2014

Gran Colombia Gold anuncia resultados do terceiro trimestre de 2012 com produção de 26.912 onças de ouro

TORONTO, 14 de novembro de 2012 /PRNewswire/ -- A Gran Colombia Gold Corp (TSX: GCM) anunciou hoje a liberação de suas demonstrações financeiras consolidadas, condensadas, intermediárias e não auditadas para o terceiro trimestre findo em 30 de setembro de 2012, juntamente com as discussões e análises da administração. Todos os valores financeiros contidos neste documento são expressos em dólares americanos, salvo indicação em contrário.

Destaques do terceiro trimestre de 2012

  • A produção de ouro de 26.912 onças no terceiro trimestre de 2012 representou uma melhoria de 24% sobre o mesmo trimestre do ano passado, elevando a produção total de ouro para os primeiros nove meses de 2012 para 78.779 onças, até 22% sobre os primeiros nove meses do ano passado. A Companhia continuou tendo progressos em suas operações de Segovia, aumentando o rendimento do moinho em Maria Dama para uma média de 891 toneladas por dia ("tpd") no terceiro trimestre de 2012, um aumento de 61% em comparação com o primeiro semestre de 2012. Em setembro, a Companhia atingiu o seu objetivo, com rendimento médio do moinho de 1.066 tpd, incluindo vários dias em que foi submetido a testes de tensão com produtividade superior a 1.300 tpd. Quatro novas células de flotação também foram instaladas como parte da atualização da planta e as duas últimas novas células de flotação serão concluídas em breve. As atividades de desenvolvimento de capital continuaram nas minas Providencia e Sandra K e o empreiteiro da mina continua com a secagem para abrir o acesso aos níveis mais baixos na mina El Silencio. A produção de ouro de Segovia, no terceiro trimestre de 21.114 onças foi impactada pelos teores inferiores aos normais devido ao esgotamento temporário das zonas de teores mais elevados nos níveis sendo minerados e o processamento dos estoques em teores inferiores no aumento da produção no novo moinho. Os teores deverão retornar aos níveis históricos em Segovia à medida que as novas áreas de mineração forem abertas no quarto trimestre. Na mina subterrânea Marmato, os teores melhoraram no terceiro trimestre, como esperado, resultando na produção de ouro de 5.798 onças para o trimestre.
  • As receitas para o terceiro trimestre de 2012 de US$ 47,1 milhões, 21% superior ao terceiro trimestre do ano passado, trouxeram uma receita total para os primeiros nove meses de 2012 de US$ 130,5 milhões. A Companhia vendeu 77.241 onças de ouro a um preço médio realizado de US$ 1.647 por onça nos primeiros nove meses de 2012.
  • Os custos de caixa apresentaram melhora tanto em Segovia quanto nas minas subterrâneas de Marmato no terceiro trimestre de 2012 em comparação com o segundo trimestre deste ano. Em Segovia, os custos de caixa diminuíram US$ 32 por onça para US$ 1.288 no terceiro trimestre e teriam baixado de US$ 1.200 por onça, não fossem os teores principais mais baixos encontrados no terceiro trimestre. Nas minas subterrâneas de Marmato, a melhoria nos teores reduziu os custos de caixa em US$ 114 por onça para US$ 1.174 por onça no terceiro trimestre. No geral, com um preço médio realizado de ouro de US$ 1.642 por onça e um custo de caixa combinado de US$ 1.261 dólares por onça, a Companhia gerou um fluxo de caixa de US$ 381 por onça ou US$ 10,8 milhões desde a sua produção no terceiro trimestre de 2012.
  • As despesas gerais e administrativas de US$ 4,1 milhões para o terceiro trimestre de 2012 incluíram despesas adicionais incorridas para acelerar a cobrança de dívidas de VAT em atraso na Colômbia, um aumento do nível de iniciativas que estão sendo realizadas no trimestre e os custos de cuidados e manutenção, além de taxas jurídicas associadas com as propriedades de Mazamorras e Mali, ambas as quais em processo de encerramento.
  • Prejuízo líquido atribuível aos acionistas de US$ 0,7 milhão ou US$ 0,00 por ação, no terceiro trimestre de 2012, comparado a um prejuízo líquido de US$ 5,9 milhões ou US$ 0,02 por ação, no terceiro trimestre de 2011.
  • O saldo de caixa em 30 de setembro de 2012 era de US$ 1,6 milhão. Durante o terceiro trimestre de 2012, a Companhia utilizou US$ 2,5 milhões de seu caixa à mão, juntamente com US$ 0,6 milhão gerado pelas atividades operacionais e US$ 4,9 milhões dos rendimentos líquidos adicionais de linha de financiamento de dívidas bancárias colombianas para financiar US$ 7,9 milhões de atividades de investimento durante o trimestre.
  • A expansão das operações de Segovia da Companhia ganhou impulso em 30 de outubro de 2012, quando a empresa fechou um financiamento de US$ 100 milhões de títulos garantidos seniores ligados a 10% de ouro.
  • Os destaques da exploração incluíram o anúncio, em 10 de outubro de 2012, dos melhores resultados que a Companhia já viu até agora na mineração da zona profunda do Projeto Marmato, inclusive 1,6 gramas por tonelada de ouro em 618 metros de perfuração, com 16,9 metros com 35,2 gramas por tonelada de ouro e uma seção de 1,8 metros, contendo 159 gramas por tonelada de ouro. Esta indicação de uma segunda zona de mineração, bem abaixo do limite inferior atual estimado da opção a céu aberto, forma um corpo de profundidade que pode ser adequado à mineração subterrânea. A Companhia espera concluir o estudo de pré-viabilidade para o Projeto Marmato até o final deste ano. Também em outubro, a Companhia iniciou um programa de exploração de 51.000 metros para efetuar um upgrade e expandir os recursos da Companhia em suas operações de Segovia.
  • A empresa iniciou um processo para identificar outros potenciais compradores ou parceiros de joint venture para o Projeto Mazamorras uma vez que o acordo anunciado anteriormente não foi concluído pela empresa compradora, como acordado.

