Ambição da UTZ Certified para 2022: Metade da Produção Mundial de Café, Cacau e Chá Sustentável

Seminário de 10. aniversário, "De Olho no Futuro", em Amsterdã, define rumos

Oct 11, 2012, 17:41 ET from UTZ CERTIFIED

AMSTERDÃ, 11 de outubro de 2012 /PRNewswire/ -- 50% da produção mundial total de café, cacau e chá deveria ser tornada sustentável na próxima década. Esta é ambição que a UTZ Certified anunciou em seu seminário de 10. aniversário 'Eye on the Future' ('De olho no futuro') que teve lugar ontem, em Amsterdã, Holanda. A assembléia reuniu diferentes participantes para discutir a UTZ e o futuro papel e posição do programa no âmbito da certificação.

A UTZ Certified objetiva expansão futura ao aumentar a escala, ampliar o empenho do setor e, acima de tudo, construir uma sólida rede de agricultores, sociedade civil, ONGs e outros participantes relevantes da cadeia fornecedora. Ao combinar alta tecnologia com a força da natureza, a UTZ tenciona desenvolver práticas agrícolas mais resilientes, aumentar a produção , reduzir a pegada e melhorar o sustento dos produtores.

Capacitação melhorada

Ao mesmo tempo em que aplaudiram os sucessos até então alcançados pela UTZ e seus parceiros, renomados especialistas da área da sustentabilidade destacaram os desafios à frente desta empreitada. Kamau Kuria, da Coffee Management Systems, e Korotoum Doumbia, da CEMOI,  foram claros em sua visão dos desafios enfrentados pelos plantadores de café e cacau em Gana e na Costa do Marfim:  acesso a meios financeiros, melhoria da capacitação e mais alcance para os pequenos produtores são fundamentais para a melhoria de suas vidas.

Tornando o impossível, possível

Heather Mak, co-autora de Signed, Sealed…Delivered? (Assinado, Selado…Entregue?), afirmou que um certo nível de harmonização de padrões e  rótulos para todo o setor poderia ser útil para um atendimento cada vez maior das necessidades dos produtores. Nicko Debenham, diretor de Desenvolvimento e Sustentabilidade da Armajaro, destacou a importância dos sistemas de rastreabilidade, foco no impacto e estreito cumprimento das exigências. Gunter Pauli, autor de Blue Economy (Economia Azul), fez um forte apelo para sempre tornar o impossível, possível, como por exemplo aumentar a renda dos agricultores a partir da permissão para que eles plantem cogumelos sobre os resíduos do café. Enquanto destacou a importância vital da água potável e da alta proteção do solo, como parte e parcela dos padrões de certificação, ele sublinhou o importante papel que a UTZ deve continuar a desempenhar no atendimento das necessidades dos produtores.

Plantio sustentável como norma

O diretor da UTZ Certified, Han de Groot, concluiu que, enquanto de fato focará na melhoria do sustento dos produtores, a UTZ investirá em mais crescimento, tanto em volumes quanto em impacto, de modo a fazer do plantio sustentável, a norma.

FONTE  UTZ CERTIFIED

FONTE UTZ CERTIFIED

SOURCE UTZ CERTIFIED