Gran Colombia anuncia melhores resultados até hoje na perfuração em mineralização de zona profunda no Projeto Marmato

TORONTO, 11 de outubro de 2012 /PRNewswire/ -- A Gran Colombia Gold Corp. (TSX: GCM) tem o prazer de anunciar os resultados de sua última perfuração subterrânea em zona profunda em seu Projeto Marmato, na Colômbia. Os destaques da perfuração MT-1500 incluem 1,6 gramas por tonelada de ouro e 1,5 gramas por tonelada de prata em 618 metros de perfuração. A perfuração tem ainda 16,9 metros com 35,2 gramas por tonelada de ouro, com uma seção de 1,8 metro contendo 159 gramas por tonelada de ouro, de uma profundidade de 872 metros. Essa mineralização profunda de alto teor é associada, principalmente, com uma zona com diversos veios estreitos de quartzo, subparalelo ao eixo testemunho de sondagem, com uma largura verdadeira de cerca de 4,4 metros, o que mostra diversos pontos de ouro visível em todo o intervalo.

A conclusão do atual programa de perfuração em zona profunda em Marmato produziu diversas interseções profundas de ouro, que estendem as tendências da mineralização para aproximadamente 700 metros abaixo do limite do atual perfil preliminar da jazida e é aberta em profundidade. A mineralização profunda tem um mínimo de 200 metros de largura e se amplia para mais de 600 metros de profundidade e é aberta ao longo da direção da camada (strike), nas duas direções. Por favor, consulte o Anexo 1 deste comunicado à imprensa para ver uma amostragem geológica representativa e ilustrativa, uma cópia da qual também está disponível no website da Gran Colombia em www.grancolombiagold.com.

O copresidente-executivo da Gran Colombia Gold, Serafino Iacono, comentou: "Os resultados dessa última perfuração atingiram mais de 700 metros abaixo do atual limite inferior estimado de nossa opção de jazida aberta e indicam uma segunda zona de mineralização, formando um corpo profundo que pode ser adequado para mineração subterrânea. Combinada com mais de 14 milhões de onças de ouro em nossa atual Estimativa de Recursos Minerais (Mineral Resource Estimate), o Projeto Marmato é um dos mais ricos e inexplorados projetos de ouro no mundo. A Gran Colombia continua a explorar o significado da mineralização de zona profunda e seu impacto no trabalho realizado no estudo prévio de viabilidade, que deve ser concluído até o final do ano".

Essa nova zona contém aproximadamente 300 milhões de toneladas de mineralização [1] em potencial e não é, no momento, representada na atual estimativa de recursos de Marmato. A atual Estimativa de Recursos Minerais do Projeto Marmato da empresa, preparada pela SRK Consulting (UK) Ltd. e protocolada no SEDAR, em 7 de agosto de 2012, contém 11,8 milhões de onças de ouro, nas categorias Medida e Indicada, e mais 2,6 milhões de onças de ouro na categoria Inferida, a um teor de corte de 0,3 g/t de ouro e 80,3 milhões de onças de prata, nas categorias Medida e Indicada, e mais 9,4 milhões de onças de prata na categoria Inferida (ver quadro abaixo).




Minério

Ouro

Prata



Toneladas
(milhões)

Teor
(g/t)

Onças
(x1.000)

Teor
(g/t)

Onças
(x1.000)


Medida

51,1

1,05

1.725

4,87

8.011


Indicada

358,5

0,87

10.064

6,27

72.319


Medida & Indicada

409,7

0,90

11.789

6,10

80.330


Inferira

79,1

1,02

2.588

3,71

9.429













* Recursos minerais não são reservas minerais e sua viabilidade econômica ainda não foi demonstrada. Todos os números são arredondados para refletir a precisão relativa da estimativa. Todos os compostos são limitados onde apropriado. Os recursos minerais são relatados em um teor de corte de 0,3 g/t e baseados em um preço de US$ 1.400 por onça de ouro com recuperações de ouro de 88 por cento e sem considerar receitas com outros metais.

