AMP recebe subvenção de 1,4 milhões de dólares da Fundação Bill e Melinda Gates, para apoiar a vacinação e os sistemas de imunização na África Ocidental

08 dez, 2009, 08:00 GMT De Agence de Medecine Preventive (AMP)

PARIS, December 8 /PRNewswire/ -- A Agence de Médecine Préventive (AMP) recebeu uma subvenção com a duração de três anos da Fundação Bill e Melinda Gates, para implementar um programa de apoio à imunização na África Ocidental.

O programa, designado ADVocacy for IMmunization (ADVIM), é um esforço de colaboração que envolve a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e os ministérios das finanças, saúde e planeamento locais. A plataforma de apoio do ADVIM será desenvolvida pela AMP e pelos membros da rede internacional EPIVAC, um grupo de 400 profissionais de saúde envolvidos na imunização em 11 países da África Subsariana.

Os países participantes serão escolhidos entre aqueles que cumprem os requisitos de financiamento da GAVI Alliance.

Na África Ocidental, a falta de recursos financeiros e de infra-estruturas públicas de saúde cerceiam o desenvolvimento com êxito de planos de imunização. Embora a maioria dos governos africanos se disponibilizou para consagrar 15% do orçamento de estado à saúde, de acordo com a Declaração de Abuja de Abril de 2001, poucos são os que alcançam este objectivo. O ADVIM reconhece que esta meta pode ser impossível de atingir num futuro próximo e irá, por esse motivo, centrar-se em pequenas melhorias do financiamento da imunização. Mais concretamente, o programa irá ajudar os governos locais a desenvolverem estratégias para ultrapassarem os desafios financeiros e tirarem o máximo rendimento possível dos recursos.

"Não obstante o apoio orçamental ser essencial para o êxito e sustentabilidade dos programas de imunização, as componentes adicionais, tais como o apoio, a comunicação e a mobilização social são igualmente importantes, em especial a nível distrital", afirma Philippe Stoeckel, presidente da AMP.

O programa ADVIM irá partir das relações com as autoridades de saúde a nível distrital e dos membros da rede de formação EPIVAC, para identificar e potenciar os recursos locais, com o intuito de reforçar os sistemas de imunização.

"Apenas através de um forte compromisso financeiro e político local poderão os países africanos beneficiar da disponibilização de novas vacinas,"afirmou Dorothy Leab, investigadora principal do ADVIM. "A mobilização de recursos será identificada com base nas decisões de política e na situação local. Isto irá garantir que os parcos fundos estão a ser eficazmente usados."

O ADVIM irá ter vários componentes, incluindo o desenvolvimento de uma plataforma de provas e reforço de capacidades, para apoiar a imunização; o auxílio aos países, para identificar e superar as barreiras da distribuição de recursos; e estabelecer mecanismos que suportem, de forma permanente, os esforços de financiamento da imunização.

Sobre a AMP - Fundada em 1972, a AMP é uma organização sem fins lucrativos sediada no Instituto Pasteur, em Paris, e com escritórios no Benim, Burkina Faso, na Costa do Marfim e no Senegal. A missão da AMP é promover a medicina preventiva e a saúde pública, desenvolvendo conhecimentos e investigação aplicados na vacinologia, dar formação em epidemiologia e gestão de programas de saúde, organizar congressos científicos e técnicos e divulgar informações sobre vacinologia e outros assuntos relacionados com a saúde. Para mais informações, visite: http://www.aamp.org

Sobre a rede internacional EPIVAC (EPINET ou RIE) -

A EPINET foi criada em 2007 como componente do programa de formação académica activo EPIVAC (a partir de EPIdemiologia e VACinologia), implementado desde 2002 nos países da África Subsariana elegíveis para o GAVI. Os principais objectivos da EPINET são: (1) fornecer elementos de prova para serem tomadas decisões no âmbito da imunização através das actividades de investigação, (2) mobilizar recursos para a imunização, e (3) partilhar experiências e ferramentas para melhorar a prestação do serviço de imunização. Para mais informações visite: http://www.epivac.org

Sobre a GAVI Alliance - Lançada em 2000, a GAVI Alliance é uma parceria de saúde público-privada que inclui os governos de países industrializados e em vias de desenvolvimento, organizações internacionais (UNICEF, OMS e o Banco Mundial), produtores de vacinas, agências de investigação e agências técnicas, organizações não-governamentais e fundações (sendo a mais conhecida a Fundação Bill e

Melinda Gates). O objectivo da Alliance é salvar vidas de crianças e proteger a saúde das pessoas, aumentando o acesso à imunização nos países pobres. Para mais informações vá a: http://www.gavialliance.org

Para mais informação, por favor contacte a Agence de Médecine Préventive: amp@aamp.org

FONTE Agence de Medecine Preventive (AMP)