2014

A UE define a proibição de testes de cosméticos em animais Os pioneiros da campanha, The Body Shop e a organização Cruelty Free International, comemoram após 20 anos de militância

LONDRES, 30 de janeiro de 2013 /PRNewswire/ -- Depois de mais de 20 anos de campanha, o varejista de beleza eticamente correto, The Body Shop, e a organização sem fins lucrativos Cruelty Free International estão, finalmente, comemorando o fim dos testes de cosméticos em animais na Europa, com o anúncio antecipado de que a importação e a venda de cosméticos testados em animais será proibida na UE a partir de 11 de março de 2013.

(Foto: http://photos.prnewswire.com/prnh/20130130/591114 )

Esta vitória revolucionária significa que, a partir 11 de março, qualquer pessoa que pretenda vender novos produtos e ingredientes cosméticos na UE não poderá testá-los em animais em nenhum lugar do mundo. A proibição afeta todos os cosméticos, inclusive produtos de higiene pessoal e produtos de beleza, do sabonete ao creme dental. The Body Shop é uma das poucas marcas de beleza que não será afetada pela proibição, tendo sempre sido contra os testes em animais.

 A loja The Body Shop e a organização Cruelty Free International estão lançando uma série de atividades comemorativas especiais, na contagem regressiva até 11 de março, informados pela confirmação pessoal do Comissário Tonio Borg de que a proibição acontecerá conforme o proposto.  Tonio Borg escreveu, numa carta recente aos ativistas de experimentação animal, "Acredito que a proibição deverá entrar em vigor em março de 2013, pois o Parlamento e o Conselho já decidiram. Não estou, portanto, a propor que a proibição seja adiada ou revogada".

A proposta de proibição transmite uma mensagem forte ao mundo todo, em apoio a produtos de beleza sem crueldade e, em especial, a países como a China, que ainda exigem que os cosméticos sejam testados em animais, para que também responda e proíba tais testes.

 A diretora executiva da Cruelty Free International, Michelle Thew, disse: "Este é realmente um evento histórico e o fim de mais de 20 anos de campanha.  Agora aplicaremos a nossa determinação e visão em um palco global, para assegurar que o resto do mundo siga o mesmo caminho".

Paul McGreevy, diretor de valores internacionais da loja The Body Shop, prestou uma homenagem aos clientes que têm apoiado a campanha da empresa contra os testes de cosméticos em animais há muitos anos, dizendo: "Esta grande conquista na Europa é apenas o encerramento de um capítulo. O futuro da beleza deve ser sem crueldade".

Em 1991, a BUAV (fundadora da Cruelty Free International) estabeleceu a Coligação Europeia para a Abolição das Experiências com Animais em toda a Europa (ECEAE), com o objetivo de acabar com os testes de cosméticos em animais. Isso desencadeou uma campanha pública e política de ampla divulgação em toda a Europa, por mais de 20 anos.  Em 1993, The Body Shop, a primeira empresa de produtos de beleza a tomar medidas acerca de testes de cosméticos em animais, apoiou a campanha, conseguindo o apoio de seus consumidores em toda a Europa. Três anos mais tarde, em 1996, Anita Roddick, fundadora da The Body Shop, juntou-se aos membros da ECEAE e MEPs na apresentação de uma petição contendo 4 milhões de assinaturas para a Comissão Europeia.

Em 2012, a BUAV estabeleceu a Cruelty Free International, a primeira organização mundial dedicada a banir os testes de cosméticos em animais no mundo. A The Body Shop e a Cruelty Free International lançaram juntas uma nova campanha internacional que, até o momento, conta com clientes de 55 países assinando um compromisso global de apoiar o fim dos testes de cosméticos em animais.

Imagens e informações básicas: http://www.crueltyfreeinternational.org/en/a/Cruelty-Free-International-The-Body-Shop-campaign-history-and-images

Notas:

A proibição da UE sobre a importação e venda de produtos testados em animais foi planeada em 2009. No entanto, muitas empresas de produtos de beleza esperavam que a proibição fosse adiada ou revogada.  Contudo, o novo Comissário Europeu da Saúde e Defesa do Consumidor, Tonio Borg, confirmou, numa recente carta, que a proibição continua.

"Eu acredito que a proibição entrará em vigor em março de 2013, pois o Parlamento e o Conselho já decidiram. Não estou, portanto, planejando a propor que a proibição seja adiada ou revogada. Esta decisão significa também que temos de intensificar os nossos esforços para o desenvolvimento, validação e aceitação de métodos alternativos, bem como o reconhecimento internacional desses métodos. Eu sei que a ECEAE tem sido uma parceira valiosa e experiente nessas áreas e conto com seu futuro apoio".

A diretora executiva da Cruelty Free International, Michelle Thew, encontrar-se-á com o Comissário Tonio Borg na quarta-feira, 30 de janeiro, em nome da Coligação Europeia para a Abolição das Experiências com Animais (ECEAE), para discutir a implementação da proibição.

media@crueltyfreeinternational.org  Tel.: +44-(0)-7850-510-955/+44-(0)207-619-6978

FONTE  Cruelty Free International

FONTE Cruelty Free International

SOURCE Cruelty Free International



More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.