Resultados significativos (maiores que 20 gramas-metros) são sintetizados abaixo.

Perfuração

De (m)

Para (m)

Largura (m)

Au (ppm)

Ag (ppm)

MT-1445*

275,0

300,0

25,0

0,9

5,3

MT-1445*

429,4

668,4

239,0

1,4

2,3

MT-1445*

68,5

83,0

14,5

1,7

4,3

MT-1455A*

164,0

183,6

19,6

1,4

5,8

MT-1455A*

284,0

327,0

43,0

0,6

2,5

MT-1455A*

424,0

483,0

59,0

0,6

3,0

MT-1455A*

491,0

848,1

357,1

1,4

1,3

M-1498*

204,0

943,5

739,5

1,5

1,1

M-1499A*

33,0

179,0

146,0

0,7

3,2

M-1499A*

292,0

816,0

524,0

1,7

2,3

incluindo

292,0

317,0

25,0

2,1

11,7

e

325,0

816,0

491,0

1,7

1,9

MT-1500*

10,0

74,0

64,0

1,2

6,5

MT-1500*

394,0

1.012,1

618,1

1,6

1,5

incluindo

872,0

888,9

16,9

35,2

3,9



* Indica perfurações subterrâneas. As perfurações subterrâneas foram feitas de -55 a -85 graus do nível horizontal e os comprimentos das interseções não representam as larguras verdadeiras. Comprimentos de amostras são normalmente de 2,0 metros, mas podem variar por fatores geológicos e de recuperação. As interseções foram calculadas usando-se um teor de corte de 0,1 g/t de ouro e não mais do que 6,0 metros de diluição interna. Os teores de ouro foram limitados a 20,0 g/t e os teores de prata a 500 g/t. A intercepção de alto teor da perfuração MT-1500 não foi limitada e mostra um estilo diferente de mineralização. Ela tem uma largura verdadeira de aproximadamente 4,4 metros.




A mineralização profunda de ouro é relacionada a vênulas estreitas de quartzo-pirrotita, com quantidades pequenas de pirita e calcopirita, e um halo estreito de alteração argílica intermediária. Elas mudam de forma ascendente para vênulas de pirita, com alteração argílica intermediária e generalizada. Elas exibem alteração potássica inicial com vênulas de quartzo no estilo pórfiro, recobertas por alteração propilítica. A alteração e veias no estilo pórfiro não contêm mineralização. Os valores do cobre são muito baixos e não têm interesse econômico.

Até o momento, cinco perfurações de um total de 4.295 metros foram feitas em mineralização de zona profunda. Todos os resultados, até esta data, juntos com um mapa que mostra as localizações das perfurações, estão disponíveis no website da Gran Colombia em www.grancolombiagold.com.

Pessoa Qualificada

O geólogo sênior de consultoria da empresa, Stewart D. Redwood, uma "Pessoa Qualificada", conforme definido pelo "National Instrument 43-101" -- Standards of Disclosure or Mineral Projects (Padrões de Divulgação de Projetos Minerais), preparou ou revisou a elaboração das informações científicas e técnicas neste comunicado à imprensa, com respeito aos resultados das perfurações no Projeto Marmato. O Dr. Redwood verificou os dados divulgados neste comunicado à imprensa, incluindo os dados de amostragem, análises e testes que servem de base para as informações contidas neste comunicado à imprensa. A verificação inclui uma revisão de amostras de garantia de qualidade e de controle de qualidade e revisão dos bancos de dados de análises e certificados de análises aplicáveis.

