Uma Chamada às Armas: Lançamento de livro sobre as Cibercompetências

28 jul, 2010, 13:33 BST De Digital Europe

BRUXELAS, July 28, 2010 /PRNewswire/ --

- Os decisores europeus chamaram às armas todos os cidadãos possuidores das ferramentas para competir na era digital no novo livro "O Manifesto das Cibercompetências - Uma Chamada às Armas", lançado por ocasião da Cimeira Europeia de Negócios, em Bruxelas.

'O Manifesto das Cibercompetências - Uma Chamada às Armas, da autoria de Ade McCormack - colunista do Financial Times, consultor e comentarista do mercado das TIC - faz hoje a sua estreia europeia. Ressaltando as forças, as oportunidades e os desafios que se apresentam à Europa, o livro é universalmente endossado pelo sector da indústria das tecnologias digitais como um notável texto de referência para os responsáveis e decisores políticos.

"Esta obra com base científica presta orientações aos decisores na abordagem a uma questão que é central à capacidade da Europa para construir uma cultura de inovação e uma sociedade digital plenamente inclusiva", afirma Bridget Cosgrave, Directora-Geral da DIGITALEUROPE.

"Qualquer responsável público que valorize o desenvolvimento de jovens talentos e a edificação de uma cultura da inovação na Europa deve ler "O Manifesto das Cibercompetências - Uma Chamada às Armas", diz Jan Muehlfeit, Presidente da Microsoft Europa. "Figuras de proa nos governos, na educação, na política, na investigação e na indústria descrevem os compromissos necessários para preparar os cidadãos europeus para que enfrentem os desafios da era digital."

"Este Manifesto coloca firmemente as Cibercompetências como uma questão prioritária para as Instituições Europeias e os Estados-Membros, delineando a relação entre literacia digital, competitividade, aumento de produtividade e criação de emprego", acrescenta Muehlfeit.

"Este livro é um apelo à acção para que os decisores aproveitem talentos, alavanquem oportunidades e permitam a todos os cidadãos europeus que se envolvam plenamente na sociedade digital global," conclui Muehlfeit.

"Nunca é de mais enfatizar a importância do desenvolvimento das Cibercompetências. O aumento de produtividade exige que os cidadãos europeus não só adquiram competências digitais para o trabalho e estudos que actualmente conduzem, mas que se equipem com as ferramentas necessárias a lidar com o ritmo da revolução digital que permeia todas as culturas e sociedades," declara Johan Deschuyffeleer, Vice-Presidente Principal, Serviços Tecnológicos EMEA, HP.

"McCormack encoraja as partes interessadas a reexaminarem as formas como as empresas, os sistemas educativos e os governos europeus abordam o desenvolvimento de competências ao longo da vida. Para que as empresas e a sociedade europeias beneficiem, numa época competitiva, aqueles que lutam pela excelência serão os vencedores. O Manifesto das Cibercompetências oferece uma visão para que a Europa se mantenha a par e ganhe a liderança da competição," explica Deschuyffeleer.

"A Motorola saúda 'O Manifesto das Cibercompetências' e apoia firmemente a sua "chamada às armas". No princípio deste ano, a Semana Europeia das Cibercompetências revelou-se um enorme sucesso; contudo, precisamos de manter - ímpeto a níveis elevados, tanto no plano europeu como nacional, de modo a garantir que todos os cidadãos europeus estejam apetrechados com as competências tecnológicas necessárias para se lançarem na revolução digital," realça Karen Tandy, Vice-Presidente Principal, Assuntos Públicos & Comunicações, Motorola.

Fim

Para descarregar "O Manifesto das Cibercompetências, Uma Chamada às Armas", queira visitar: http://eskills-week.ec.europa.eu/e-skills_Manifesto

O Manifesto das Cibercompetências foi produzido pela DIGITALEUROPE e pela European Schoolnet, como parte da Semana Europeia das Cibercompetências, apoiada pela Comissão Europeia.

FONTE Digital Europe