A contar de 01 de novembro de 2012, a Companhia tem o prazer de anunciar a nomeação de Gabriel Gaviria como vice-presidente de Mineração da Gran Colombia Gold. Em seu cargo anterior, o Sr. Gaviria administrou todos os aspectos das operações da empresa de mineração subterrânea em Marmato. Em seu novo cargo, o Sr. Gaviria trará sua considerável experiência em controle de custos, planejamento de mina e gestão de operações para se concentrar nas operações de Segovia, incluindo o projeto de expansão que agora se inicia.

Comentando sobre o progresso da Companhia no terceiro trimestre de 2012, Serafino Iacono, copresidente executivo da Gran Colombia comentou: "Estamos satisfeitos por termos recebido o apoio financeiro de nossos atuais e novos acionistas para financiar a expansão e modernização de nossas operações de Segovia. Com o financiamento obtido, é preciso agora que nos concentremos na conclusão do novo projeto de expansão de Segovia dentro do cronograma e orçamento. Combinado com o novo foco de gestão que a nomeação do Sr. Gaviria traz às nossas operações existentes de Segovia, temos de assegurar que redobraremos nossos esforços para honrar os nossos compromissos junto aos nossos acionistas."

Resumo Financeiro e Operacional

Um resumo dos resultados financeiros e operacionais para o terceiro trimestre de 2012 é o seguinte:

follows:



3o tri 2012


3o tri 2011


2012 até a data


2011 até a data

Dados operacionais:








Ouro produzido (onças)

26.912


21.727


78.779


54.501

Ouro vendido (onças)

28.009


22.317


77.241


54.624

Preço médio realizado do ouro ($/onça vendida)

$ 1.642


$ 1.684


$ 1.647


$ 1.547

Custos totais em dinheiro ($/onça vendida) (1)  

$ 1.261


$ 1.340


$ 1.258


$ 1.352

Dados financeiros: (x 1.000, exceto por quantidade de ações)








Receitas totais

$ 47.070


$ 38.779


$ 130.485


$ 87.288

Margem bruta (2)

$ 6.101


$ 1.862


$ 17.729


($ 1.704)

Perda líquida atribuível aos acionistas

($ 724)


($ 5.910)


($ 13.320)


($36.486)

Perda básica e diluída por ação

$ 0,00


($ 0,02)


($ 0,03)


($ 0,13)

Caixa e disponibilidades de curto prazo

$ 1.604


$ 58.608


$ 1.604


$ 58.608

Dívida total incluindo parcela atual

$ 88.185


$ 78.557


$ 88.185


$ 78.557










(1)

"Custos totais em dinheiro" são apresentados em uma base por onça e representam médias consolidadas para a empresa das Operações de Segovia e da mina subterrânea de Marmato. Ver "Medidas Financeiras Suplementares". 