Garantia de qualidade e controle de qualidade

No caso de resultados de perfuração aqui referidos, as amostras foram preparadas pela Acme Analytical Laboratories Ltd (ISO 9001:2008), em suas instalações de preparação de amostras em Medellin, Colômbia, e foram analisadas em seu laboratório em Santiago, Chile. O ouro foi analisado por análise de fogo, com acabamento de espectrofotômetro de absorção atômica (AAS -- atomic absorption spectrophotometer). As amostras com teor de ouro de mais de 10 g/t foram analisadas por análise de fogo, com acabamento gravimétrico. A prata foi analisada por digestão em água-régia e acabamento de AAS. As amostras de prata acima de 100 g/t foram analisadas por análise de fogo, com acabamento gravimétrico. Amostras em branco, padrão e duplicadas foram rotineiramente inseridas nas análises para garantia de qualidade e controle de qualidade.

[1] De acordo com os "Padrões de Divulgação de Projetos Minerais do National Instrument 43-101 (NI 43-101)", a estimativa da potencial tonelagem é conceitual por natureza, porque não houve exploração suficiente para definir um recurso mineral e é incerto se mais explorações irão resultar na delineação da descoberta objetivada como recurso mineral.

Sobre a Gran Colombia Gold

A Gran Colombia é uma empresa canadense de exploração, desenvolvimento e produção de ouro e prata, com atividades concentradas principalmente na Colômbia. A Gran Colombia é atualmente a maior produtora de ouro e prata em minas subterrâneas da Colômbia, com diversas minas subterrâneas em operação em Segovia e Marmato. Além disso, a Gran Colombia também está avançado em um projeto para desenvolver uma mina para exploração, em grande escala, de ouro e prata, em suas operações de Marmato.

Mais informações sobre a Gran Colombia podem ser encontradas no website da empresa, em www.grancolombiagold.com, e analisando o perfil da empresa no sistema SEDAR, em www.sedar.com.

Este comunicado à imprensa contém "informações prospectivas", que podem incluir – sem se limitar a – declarações relacionadas ao futuro desempenho financeiro ou operacional da empresa e de seus projetos. Frequentemente, mas nem sempre, declarações prospectivas podem ser identificadas pelo uso de palavras tais como "planeja", "espera", "é esperado", "orçamento", "programado", "estima", "prevê", "pretende", "prediz" ou "acredita" ou variações (incluindo variações negativas) de tais palavras ou frases ou declaram que certas ações, eventos ou resultados "podem", "poderiam", "podiam", "iriam" ou "irão" ser tomadas, realizados ou alcançados. Declarações prospectivas envolvem riscos, incertezas e outros fatores conhecidos e desconhecidos, que podem fazer com que os reais resultados, desempenho ou realizações da Gran Colombia sejam materialmente diferentes de quaisquer futuros resultados, desempenho ou realizações expressos ou implícitos nas declarações prospectivas. Fatores que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente dos previstos nas declarações prospectivas são descritos sob a legenda "Fatores de Risco" no Formulário de Informações Anual (Annual Information Form) da empresa, com data de 28 de março de 2012, que estão disponíveis para verificação no sistema SEDAR, em www.sedar.com. As declarações prospectivas aqui contidas são feitas na data deste comunicado à imprensa e a Gran Colombia rejeita, à exceção do que é exigido por lei, qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja em decorrência de novas informações, resultados, eventos futuros, circunstância, ou de mudanças nas avaliações e opiniões da administração ou em outros contextos. Não há qualquer garantia de que as declarações prospectivas irão se comprovar exatas, porque resultados reais e eventos futuros podem diferir materialmente dos que foram previstos em tais declarações. Assim, o leitor é advertido a não depositar confiança indevida em declarações prospectivas.

Legenda para imagem: "Projeto Marmato (CNW Group/Gran Colombia Gold Corp.)". Imagem disponível em: http://photos.newswire.ca/images/download/20121010_C5677_PHOTO_EN_19107.jpg

Para mais informações:

Roy MacDonald
Vice-presidente para Relações com os Investidores
+1-416-603-4653

FONTE  Gran Colombia Gold Corp.

FONTE Gran Colombia Gold Corp.

SOURCE Gran Colombia Gold Corp.



RELATED LINKS
http://www.grancolombiagold.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.