ContourGlobal Recebeu Prémio African Private Power Deal of the Year pelo seu Projecto de 100 MW no Togo

13 fev, 2010, 01:49 GMT De ContourGlobal

LOMÉ, Togo, February 13 /PRNewswire/ --

- Cooperação com o Togo produz o maior investimento em infra-estruturas da história do país

A ContourGlobal Togo SA anunciou hoje que o seu projecto de 100 MW, de três combustíveis, foi premiado com o Prémio African Private Power Deal of the Year 2009 pela revista Project Finance Magazine da Euromoney. O ministro das Minas e Energia togolês, Dammipi Noupokou, e os representantes da ContourGlobal Project Finance irão receber o prémio em nome do projecto na Cerimónia de Entrega de Prémios Anual da Euromoney em Londres, a 11 de Fevereiro de 2010

O projecto inovador de 100 MW da ContourGlobal Togo está quase completo e vai começar a sua actividade comercial em força em Abril de 2010, quatro meses antes do previsto e onze meses após Wartsila, o fornecedor de equipamentos e construtor da central, ter lançado a primeira pedra em Lome. O projecto da ContourGlobal trará energia acessível e fiável a uma região na qual menos de 15% da população tem acesso à electricidade. Concebida de forma a obedecer aos rigorosos critérios ambientais do World Bank, a central energética é também o primeiro projecto a ser desenvolvido com sucesso na região desde que o Gasoduto da África Ocidental iniciou a sua actividade.

A citação que acompanha o prémio, publicada na edição de Março de 2010 da revista Euromoney's Project Finance da Euromoney, chamou a atenção para os "primeiros triplos" representados pelo projecto: o maior investimento em infra-estruturas na história do país, o primeiro projecto energético independente no país e o primeiro projecto de financiamento do país. A central energética da ContourGlobal tem também um "combustível triplo", sendo capaz de alternar instantaneamente entre o gás natural, óleo combustível pesado e diesel, proporcionando assim uma flexibilidade operacional incomparável na região. A flexibilidade de alternância entre combustíveis do projecto garante que as instalações conseguem gerar electricidade para o Togo, mesmo que o gás natural, a fonte primária de combustível, fique indisponível.

O financiamento do projecto foi exclusivamente organizado e financiado pelo Overseas Private Investment Corporation ("OPIC") dos EUA e a OPIC também subscreveu o seguro de risco político para o projecto.

Joseph Brandt, Presidente e CEO da ContourGlobal, declarou: "Estamos entusiasmados com o reconhecimento concedido hoje ao projecto da ContourGlobal no Togo. Em apenas dois meses, começarão a fornecer 100 MW de electricidade a preços acessíveis e fiáveis para a região e serão mais do dobro da quantidade de electricidade produzida actualmente no Togo. O sucesso do projecto é uma homenagem aos esforços corajosos e deliberados do Presidente Faure Gnassingbe e do governo togolês em apoiar e incentivar o investimento privado nas infra-estruturas do Togo. Estamos orgulhosos de ser os seus parceiros no desenvolvimento da economia do Togo."

O Ministro das Minas e Energia da República do Togo, Dammipi Noupokou, afirmou: "A energia fiável gerada pela ContourGlobal Togo irá acelerar o desenvolvimento económico no Togo e irá permitir-nos aumentar o acesso à electricidade por parte das populações, empresas e indústrias locais. É o primeiro deste tipo no Togo, em termos da magnitude da cooperação com os investidores privados no sector de energia. Este projecto é extremamente importante para nós e para a sub-região oeste da África."

A ContourGlobal é uma empresa com actividade no sector energético, sedeada em Nova Iorque, com cerca de 900 colaboradores em todo o mundo e mais de 1300 MW de capacidade energética, em construção ou já em operação, num amplo mercado que inclui os EUA, a União Europeia, Brasil, Colômbia, Togo, Ruanda, Nigéria e Ucrânia. A Empresa desenvolve e opera negócios no sector da energia eléctrica e energia de cogeração em todo o mundo, quer para governos, quer para empresas multinacionais. A ContourGlobal foca os mercados de elevado crescimento, onde a oferta é pouca e os nichos inovadores dentro dos mercados desenvolvidos - tais como as energias renovadas e a cogeração.

Em África, a ContourGlobal está actualmente a construir, explorar ou desenvolver projectos de geração de electricidade em quatro países: Togo, Nigéria, Ruanda e Quénia. A empresa também activamente a desenvolver projectos adicionais em toda a África Subsariana.

Para além da ContourGlobal, o Governo Togolês e a Overseas Private Investment Corporation, os participantes e consultores do projecto são: Wartsila , ERM, Gide Loyrette Nouel, Shearman & Sterling, Aquereburu & Partners, Allen & Overy, SCP Martial Akakpo, Sargent & Lundy, Afrique Ingenierie Et Experts Consultants, SKM, Marsh & McLennan, Purvin & Gertz, Moore-McNeil, Citibank Trust Services, Ecobank-Togo e Financial Bank-Togo.

Visite ContourGlobal no site http://www.contourglobal.com

FONTE ContourGlobal