No comunicado de notícias - Senador dos EUA reconhece esforços de conservação de Wenliang Wang - lançado em 23 de julho de 2015, via PR Newswire, avisamos que, como fonte, a organização emissora da notícia deveria ter dito "China Dandong Yalu River Estuary Wetland Gushan Protection Station", em vez do "Mr. Wenliang Wang", como original e inadvertidamente informado. Segue o release completo e corrigido:

Senador dos EUA reconhece esforços de conservação de Wenliang Wang

WASHINGTON, 23 de julho de 2015 /PRNewswire/ -- Em 22 de junho, o senador dos Estados Unidos e antigo líder da maioria, Harry Reid (D-NV), reconheceu o Sr. Wenliang Wang, diretor do China Rilin Industrial Group, por seus esforços de conservação para restaurar a zona úmida do estuário do Rio  Yalu, em Dandong, na China. Esta zona úmida, que cobre mais de 200.000 acres, é considerada como de "grande importância, como uma área de alimentação e repouso para centenas de milhares de aves migratórias e pernaltas de todo o mundo", de acordo com a Reserva Natural Nacional da Zona Úmida de Dandong do Estuário do Rio Yalu,

Foto- http://photos.prnewswire.com/prnh/20150722/240588
Foto- http://photos.prnewswire.com/prnh/20150722/240589

O senador disse: "Senhor Presidente, levanto-me hoje para reconhecer o empreendedor e filantropo, Wenliang Wang, por seu empenho e dedicação para a restauração de uma das zonas úmidas mais impressionantes do mundo, a zona úmida de Dandong do estuário do Rio Yalu, na China".

Reid continuou, dizendo que foram os "esforços particulares e a conexão pessoal com a área [Dandong]", do Sr. Wang, "que o influenciou a investir milhões de dólares na restauração da zona úmida de Dandong no Estuário do Rio Yalu".

De acordo com a Reserva Natural Nacional da Zona Úmida de Dandong do Estuário do Rio Yalu, há aproximadamente cinco milhões de aves peraltas de 55 tipos que voam por 20 países e regiões, do Alasca à Sibéria, em direção ao sul e através do leste e do sudeste da Ásia, rumo à Austrália e à Nova Zelândia. A zona úmida fica a 1.860-3.100 milhas da área de reprodução, no Alasca e Sibéria, e 3.100-3.728 milhas da Austrália e Nova Zelândia, onde aves peraltas passam seus invernos. É o local mais próximo da tundra do Polo Norte para aves peraltas obterem comida suficiente antes de irem para as zonas de reprodução. Seguindo-se à sua restauração, a zona úmida se tornou uma das mais habitadas dessa rota migratória, com mais de um milhão de aves passando o inverno, de passagem ou fazendo dela o seu habitat, devido à sua locação única, ambiente favorável à ecologia e abundância de recursos alimentares.

Em março de 2007, na Nova Zelândia 12 fuselos com o rótulo "E7" receberam, pela primeira vez, aparelhos GPS de rastreamento por satélite para monitorar suas atividades. Em 17 de março de 2007, o E7 deixou Miranda, na Nova Zelândia, voou sete dias sem parar por 6.342 milhas e alcançou a zona úmida de Dandong do estuário do Rio Yalu. Este foi o mais longo voo sem parada já registrado de aves migratórias. No caminho, havia diversos lugares adequados onde o E7 poderia ter pousado, mas eles escolheram desviar-se desses e continuarem rumo à zona úmida, uma vez que fuselos possuem alta lealdade a seus locais de repouso. Pelas próximas cinco semanas, o E7 residiu na zona úmida para preparar seu voo para o Alasca, que foi registrado em 1 de maio de 2007. Atualmente, há 250 tipos de aves e 76 tipos de peixe, 103 diversas espécies de anfíbios e mamíferos e 365 diferentes plantas na zona úmida.

Em termos de seu papel na conservação, a zona úmida também se tornou um popular polo de alimentação e repouso para uma das aves mais raras do mundo, a gaivota de Saunders.  Há somente 7.000 dessas aves no mundo e 2.600 fizeram da zona úmida o seu habitat. Em 2014, a Wetlands International premiou a zona úmida de Dandong do estuário do Rio Yalu com o título "Best Station for Plover Snipes".

Ao longo da última década, o Sr. Wang fez do Porto de Dandong um dos portões mais importantes para o nordeste da China, com uma capacidade anual de 138 milhões de toneladas métricas. Sua empresa é a maior pagadora de impostos em Dandong, uma cidade com uma população de aproximadamente 2,5 milhões.

Adicionalmente, os interesses empresariais do Sr. Wang expandiram-se para diferentes setores, incluindo tornar-se uma das maiores compradoras de soja e milho dos EUA e Brasil para produzir óleos de soja de alta qualidade para os mercados chineses. O Sr. Wang deu dezenas de milhões para diversas universidades, incluindo Harvard e a Universidade de Nova York (NYU) aqui nos EUA, bem com 30 escolas e 1.000 residências, anualmente, em áreas carentes da China. Recentemente, o Sr. Wang fez o compromisso de investir milhões de dólares para criar mangues nos EUA, Brasil e China, num esforço de salvar nossa costa e restaurar as zonas úmidas.

"Eu aplaudo o Sr. Wang por seu esforço em proteger a internacionalmente significativa zona úmida de Dandong do estuário do Rio Yalu e desejo a ele o melhor em seu continuo esforço para proteger nosso meio ambiente e restaurar esses sítios importantes, disse o senador Reid.

FONTE China Dandong Yalu River Estuary Wetland Gushan Protection Station

SOURCE China Dandong Yalu River Estuary Wetland Gushan Protection Station