(2)

"Margem bruta" representa a receita total, custos operacionais líquidos, impostos de produção e depreciação, depleção e amortização.


















Atualizações das operações de Segovia

No terceiro trimestre de 2012, a produção das Operações Segovia totalizaram 21.114 onças de ouro com uma taxa de processamento médio diário de 891 tpd, em comparação com 20.610 onças de ouro com uma taxa de processamento médio diário de 591 tpd no segundo trimestre de 2012.

A Companhia está na fase final do upgrade da planta Maria Dama para alcançar uma capacidade máxima de 1.500 tpd no início de 2013. Em setembro de 2012, a Companhia atingiu seu objetivo de processamento de 1.000 tpd, o dobro da taxa de processamento histórico no Maria Dama. O novo moinho de esfera entrou on-line em meados de maio e a segunda fase do upgrade da planta teve início no terceiro trimestre, com a instalação de seis novas células de flotação, quatro primeiras das quais estão agora em operação e as duas restantes devem ser concluídas no quarto trimestre. Quatro novos tanques de cianetação também já estão em operação. Embora estas novas células de flotação tenham sido instaladas, a Companhia limitou a produtividade do moinho a aproximadamente 800 a 900 tpd para manter as taxas de recuperação do moinho entre 80% e 85% e, em seguida, em setembro, utilizando cerca de 2.600 toneladas de material de estoque de baixo teor, o rendimento aumentou para uma média de 1.066 tpd para o mês, incluindo vários dias onde a planta foi submetida a testes de tensão com rendimento superior a 1.300 tpd. As taxas de processamento foram mantidas em 1.000 tpd em outubro.

Historicamente, os teores de Segovia, uma das dez maiores minas produtoras por teor em todo o mundo (1), estão em média na gama de 12 a 14 g/t. Contudo, no terceiro trimestre de 2012, os teores ficaram em média em aproximadamente 9,5 g/t devido à depleção temporária de zonas de teores superiores nos níveis atualmente explorados em Providencia e El Silencio e, em um menor grau, ao processamento de alguns estoques de teor mais baixo. Em Providencia, onde a atividade de mineração está sendo realizada em nível 11, o desenvolvimento do capital está em processo de abrir o acesso a áreas de maior teor em nível 12, que dará início à mineração no quarto trimestre. Da mesma forma, em El Silencio, o empreiteiro da mina está atualmente trabalhando entre os níveis 18 e 24, onde as seções de teores extra elevados (ou seja, maiores que 50 g/t) estão agora esgotadas e o material varia entre 10 e 40 g/t. A atividade de secagem por parte do empreiteiro da mina, atualmente no nível 27, continua, mas o processo de bombeamento está sendo retardado pela profundidade, levando aproximadamente 45 dias para bombear cada nível. Conforme o empreiteiro da mina começar a acessar os níveis 24 a 29 ao longo dos próximos meses, os teores de produção de ouro de El Silencio também irão melhorar com a inclusão do material de teor extra elevado.

  1. Fonte: NRH Research, Minas e Depósitos de Ouro Mundiais de 2012 (empresas de capital aberto com maiores depósitos de um milhão de onças em todas as categorias de recursos)

Atualizações das operações de Marmato

No terceiro trimestre de 2012, a produção nas minas subterrâneas de Marmato totalizaram 5.798 onças de ouro e 9.684 onças de prata, com uma taxa de processamento médio diário de 765 tpd, em comparação com 4.997 onças de ouro e 8.016 onças de prata, com uma taxa de processamento médio diário de 740 tpd no segundo trimestre de 2012. Como esperado, os teores principais melhoraram para cerca de 2,9 g/t no terceiro trimestre.

