Última oportunidade para participar na edição de 2010 do Prémio Excelência em Jornalismo na área da Epilepsia

13 set, 2010, 09:00 BST De UCB

LISBOA, September 13, 2010 /PRNewswire/ --

- Premiar a excelência de trabalhos de jornalismo sobre epilepsia de todo - mundo é o objectivo

- 29 de Outubro de 2010 é a data final para envio dos trabalhos

O Prémio Excelência em Jornalismo na área da Epilepsia é uma iniciativa conjunto do International Bureau for Epilepsy (IBE) com a UCB, e destina-se a reconhecer e premiar jornalistas de todo o mundo, nomeadamente Portugal, que tenham desenvolvido trabalhos sobre epilepsia. A apreciação ficará a cargo de um júri internacional independente. Todos os artigos ou reportagens sobre esta temática, publicadas ou transmitidas entre 30 de Junho de 2009 e 29 de Outubro de 2010, a data limite, poderão ser inscritas nesta edição.

"Os meios de comunicação social têm um papel importante ao dar a conhecer a epilepsia, ajudando na mudança de algumas percepções negativas associadas à doença", refere Dr. Mark Porter, Médico, apresentador e membro do painel de juízes do Prémio Excelência em Jornalismo na área da Epilepsia. "O painel de juízes ficou muito satisfeito com a quantidade e qualidade dos trabalhos do ano passado e acredita que este ano os projectos jornalísticos serão ainda mais provocantes e inspiradores. Se o seu trabalho contribuiu significativamente para aumentar o conhecimento e a compreensão sobre a epilepsia, você poderá ser um dos justos vencedores deste ano."

A edição de 2010 do Prémio Excelência na área da Epilepsia é destinada a jornalistas de todos os cantos do mundo que poderão concorrer directamente ou ser nomeados. Nas três categorias existentes - Imprensa, Internet e TV - as peças serão alvo de apreciação por um painel de especialistas independentes incluindo:

    
    - Dr. Carlos Acevedo, Vice-Presidente do IBE para a região
      Latino-Americana e Editor do International Epilepsy News

    - Robert Cole, CEO, Associação de Epilepsia do Sul da
      Austrália e Territórios do Norte

    - Mike Glynn, Presidente do IBE

    - David Josephs, doente de epilepsia

    - Joachim Mueller-Jung, escritor e jornalista do Frankfurter
      Allgemeine Zeitung

    - Dr. Mark Porter, Médico de Clínica Geral, apresentador e
      correspondente médico para o The Times, GB

De acordo com Mike Glynn, Presidente do IBE, e membro do júri da edição de 2010 "a epilepsia é uma das perturbações neurológicas mais comuns, afectando mais de 50 milhões de indivíduos em todo o mundo. A experiência de viver com crises varia muito de pessoa para pessoa. No International Bureau for Epilepsy o nosso objectivo passa por ajudar a melhorar a qualidade de vida de todas as pessoas que vivem com epilepsia, dos seus familiares e cuidadores. Acreditamos que iniciativas como o Prémio Excelência em Jornalismo na área da Epilepsia podem ajudar a melhorar os serviços de apoio à epilepsia um pouco por todo o mundo".

O júri terá a responsabilidade de identificar histórias sobre epilepsia responsáveis, informativas e originais. As participações na edição de 2010 do Prémio serão avaliadas de acordo com os seguintes critérios:

    
    - Ajudou a aumentar a compreensão e conhecimento sobre a
      epilepsia
    - Deu voz a pessoas com epilepsia
    - Tratou-se de um trabalho criativo, conceptual e visualmente
      inovador
    - Foi um trabalho bem estruturado, com o processo de pesquisa bem
      implementado
    - Usou uma linguagem responsável no tratamento da temática da
      epilepsia

Para Lode Dewulf, Chief Medical Affairs Officer da UCB, "a UCB assume um compromisso continuado para fazer a diferença na comunidade ligada à epilepsia, através da concretização de programas destinados a melhorar a vida das pessoas com epilepsia. Estamos muito contentes por apoiar em dois anos consecutivos o Prémio Excelência em Jornalismo na área da Epilepsia e esperamos que a edição de 2010 continue a abrir os espaços de comunicação para as temáticas relacionadas com a doença e ajude a melhorar a vida das pessoas com epilepsia, tanto daqueles que vivem com a doença como de todos os outros que acompanham e se preocupam com estas pessoas. Os media têm a capacidade de atingir milhões de pessoas e assim podem desempenhar um papel fundamental na redução do medo e do estigma que ainda rodeia a epilepsia. Para nós é um prazer continuarmos, em parceria com a IBE, a premiar as melhores reportagens jornalísticas nesta área."

Para concorrer:

Os trabalhos e o formulário de participação deverão ser remetidos, por correio ou e-mail para:

    
    Journalism Award
    PO Box 64191
    Londres
    WC1A 9EN
    Reino Unido

ou e-mail: journalismawards@excellenceinepilepsy.com

A data final para entrega dos trabalhos é o dia 29 de Outubro. Para mais informação ou solicitar um formulario de participação deverá consultar: http://www.ibe-epilepsy.org/activities/excellence-in-journalism-award. Algumas restrições relativas a este prémio de jornalismo poderão ser aplicadas caso existam regulamentos ou leis locais que não permitam a concretização do mesmo.

Sobre a epilepsia (1,2)

A epilepsia é uma perturbação neurológica crónica que, actualmente afecta 50 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 50 mil doentes em Portugal. Uma crise é o resultado de um distúrbio temporário na actividade eléctrica do cérebro. O diagnóstico de epilepsia existe quando se verificam crises repetidas (vulgarmente designadas de acessos ou ataques) durante um determinado período da vida de uma pessoa. Existem diferentes tipos de crises e sintomas de epilepsia. Como tal é importante proceder a uma correcta avaliação, diagnóstico e definição do tratamento.

Sobre o IBE

O IBE é uma organização de voluntários e profissionais interessados nos aspectos médicos e não médicos da epilepsia fundada há cerca de 50 anos. O IBE está atento a problemas sociais como é o caso da educação, emprego, segurança, restrições nas cartas de condução e consciencialização do público em geral e desenvolve um conjunto de importantes iniciativas destinadas a melhorar a qualidade de vida das pessoas com epilepsia e respectivas famílias. www.ibe-epilepsy.org/aboutus

Sobre a UCB

A UCB (Bruxelas, Bélgica) - www.ucb-group.com - é um líder mundial na indústria biofarmacêutica que se dedica à investigação, desenvolvimento e comercialização de produtos farmacêuticos e biotecnológicos inovadores nas áreas do sistema nervoso central e sistema imunitário. A UCB conta hoje com mais de 9.000 colaboradores em mais de 40 países, investindo cerca de 25% do seu volume de negócios em investigação e desenvolvimento.

Referências

1. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs999/en/

[accessed 12th August 2010]

2. Epilepsy Foundation. Epilepsy and Seizure Statistics. http://www.epilepsyfoundation.org/about/

[accessed 12th August 2010]

FONTE UCB