É um Verdadeiro "Momento Kumbaya" - E Não É o Que Está a Pensar

08 jul, 2008, 14:29 BST De Sir Ivan

NOVA IORQUE, July 8 /PRNewswire/ --

- IVAN WILZIG, Banqueiro Transformado em Cantor/ Filantropo, Dedica Nova Versão Rock de KUMBAYA ao Candidato Presidencial BARACK OBAMA, com os Lucros a Reverter para a PEACEMAN FOUNDATION, uma Fundação de Wilzig contra os Crimes de Ódio

Em 2001, o bilionário banqueiro comercial IVAN WILZIG trocou os seus fatos de riscas por um burlesco guarda-roupa de "capas da paz" e uma encarnação nova e sincera como SIR IVAN, um artista melódico dos clássicos dos anos 60, com ritmo de dança. A sua versão rock de "Imagine" de John Lennon e de "San Francisco (Wear Some Flowers in Your Hair)" de Scott McKenzie tiveram bastante sucesso nas tabelas de música de dança da Billboard, em 2001 e 2003 respectivamente. Agora, Sir Ivan está prestes a lançar "I AM PEACEMAN", um novo álbum de quinze sucessos dos anos 60, produzido e adaptado por FORD, que tem 18 músicas de Ouro e Platina no currículo. O lançamento está agendado para coincidir com 40 aniversário de Woodstock, com o 50 aniversário do icónico símbolo da paz e, sem coincidências, com a Convenção Democrata. Sir Ivan, um apoiante fervoroso de Obama, incluiu a sua versão de Kumbaya, uma com uma batida irresistivelmente moderna e sobreposições de pedaços de discursos anteriores de Obama. Os lucros de Sir Ivan com o álbum irão beneficiar a sua Peaceman Foundation, dedicada ao combate de crimes de ódio e à cura de desordem de stress pós-traumático.

(Imagem: http://www.newscom.com/cgi-bin/prnh/20080707/NYM028 )

Sir Ivan tem perfeita consciência que mesmo antes dos primeiros dias de campanha às primárias democratas, quando John Edwards descartou o seu rival na altura como "o candidato Kumbaya", a palavra "Kumbaya" degenerou, em termos de significado, numa calúnia que é parte integral do cinismo político e jornalístico. Na verdade, a Internet está cheia de blogs que caluniam o Kumbaya e, recentemente, a presença de Obama em Unity, New Hampshire, em conjunto com Hillary Clinton, foi descrita, de forma pejorativa, por alguns meios de comunicação com um "momento Kumbaya", enquanto a muito antecipada conversa telefónica com o antigo Presidente Bill Clinton foi vista como "um momento não Kumbaya".

Mas a mesma astúcia que formou o sucesso bancário de Sir Ivan transpareceu quando decidiu incluir Kumbaya no seu novo álbum (um vídeo em fase de produção), uma versão que exclui partes da letra original ("Someone's crying, Lord... Someone's praying, Lord" - "Alguém está a chorar, Senhor... Alguém está a rezar, Senhor") e inclui palavras que fazem eco dos valores centrais a Barack Obama ("Give them Hope, Lord... Give them Love" - Dá-lhes Esperança, Senhor... Dá-lhes Amor"). O próprio Obama, que rapidamente afirmou em 2007 que "A política da esperança não é dar as mãos e cantar o Kumbaya," disse ao Chicago Tribune em Junho, depois de vencer a nomeação, "É altura para os democratas de todo o pais se aproximarem e cantarem Kumbaya, antes de nos dirigirmos para a tempestade de uma temível eleição geral."

Sir Ivan levou a sério a observação (também ao Chicago Tribune) do escritor Eric Zorn, feita em 2006, que dizia "Kumbaya precisa de um cantor pop com uma voz, um produtor expressivo e a coragem de desafiar 40 anos de gozo condescendente.

Sir Ivan respondeu ao pedido.

Kumbaya, uma canção espiritual tradicional dos Gullahs afro-americanos (a palavra significa "Vem até aqui"), viajou para Angola e voltou ao EUA de novo antes de se tornar numa norma dos escuteiros/acampamentos, uma das mais conhecidas canções folk dos anos 60, gravada por Joan Baez, Pete Seeger, Peter Paul & Mary e muitos outros, e, eventualmente, um hino do movimento dos direitos civis, em conjunto com "We Shall Overcome". "É uma bela canção sobre a proximidade e a unidade que merece muito mais respeito do que aquele que tem tido," disse Sir Ivan, filho de um sobrevivente do holocausto e com uma elevada consciência social, que faz notar que a música foi ainda um sucesso em 1962, da autoria do Mestre Chassídico Shlomo Carlebach, mais conhecido como "The Singing Rabbi - O Rabino Cantor".

Sir Ivan não é um rabino cantor, mas foi o Grand Marshall Honorário deste ano da Salute to Israel Parade, o que celebrou o seu compromisso para com as causas judaicas, ao marchar na frente com o Mayor da cidade de Nova Iorque, Michael Bloomberg, e com o Governador de Nova Iorque, David Patterson. E Ivan Wilzig, também conhecido como Sir Ivan, também conhecido como Peaceman, tem ainda outro alter-ego. Participou na série de sucesso da NBC/Sci-Fi Channel, "Who Wants to Be a Superhero?", em 2007, como "Mr. Mitzvah", um cruzado que, com a ajuda de uma raquete de ping-pong com a Estrela de David, combate aqueles que espalham o ódio e protege as crianças do mundo. O guru da banda desenhada de acção Stan Lee, o produtor e membro do júri do programa, escolheu "Mr. Mitzvah" pessoalmente como um dos dez finalistas de entre milhares de outros aspirantes a super-heróis.

A extravagância de Sir Ivan - evidenciada ainda mais pelo seu castelo genuíno (que inclui um fosso) nos Hamptons e a sua reputação exagerada como um homem dado a festas - resultou, muitas vezes, que lhe tenham atribuído a credibilidade enquanto pessoa séria que merece. Mas este homem, que adora a vida nocturna, adora ainda mais e na verdade a paz e a justiça. Afinal, abdicou de uma carreira bancária por uma vida com um propósito maior e uma determinação de usar os seus recursos para o bem maior. Tem sido um apoiante carismático da Shoah Foundation, de Steven Spielberg, e do Wilzig Hospital, mantido pela sua família, na sua cidade natal de Nova Jersey. Com Kumbaya, este homem da Renascença da cultura pop espera fazer uma contribuição significativa para a campanha de Obama (ofereceu a música como tema de campanha) e para o mundo, que necessita desesperadamente de esperança e amor - um trabalho, de certeza, para Peaceman, Mr. Mitzvah, Sir Ivan, ou, simplesmente, o conhecido Ivan Wilzig. Para mais informações, por favor visite www.sirivanmusic.com. Para a audição exclusiva, por favor dirija-se a www.myspace.com/sirivanmusic.

    
    Web site: http://www.sirivanmusic.com
              http://www.myspace.com/sirivanmusic

FONTE Sir Ivan