O Brattle Group Estima que a Estratégia do Governo Holandês para o Gás Natural Poderá Criar Estímulo Económico de 21,4 Mil Milhões de Euros e Empregos na Ordem dos 13.600

10 dez, 2010, 12:09 GMT De The Brattle Group

LONDRES e AMESTERDÃO, December 10, 2010 /PRNewswire/ --

Num estudo realizado para o Ministério Holandês dos Assuntos Económicos, Agricultura e Inovação, os directores do Brattle, Dan Harris e Coleman Bazelon em conjunto com o Professor Brad Humphreys da University of Alberta, quantificaram os investimentos que poderão ser feitos com uma estratégia governamental bem sucedida para estimular o sector holandês do gás - a chamada "Estratégia Plataforma de Gás".

O estudo do Brattle estima que o sector holandês do gás contribui actualmente para lucros governamentais na ordem dos 10 mil milhões de euros (ou 6% dos lucros do governo holandês), é responsável por mais de 66.000 empregos e contribui para 3% do PIB. As exportações de gás da Holanda tiveram um valor de 14 mil milhões e de 10 mil milhões de euros em 2008 e 2009, respectivamente, o que representou cerca de 3 a 4 por cento do valor das exportações holandesas.

Os autores estimam que o sucesso da estratégia Plataforma de Gás poderia atrair mais de 7,7 mil milhões em investimentos adicionais em infra-estruturas por parte de entidades privadas e da Gasunie, o operador holandês de sistemas de transmissão, e resultar em mais 13 mil milhões de metros cúbicos/ano de fluxos de trânsito em toda a Holanda. Os investimentos iriam também criar cerca de 136 mil postos empregos/ ano, o equivalente a 13.600 postos de trabalho para 10 anos, e resultar em 21,4 mil milhões de euros de bens e serviços adicionais. O estudo conclui que os desenvolvimentos da oferta e da procura no mercado de gás do Reino Unido são a chave para a procura no mercado holandês.

Para melhor compreender as percepções dos stakeholders no mercado de gás holandês, os autores realizaram entrevistas com várias empresas multinacionais activas na comercialização de gás na Holanda, mercados europeus e no mundo. Os autores descobriram que os stakeholders gostam do amplo leque de opções que a Holanda oferece para a compra e venda de gás, através das suas ligações a vários mercados e fontes de gás. Os participantes no mercado sublinharam que a Holanda permanece um local atractivo para o comércio de gás e, de momento, é visto como um dos mercados de gás mais importante e mais amigo do investidor na UE.

Garantir que as tarifas de transporte de gás permanecem transparentes e competitivas será a chave na promoção do trânsito dos volumes holandeses de gás. Para além disso, construir a liquidez da plataforma de comercialização de gás holandesa (TTF - Plataforma de Transferência de Títulos) sera importante para dar à Holanda mais ênfase enquanto destino das importações de GNL. O estudo recomenda que a Holanda capitalize as iniciativas existentes de P&D na área do gás e nos elos de ligação que são os peritos no sector e as investigações universitárias para se concentrar numa área de crescimento como - biogás, que poderá ser usado como plataforma para exportações e crescimento futuros.

"À medida que a produção indígena de gás da Europa diminui e aumenta a liberalização do mercado, as importações de gás e de negociação vão aumentar. A Holanda está numa posição forte para reivindicar uma parte dos crescentes mercados de gás em trânsito, das importações de GNL e da comercialização de gás natural", fez notar Harris. "No entanto, como a nossa análise demonstra, essa ambição enfrentará algumas barreiras. A Bélgica, a Áustria e a Itália têm planos para desenvolver as suas próprias plataformas de gás."

O estudo identifica uma série de propostas que poderiam aumentar o sucesso do sector holandês do gás, inclusive permitindo que os Serviços de Transporte de Gás (GTS) possam vender capacidade máxima a longo prazo, tarifas de vários anos e maximizar a integração entre o mercado diário TTF e - novo mercado holandês. O objectivo final é criar um único mercado intra-dia que irá maximizar a liquidez.

O Ministério Holandês dos Assuntos Económicos, Agricultura e Inovação irá enviar o relatório da Brattle, intitulado "Impacto Económico da Estratégia Plataforma de Gás na Holanda", para o Parlamento na quarta-feira, dia 8 de Dezembro, que será distribuído aos participantes no grupo de peritos em gás do Ministério Holandês, o Fórum de Consulta Plataforma de Gás. Para descarregar o relatório, vá a http://www.brattle.com.

O Brattle Group oferece serviços de consultadoria e relatórios de peritos em matéria de economia e finanças a empresas, sociedades de advogados e agências governamentais em todo o mundo. As suas áreas de intervenção incluem anti-truste e competição, avaliações e danos, políticas reguladoras e tarifas de serviços públicos e regulação e planeamento dos sectores. Para mais informações, por favor visite http://www.brattle.com.

FONTE The Brattle Group