CAF entra nas Nações Unidas

-- A instituição financeira multilateral recebeu a condição de Observador na Assembléia Geral das Nações Unidas.

Dec 21, 2012, 19:13 ET from CAF

NOVA YORK, 21 de dezembro de 2012 /PRNewswire/ -- A Assembléia Geral das Nações Unidas concedeu hoje a condição de Observador ao CAF na sua qualidade de banco de desenvolvimento da América Latina. A decisão foi adotada com o determinado estímulo de todos os países da América Latina e do Caribe e o apoio dos 193 Estados-membros do Fórum.

"O CAF consolidou-se nos últimos anos como um banco de desenvolvimento para a América Latina e o Caribe. Esta nova dimensão nos coloca como um personagem regional que desempenha um papel gravitante para promover a integração e o desenvolvimento sustentável assim como a inclusão no âmbito internacional, pelo qual havia chegado o momento da nossa incorporação às Nações Unidas", destacou o presidente executivo da instituição financeira multilateral, Enrique García.

"Desta maneira, o CAF continua construindo pontes entre a América Latina e o resto do mundo", acrescentou García.

A participação do CAF como observador na Assembléia Geral permitirá que seja feito um acompanhamento mais ativo das questões fundamentais que são abordadas nesse fórum e que são consubstanciais à sua missão de promover o desenvolvimento sustentável e a integração regional.

Também favorecerá o fortalecimento das relações com os órgãos que fazem parte do Sistema das Nações Unidas para uma coordenação mais eficaz de programas e atividades em assuntos de interesse comum.

A Assembleia Geral é o organismo deliberativo, de formulação de políticas e de representação da ONU. Os observadores são convidados a participar e têm direito a voz em suas sessões. Vale destacar que mais de 60 organizações internacionais são qualificadas como observadores, entre as quais estão instituições financeiras multilaterais como o BID e o Banco Asiático de Desenvolvimento.

FONTE  CAF

FONTE CAF

SOURCE CAF