Perspectiva

Com a planta Dama Maria agora operando em 1.000 tpd, os teores serão o fator determinante para o resultado final de produção para as Operações de Segovia em 2012, que deverá ser de 85.000 a 90.000 onças de ouro. A Companhia continua prevendo que a produção da mina subterrânea em Marmato totalize aproximadamente 23.000 onças de ouro, resultando em uma produção total esperada para a Companhia entre 108.000 e 113.000 onças de ouro para todo o ano de 2012, um aumento entre 18% e 24% em relação a 2011.

O plano de longo prazo da Companhia continua num bom ritmo para atingir uma taxa de produção de 200.000 onças de ouro anualmente em suas operações de Segovia até 2014.

Webcast

Como lembrete, a empresa vai promover uma teleconferência e webcast na terça-feira, 13 de novembro de 2012 às 9:00 da manhã (horário de Nova York) ou 9h (horário de Bogotá), para discutir os resultados e fornecer informes operacionais.

Webcast e chamada em detalhes são os seguintes:


Link para o evento ao vivo:       

http:/www.media-server.com/m/p/5utqtq6x

Toronto e Internacional:    

1 (847) 585-4405

Chamada grátis na América do Norte:    

1 (888) 771-4371

Chamada grátis na Colômbia:      

01 800 9 156 924

ID da teleconferência:       

33575587




Uma gravação do webcast ficará disponível em www.grancolombiagold.com de terça-feira, 13 de novembro de 2012, até quinta-feira, 13 de dezembro de 2012.

Sobre a Gran Colombia Gold

A Gran Colombia é uma empresa canadense de exploração, desenvolvimento e produção de ouro e prata, com atividades concentradas principalmente na Colômbia. A Gran Colombia é atualmente a maior produtora de ouro e prata em minas subterrâneas da Colômbia, com diversas minas subterrâneas em operação em Segovia e Marmato. Além disso, a Gran Colombia também está adiantando um projeto para desenvolver uma mina para exploração, em grande escala, de ouro e prata, em suas operações de Marmato.

Mais informações sobre a Gran Colombia podem ser encontradas no website da empresa, em www.grancolombiagold.com e examinando a página da empresa no sistema SEDAR, em www.sedar.com.

Este comunicado à imprensa contém "informações prospectivas", que podem incluir – sem se limitar a – declarações relacionadas ao futuro desempenho financeiro ou operacional da empresa e de seus projetos. Frequentemente, mas nem sempre, declarações prospectivas podem ser identificadas pelo uso de palavras tais como "planeja", "espera", "é esperado", "orçamento", "programado", "estima", "prevê", "pretende", "prediz" ou "acredita" ou variações (incluindo variações negativas) de tais palavras ou frases ou declaram que certas ações, eventos ou resultados "podem", "poderiam", "podiam", "iriam" ou "irão" ser tomadas, realizados ou alcançados. Declarações prospectivas envolvem riscos, incertezas e outros fatores conhecidos e desconhecidos, que podem fazer com que os reais resultados, desempenho ou realizações da Gran Colombia sejam materialmente diferentes de quaisquer futuros resultados, desempenho ou realizações expressos ou implícitos nas declarações prospectivas. Fatores que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente dos previstos nas declarações prospectivas são descritos sob a legenda "Fatores de Risco" no Formulário de Informações Anual (Annual Information Form) da empresa, com data de 28 de março de 2012, que está disponível para verificação no sistema SEDAR, em www.sedar.com. As declarações prospectivas aqui contidas são feitas na data deste comunicado à imprensa e a Gran Colombia rejeita, à exceção do que é exigido por lei, qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja em decorrência de novas informações, resultados, eventos futuros, circunstâncias, ou de mudanças nas avaliações e opiniões da administração ou em outros contextos. Não há qualquer garantia de que as declarações prospectivas irão se comprovar exatas, porque resultados reais e eventos futuros podem diferir materialmente dos que foram previstos em tais declarações. Assim, o leitor é advertido a não depositar confiança indevida em declarações prospectivas.

Para mais informações:

Roy MacDonald

Relações com Investidores

(416) 360-4653

FONTE Gran Colombia Gold Corp

FONTE Gran Colombia Gold Corp.

SOURCE Gran Colombia Gold Corp.



RELATED LINKS
http://www.grancolombiagold.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.