Almoço-Debate LIDE: Ministro da Saúde garante que haverá redução de 40% no tempo de análise de novos medicamentos

SÃO PAULO, 25 de março de 2013 /PRNewswire/ -- Alexandre Padilha, ministro da Saúde, afirmou durante almoço-debate hoje que "o Sistema de Registro Eletrônico de Medicamentos trará redução no prazo de análise da Anvisa, estimulando a produção e se igualando ao FDA americano. Serão contratados 314 servidores sendo 80% para área registro de medicamentos e agilizar o processo a partir de abril". O evento, promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, debateu com empresários Saúde Pública: Desafio de Melhorar e Inovar e reuniu 328 participantes em São Paulo. Padilha também afirmou ser favorável e um grande incentivador da desoneração de impostos dos medicamentos

Tempo de espera - "Estamos investindo em novas tecnologias para reorganizar a taxa de ocupação". Padilha alega que o Ministério de Saúde monitora online os principais hospitais que fazem parte do grupo de urgência/emergência e este monitoramento trouxe redução no tempo de espera e diminuição de perdas nas farmácias dos hospitais.

Falta de médicos - "Temos forte mercado para médico já que para cada 1,5 vaga formal temos apenas um profissional". Padilha lembra que é preciso ter programa que estimule o médico a trabalhar nos bairros mais podres ou nas cidades mais distantes.

Questionado sobre a dicotomia existente entre o sistema público e privado o ministro foi enfático: "a dicotomia é um atraso". "O SUS não sobreviveria sem os hospitais privados e filantrópicos. A saúde suplementar aprende muito com a pública como no caso do médico da família e o público aprende com o privado na tecnologia para gestão de hospitais. O que importa é atender bem a população", finaliza.

Sobre a questão de as Santas Casas prometerem parar atendimento em Abril, o ministro disse que se estivesse na direção delas, aproveitaria para utilizar mais os recursos do Ministério da Saúde. "Se a Santa Casa quer ser 100% SUS, recebe 20% mais por procedimento; se participa de programa de transplantes, mais 60%".

Eleições – Questionado se é candidato ao governo de São Paulo, Padilha disse apenas que "não tem nada que me honre mais do a missão que a presidente Dilma me deu". "Tenho que ficar muito focado na solução dos problemas da saúde e meu desejo é ficar até o final do mandato como ministro. Tenho certeza que ela vai ganhar a eleição e se quiser me manter no cargo, vou aceitar", afirmou.

Mais informações: Rose Rocharose-rocha@cdn.com.br  (11 3643.2952)

 

FONTE LIDE - Grupo de Líderes Empresariais

SOURCE LIDE - Grupo de Líderes Empresariais




Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.