Vai iniciar-se a Fase 1 de Estudos Clínicos da Cardiotrofina-1

16 mar, 2011, 10:00 GMT De Digna Biotech

MADRID e OEIRAS, Portugal, March 16, 2011 /PRNewswire/ -- A Digna Biotech e a Biotecnol (o Consórcio) anunciaram hoje que a Agência Reguladora Médica Espanhola autorizou o início da Fase 1 de Estudos Clínicos da Cardiotrofina-1 (CT-1) em voluntários saudáveis. O estudo irá decorrer no Hospital Universitário de Hierro de Majadahonda em Madrid e na Clínica Universidade de Navarra em Pamplona e irá incluir 33 voluntários saudáveis.

Investigadores do Centro de Pesquisa Médica Aplicada (CIMA) descobriram que a CT-1 consegue estimular a regeneração hepática após a hepatectomia parcial, bem como defender o fígado contra lesões por isquémia-reperfusão quente. Também protege os hepatócitos da morte durante uma situação de falha hepática grave. Com base nestes dados, o CIMA obteve a propriedade intelectual da CT-1 para a respectiva utilização em doenças hepáticas. O desenvolvimento pré-clínico da CT-I foi possível graças ao apoio financeiro da ClaveSuan, do Centro para o Desenvolvimento Industrial e Tecnológico (CDTI) e do Governo de Navarra.

O Consórcio assinou um acordo de Licenciamento e Opção Exclusiva com a Genentech, Inc (uma subsidiária detida integralmente pelo Grupo Roche) em Setembro de 2009.

Acerca da Cardiotrofina-1

A CT-1 é um membro da família interleucina (IL) 6 das citoquinas. Os nossos estudos demonstraram que a administração de CT-1 recombinante produz um efeito hepatoprotector claro em vários modelos animais de falha hepática e induz a regeneração do fígado em modelos de hepatectomia parcial.

A CT-1 já recebeu o estatuto de medicamento órfão (EU/3/06/396) pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e pela Agência Americana de Alimentos e Medicamentos (FDA) para a prevenção de lesões por isquémia/reperfusão associadas ao transplante de órgãos sólidos. Obteve igualmente o estatuto de medicamento órfão pela FDA, para o transplante hepático.

Acerca da CIMA e da Digna Biotech

A CIMA (Universidade de Navarra) aproxima a investigação pura da respectiva aplicação clínica, executando trabalhos científicos de alta qualidade ao serviço da Humanidade no combate a doenças que causam grande sofrimento e para as quais ainda não foi descoberta cura.

A Digna Biotech é uma empresa de biotecnologia concentrada no desenvolvimento de produtos originados pela CIMA. Actualmente, a carteira da Digna inclui outros dois produtos sob desenvolvimento clínico: o P144 e o interferão alfa-5.

Acerca da Biotecnol

A Biotecnol é uma empresa de biotecnologia em desenvolvimento, vocacionada especialmente para terapêuticas inovadoras baseadas em anticorpos para o tratamento de doenças potencialmente letais, como o cancro. Detém um formato de anticorpo proprietário denominado Tribodies(TM).

Estão disponíveis mais informações em http://www.cima.es; http://www.dignabiotech.com e http://www.biotecnol.com.

FONTE Digna Biotech