Emirados Árabes Unidos ganham sede da Agência International de Energias Renováveis

30 jun, 2009, 19:46 BST De United Arab Emirates

ABU DHABI, Emirados Árabes Unidos, June 30 /PRNewswire/ --

- A cidade de Masdar de Abu Dhabi, é a primeira cidade do mundo a ser neutra em emissões de carbono e com zero dejectos, abrigará a sede da IRENA

Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, foi seleccionada para sediar os escritórios da Agência Internacional de Energias Renováveis (IRENA, International Renewable Energy Agency), fazendo desta a primeira vez em que uma organização internacional escolhe um país do Médio Oriente para abrigar sua sede. A IRENA localizar-se-á na cidade de Masdar em Abu-Dhabi, a primeira cidade do mundo com emissão neutra de carbono, livre de dejectos, movida exclusivamente à base de energia renovável.

Para assegurar o sítio à IRENA, os Emirados Árabes enfrentaram uma difícil disputa contra Alemanha, Áustria e Dinamarca, todos líderes reconhecidos em termos de energia renovável. Desde a criação da IRENA, em janeiro, as nações candidatas estiveram envolvidas numa competição acirrada. Contudo, a habilidade dos Emirados de trabalhar como ponte entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento; a qualidade de ser a primeira cidade neutra em emissões de carbono do mundo; e um generoso comprometimento de suporte financeiro e político conquistaram apoio significativo entre os estados membros da nova organização.

"Esta é uma grande conquista para os Emirados Árabes Unidos, porém, mais do que isso, é uma prova da força dos relacionamentos que estabelecemos durante nossa campanha. Foi muito importante para nós oferecer à IRENA uma proposição de valor que ajudaria a agência a conquistar seus objectivos envolvendo-se da mesma maneira com nações desenvolvidas e em desenvolvimento", disse Sua Alteza o Xeque Abdullah Bin Zayed Al Nahyan Ministro de Assuntos Exteriores dos Emirados Árabes Unidos. "Os Emirados estão comprometidos a trabalhar com cada um dos países membros e a suprir as necessidades imediatas da IRENA para assegurar um lançamento bem sucedido", acrescentou o Ministro do Exterior.

A oferta dos Emirados Árabes para a sede da IRENA faz desta a primeira vez em que o país se engajou em tão ambicioso esforço em escala internacional. "Esta foi uma grande experiência educacional e fortaleceu os laços com os outros membros da IRENA o que permitirá nos fazer avançar conjuntamente os benefícios de energia renovável em todos os continentes", disse o Dr. Sultan Al Jaber, CEO da Masdar e um arquitecto importante na proposta dos Emirados Árabes. Ele acrescentou que os esforços dos Emirados para encorajar as nações não signatárias a fazer parte da IRENA não somente fortaleceu sua proposta, mas também fortaleceu a própria organização, que possuía 75 estados-membros em sua fundação em janeiro e passando para mais de 130 países até o momento.

Como parte de seu compromisso com a IRENA, os Emirados Árabes se ofereceram para apoiar a agência com uma doação de 136 milhões de dólares durante período de seis anos, enquanto também cobre todos os custos operacionais perpetuamente. Além disso, o Fundo para Desenvolvimento de Abu Dhabi criou um doação especial de até 50 milhões de dólares norte-americanos anuais para serem usados em empréstimos de suporte a projectos de energia renovável nos países em desenvolvimento.

A oferta dos Emirados Árabes atraiu apoio internacional de pessoas-chave em todos os lugares, incluindo Ban Ki Moon, o Secretário Geral das Nações Unidas, Tony Blair, ex-primeiro-ministro da Inglaterra e Dr. Rajendra K Pachauri, laureado com o prémio Nobel e director do Painel Intergovernamental de mudanças climáticas (IPPC).

Sobre a cidade de Masdar

A cidade de Masdar é o mais ambicioso projecto sustentável hoje em todo o mundo. Ela será a primeira cidade do mundo com emissões de carbono zero e dejectos zero, movida inteiramente à base de fontes de energia renováveis, assim como projecto sustentável. A cidade de Masdar é parte da Iniciativa Masdar de Abu Dhabi, um investimento multi-facetado para desenvolvimento e comercialização de tecnologias inovadoras no campo de energias renováveis e sustentáveis, bem como projectos sustentáveis.

Sobre a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA)

A IRENA foi fundada em janeiro de 2009 e inclui 77 países membros, tanto de países em desenvolvimento quanto desenvolvidos. A IRENA tem como alvo tornar-se a principal força propulsiva da promoção de uma rápida transição rumo ao uso difundido e sustentável de energia renovável em escala global. Ao agir como a voz global das energias renováveis, a IRENA proporcionará conselhos práticos e apoio tanto para países industrializados quanto para aqueles em desenvolvimento, ajudará para que melhorem suas regulamentações e desenvolvam capacidade. A agência facilitará o acesso de todos às energias renováveis, boas práticas, mecanismos financeiros eficazes e a conhecimentos tecnológicos mais avançados.

FONTE United Arab Emirates