Tecnologia Biométrica Avançada Facilita a Entrada de Visitantes nos Estados Unidos

16 jan, 2009, 15:12 GMT De U.S. Department of Homeland Security (DHS)

WASHINGTON, January 16 /PRNewswire/ --

O U.S. Department of Homeland Security (DHS) (Departamento de Segurança Interna) anunciou hoje que a tecnologia biométrica avançada está implementada nos mais importantes portos de entrada nos EU e que a maior parte dos visitantes internacionais devem esperar poder usar a nova tecnologia quando chegarem aos Estados Unidos. O programa US-VISIT do DHS começou a actualizou a sua tecnologia biométrica do padrão da colecção de duas para 10 impressões digitais em 2007 para tornar o processo de entrada mais fácil e mais precisa, permitindo que os funcionários do DHS concentrem a sua atenção em pessoas que possam constituir um risco para os Estados Unidos.

<<Desde 2004, que a biometria tem facilitado as viagens legais a milhões de visitantes que entram nos Estados Unidos>>, disse o director do US-VISIT, Robert Mocny. <<A actualização para 10 impressões digitais torna este sistema já comprovado ainda mais eficiente e permite a segurança do nosso país>>.

Nos últimos cinco anos, os funcionários consulares do U.S. Department State (Stgate) e os da U.S. Customs and Border Protection (CBP) recolheram informação biométrica - impressões digitais digitalizadas e uma fotografia - de todos os cidadãos não-americanos com idades compreendidas entre os 14 e os 79 anos, quando solicitam vistos ou chegam aos maiores postos de entrada dos EU. Funcionários consulares do Estado começaram a recolher 10 impressões digitais dos requerentes de vistos em 2007.

A recolha de 10 impressões digitais aumenta a precisão na comparação das mesmas e reduz a possibilidade de o sistema identificar erradamente um visitante internacional. Aumenta também a capacidade do DHS de comparar as impressões digitais dos visitantes com os dados criminais do federal Bureau of Investigation (FBI) e permite ao DHS comparar as impressões digitais dos visitantes com impressões latentes recolhidas pelo Department of Defense (DOD) e o FBI de terroristas conhecidos e desconhecidos de todo o mundo.

O programa US-VISIT do DHS, em colaboração com a CBP está a levar a actualização do departamento à recolha das 10 impressões digitais. Esta actualização é o resultado de uma parceria inter-agências entre os DHS, FBI, DOD e Estado.

A US-VISIT disponibiliza serviços de identificação biométrica às agências do governo federal, estatal e local. O serviço mais visível do programa é a recolha de dados biométricos de visitantes internacionais quando requerem vistos e entram nos Estados Unidos. Desde que o US-VISIT começou, em 2004, que a utilização da biometria pela DHS ajudou a evitar a utilização de documentos fraudulentos, a proteger os visitantes do roube de identidade e a impedir a entrada nos Estados Unidos de milhares de criminosos e infractores das leis de imigração.

FONTE U.S. Department of Homeland Security (DHS)