Local budista sagrado e histórico é restaurado na China pelo Drukpas

20o stupa de Ashoka do mundo é encontrado e restaurado para voltar à sua antiga glória

Sua Santidade Gyalwang Drukpa instala a maior estátua de Buda do mundo

Jul 24, 2012, 08:00 ET from Drukpa

NOVA DELI, 24 de julho de 2012 /PRNewswire/ -- O Drukpa Buddhists, encabeçado pelo líder espiritual, Sua Santidade Gyalwang Drukpa (SSGD), concluiu a enorme tarefa de restaurar o local budista sagrado e histórico em Nangchen, China. O processo de restauração e embelezamento aconteceu durante os últimos 5 anos sob condições climáticas adversas. Sua Santidade supervisionou esse gigantesco trabalho de restauração, realizado completamente com os esforços de mestres, discípulos e patrocinadores da linhagem Drukpa. O local restaurado foi inaugurado pela Sua Santidade Gyalwang Drukpa.

(Foto: http://photos.prnewswire.com/prnh/20120723/543830 )

Também conhecida como Gomde ou "morada dos meditadores", Nangchen já produziu gerações de reis Dharma, estudiosos exemplares e monges, iogues e praticantes altamente qualificados, a maioria pertencente à ordem budista Drukpa.

SSGD estabeleceu a estátua de Buda Amitaba nesse local histórico durante sua visita apolítica e puramente cultural a Nangchen. A estátua é a maior do mundo, feita completamente de uma mistura de ouro e bronze. A visita à China ajudará a conectar e aproximar os dois mundos, Índia e China. Ele foi acompanhado por uma grande delegação de dignitários budistas e líderes culturais da Índia e de outros países, incluindo o Dr. BK Modi, o Sr. Arjun Pandey e Michelle Yeoh.

A visita incorpora o espírito de "viver para amar" (Live to Love): construir pontes e trabalhar juntos para criar um mundo melhor, levando a mensagem de "paz mundial, harmonia e prosperidade".

O local restaurado também abriga o stupa de Ashoka, um dos 84.000 construídos por Ashoka, o Grande, há mais de 2.000 anos. Os stupas de Ashoka possuem uma importância histórica enorme: o emblema indiano é uma adaptação do capitel do leão derivado da stupa de Ashoka em Sarnath (Índia), e o "chakra" na bandeira indiana também deriva da stupa de Ashoka. Historicamente, as stupas simbolizam a expansão e influência do império do rei Ashoka, a quem é atribuída a propagação do budismo na Ásia.

Sua Santidade também aproveitou essa oportunidade para visitar os refugiados do terremoto que atingiu a região em abril de 2010, levando alívio e apoio.

Sobre o Drukpa Buddhists
O Drukpa Buddhists segue a filosofia da tradição budista Mahayana, isto é, a filosofia de "iluminar-se para o benefício dos demais".  "Druk" em tibetano significa "dragão", e também se refere ao som dos trovões.

Acesse: www.drukpa.org  

Para mais informações à imprensa, entre em contato com:
Shreeya Roy, Live to Love
communications@drukpa.com; Celular: 9350335761

FONTE  Drukpa

FONTE Drukpa

SOURCE Drukpa



RELATED LINKS

http://www.drukpa.org