, também, cada vez mais a melhor solução para lutar contra o aquecimento global.

Reduzida pegada de carbono  

Os pontos de carregamento para a COP21, instalados na região de Paris, irão distribuir electricidade com baixo teor de carbono. A electricidade distribuída na rede francesa tem um nível de emissões de 40g (em 2014) de CO2 por kWh, um valor bastante inferior ao da média Europeia.  

"A EDF apoia o desenvolvimento da Mobilidade eléctrica que é um vector essencial para a diminuição da poluição nas cidades. A EDF produz electricidade com baixo teor de carbono que permite, desde logo, uma importante redução das emissões de gases com efeito de estufa e que reforça o balanço ecológico desta nova forma de transporte," afirma Jean-Bernard Levy Presidente Director-Geral da EDF.

A EDF compensa as emissões residuais de CO2 através de créditos de carbono obtidos pela sua participação em projectos certificados pelas Nações Unidas. Isto significa que a frota de automóveis eléctricos da Renault-Nissan EV irá utilizar electricidade completamente "descarbonizada."

Catorze dos 27 pontos de carga rápida que serão instalados permanecerão em funcionamento depois da conferência e estarão disponíveis para o público.  

Em França existem já 10,000 postos de carregamento de carga rápida e standard. A região de Paris tem 4.000 destes postos sendo, por isso, uma das cidades com maior número de postos em toda a Europa.

Pode aceder às fotos através de: http://www.media.blog.alliance-renault-nissan.com/news/5704

Para visionar o vídeo onde Carlos Ghosn, Presidente Director-Geral da Renault-Nissan explica o porquê da participação da Aliança no COP21 aceda a:

http://blog.alliance-renault-nissan.com/node/2732/

SOBRE A ALIANÇA RENAULT NISSAN 

A Aliança Renault-Nissan é uma parceria estratégica, desde 1999, entre os dois construtores e que representa um em cada dez automóveis vendidos em todo o mundo. Em 2014 a Aliança vendeu 8.5 milhões de automóveis em cerca de 200 países.A Aliança tem colaborações estratégicas com outros construtores onde se incluem a Daimler, a Mitsubishi, a Chinesa Dongfeng e a Indiana Ashok Leyland. A Aliança tem ainda a maioria do capital na joint venture que controla o fabricante Russo AVTOVAZ que possui a marca Lada.

http://www.media.blog.alliance-renault-nissan.com

http://www.media.renault.com

http://www.nissan-newsroom.com

Contact:
Aline Henry
Renault-Nissan Alliance Communications
aline.henry@renault-nissan.com +33-(0)6-03-09-51-97


FONTE Renault-Nissan Alliance