WISE e EdTedXGlobal lançam o primeiro inventário global de Makers & Shakers em Educação Tecnológica

14 jun, 2016, 13:23 BST De WISE

DOHA, Qatar, June 14, 2016 /PRNewswire/ --

 

  • Quatro inovadores latino-americanos, provenientes do Brasil, Guatemala, Uruguai e Venezuela, entre os 50 melhores do mundo em Educação Tecnológica
  • O brasileiro Rodrigo Baggio, fundador do Centro para a Inclusão Digital, uma ONG que procura capacitar pessoas para combater a pobreza, estimular o empreendimento e criar agentes de mudança através do uso das TIC, é um dos líderes selecionados

A cúpula mundial da inovação para a educação (WISE), iniciativa global dedicada à inovação e colaboração na educação, e a EdTechXGlobal, organizadores da EdTechXEurope (conferência sobre tecnologia centrada na educação), lançaram o Índice dos Makers & Shakers do setor da educação tecnológica, a primeira listagem mundial e abrangente de inovadores em EdTech.

Este índice internacional contem os 50 líderes de opinião EdTech mais inovadores, organizados em quatro regiões geográficas (Europa, América, Oriente Médio e África do Norte, e Ásia). O índice de 2016 destaca essas personalidades que introduziram formas criativas de aprendizagem através do jogo, construção ou design interativo, utilizando tecnologias digitais e informação relativa às necessidades dos mercados de trabalho atuais. Entre eles, destacam-se os projetos desenvolvidos na América Latina pelo guatemalteco Luis von Ahn, o venezuelano Andrés Moreno, o uruguaio Miguel Brechner e o brasileiro Rodrigo Baggio.

Rodrigo Baggio é o fundador e presidente do CDI (Centro para a Inclusão Digital), uma ONG internacional com sede no Brasil, que procura capacitar pessoas para combater a pobreza, estimular o espírito empresarial e criar agentes de mudança, através do uso das TIC.  O CDI, pioneiro na inclusão digital na América Latina, apoia 842 CDI Centros comunitários em 15 países da América Latina e Europa, e em 20 anos teve impacto em mais de 1,64 milhões de pessoas. Atualmente, Baggio mora em São Francisco, Estados Unidos, onde dirige novos projetos para o desenvolvimento no campo da iniciativa empresarial social e da tecnologia, em associação com organizações globais como a Ashoka, onde havia trabalhado anteriormente como Senior VP.

Vencedor de numerosos prêmios em todo o mundo concedidos por organizações como a UNICEF, UNESCO, CNN e o Fórum Econômico Mundial, entre outras. Foi também considerado um dos 50 líderes latino-americanos que marcarão a diferença no terceiro milênio (revista Time) e uma das 10 personalidades mundiais eleitas como uma das Vozes Principais no campo do desenvolvimento econômico (CNN, Time e Fortune), juntamente com o Prêmio Nobel Muhammad Yunus e o professor e economista Jeffrey Sachs.

Antes do CDI, Rodrigo Baggio trabalhou como especialista em Inteligência Artificial para a Accenture e gerenciou os programas de Educação "Reinventar" da IBM. Teve a ideia de utilizar computadores para promover a inclusão social e de lançar iniciativas como a primeira campanha de doação de equipamentos informáticos no Brasil. Em 1995, fundou a primeira Escola de Direitos do Cidadão em Tecnologia da Informação em um dos bairros carenciados do Rio de Janeiro.

A lista inicial de Makers & Shakers foi desenvolvida pela WISE e pela EdTechXGlobal. A lista final de 50 nomes foi selecionada por 15 membros do comitê consultivo global, composto por líderes da indústria provenientes da Fundação Bill & Melinda Gates, Google for Education, IDEO, IBIS Capital, Kaizen Private Equity, Saiba Capital, LinkedIn, Times Higher Education, e TES global.

O comitê consultivo avaliou cada nome proposto com base em critérios como a visão individual, a inovação disruptiva, impacto e contribuição. Os Makers foram definidos como estrelas em ascensão da tecnologia da educação, que inovam e ultrapassam barreiras para atingir o sucesso futuro; os Shakers são líderes consolidados em suas regiões, inspirando a mudança EdTech em todo o mundo.

Segundo Stavros N. Yiannouka, CEO da WISE, "através deste índice, a WISE procura apoiar indivíduos criativos que trabalhem arduamente para alcançar um impacto socioeconômico positivo através da educação".

Por sua vez, Benjamin Vedrenne-Cloquet, co-fundador da EdTechXGlobal, compara os indivíduos presentes no índice global Makers & Shakers da Tecnologia da Educação a estrelas do Rock Social do Século XXI. O índice premeia o talento, a criatividade, o impacto e a influência na educação ".

O ranking completo está disponível em: http://makersxshakers.com

Sobre o Índice de Makers & Shakers em Educação Tecnológica: 

As equipes da WISE e do EdTechXGlobal pré-selecionaram 25 nomes por região para as categorias de Makers of Education and Technology e Shakers of Education and Technology. Para chegar à lista final de 50 Makers & Shakers por região o Comitê Consultivo pontuou cada nome proposto com base nos seguintes critérios (pontuados de 1 a 4, representando o 4 a pontuação máxima):

  • Visão individual. O indivíduo demonstra uma visão energética e original sobre o papel da tecnologia na educação.
  • Inovação disruptiva. A iniciativa(s) lançada pelo indivíduo constitui uma solução criativa e disruptiva para o desafio da educação, através do recurso à inovação no uso da tecnologia, design, metodologia e/ou prática. O indivíduo oferece novas formas de aprendizagem distinguindo-se dos outros em matérias similares.
  • Impacto e contribuição para a educação. O impacto do indivíduo no campo da EdTech foi reconhecido e documentado como sendo positivo para os seus beneficiários bem como para a sociedade em geral.

FONTE WISE