O Grupo T-Solar finaliza o seu plano de financiamento para projetos no Peru no valor de 145 milhões M$

22 dez, 2011, 11:16 GMT De T-Solar Group

MADRID, December 22, 2011 /PRNewswire/ --

  •    O investimento total nas duas centrais peruanas (44 MW) ultrapassa 165 M $
  •    A OPIC (EUA), a FMO (Holanda) e a PROPARCO (França) são as três instituições Financeiras para o Desenvolvimento que, juntamente com a T-Solar, cofinanciarão estes projetos
  •    O Grupo T-Solar gere mais de 230 MW em funcionamento e em construção em Espanha, Italia, India e Perú

O Grupo T-Solar, um dos principais operadores mundiais no mercado de geração de eletricidade de origem solar fotovoltaico, acaba de assinar três empréstimos no valor de 145 milhões de dólares, com os quedá por finalizado o financiamento de duas centrais fotovoltaicas de 44 MW que a empresa está a construir em Arequipa, no sul do Peru.

Estas duas novas centrais significam para a T-Solar os primeiros projetos de energia solar fotovoltaica de grande dimensão na América Latina. As novas centrais serão implantadas numa superfície de 206 hectares e estarão equipadas com 113.600 painéis de camada delgada de silício amorfo hidrogenado produzidos pelo Grupo T-Solar na sua fábrica de Orense. A Isolux Corsán, grupo empresarial de que a T-Solar forma parte e um dos maiores construtores de unidades de produção fotovoltaicas a nível mundial com mais de 290 MW em funcionamento, levará a cabo a construção das unidades através de um contrato EPC.

Os parques, localizados nos distritos de La Joya e Caylloma produzirão 80 GWh por ano, eletricidade suficiente para abastecer uma população de 80.000 habitantes . A construção destes projetos gerará mais de 160 postos de trabalho diretos entre a população local. Está previsto que as unidades estejam ligadas à rede nacional no segundo semestre de 2012.

O investimento total de ambos os projetos ultrapassa 165 milhões de dólares. A agência norte-americana para a promoção de investimentos americanos em projetos sustentáveis no exterior, Overseas Private Investment Corporation (OPIC), aportará até o total de 131 milhões de dólares de dívida sénior. A agência de desenvolvimento holandesa Netherlands Development Finance Company (FMO) e a agência de desenvolvimento francesa Institution Financiere de Developpement (PROPARCO) investirão em conjuntoaté 14,3 milhões de dólares. O próprio Grupo T-Solar completará  o restante investimento com fundos próprios. A assessoria que teve o Grupo T-Solar foi feita, nesta operação, pela Astris Finance, empresa norte-americana especializada em assessoria de transações para os sectores energético e de infraestruturas em mercados emergentes.

A América Latina é um mercado de destino importante para a T-Solar devido ao elevado nível de irradiação solar da região, assim como o crescente interesse na transição energética e nas energias renováveis. Neste contexto, a T-Solar espera que as economias mais fortes da região ofereçam oportunidades interessantes ao sector fotovoltaico nos próximos 5 anos.

(1)Fonte: Agência Internacional da Energia

Acerca da T-Solar

A T-Solar é um dos principais produtores independentes de energia de origem solar fotovoltaica. É filial do Grupo Isolux Corsán, sendo detentora de uma capacidade instalada de produção de 173 MWp em 43 unidadesde produção que se repartem em Espanha (34), Itália (8) e na Índia (1), acrescidos de 55 MW em construção na Índia e no Peru. As suas centrais solares fotovoltaicas em funcionamento geram mais de 250 GWH por ano, o equivalente ao consumo anual médio de eletricidade de uma população de 51.000 habitantes. Em 2010, o Grupo T-Solar teve uma receita superior a 110 milhões de euros com um investimento total de 1.160 milhões de euros. Na sua fábrica de Orense, a T-Solar fabrica os maiores painéis do mercado (5,7 m2), utilizando a tecnologia de camada delgada de silício amorfo hidrogenado, a qual permite reduzir os custos e aumentar o seu rendimento. A fábrica, automatizada e com tecnologia de última geração, possui uma capacidade atual de produção que ultrapassa 50 MW por ano. Para mais informação: http://www.tsolar.com

 

FONTE T-Solar Group