Gran Colombia Gold anuncia resultados do terceiro trimestre de 2013 com maior redução de todos os custos incluídos de manutenção

TORONTO, 15 de novembro de 2013 /PRNewswire/ -- A Gran Colombia Gold Corp. (TSX: GCM), (OTC: TPRFF) anunciou hoje a liberação de suas declarações financeiras não auditadas, condensadas e consolidadas, acompanhadas da "discussão e análise da administração" ("MD&A" -- management's discussion and analysis) para o terceiro trimestre de 2013. Todos os valores financeiros contidos neste documento são expressos em dólares americanos, salvo indicação em contrário.

Destaques do terceiro trimestre de 2013

  • Produção total de 29.186 onças de ouro no terceiro trimestre de 2013, com um aumento de 8,4 por cento, em comparação com o terceiro trimestre de 2012. Nos primeiros nove meses de 2013, a empresa produziu um total de 80.687 onças de ouro e 118.087 onças de prata, com aumentos de 2,4 por cento e de 29,7 por cento, respectivamente, em comparação com o mesmo período de 2012. Com a produção de 8.152 onças de ouro em outubro de 2013, a empresa tende a produzir um total de 106.000 a 108.000 onças de ouro em 2013. A atualização da produção de ouro em 2013 leva em consideração o impacto, em outubro, de menores teores médios das mineradoras contratadas em Segovia.
  • Receitas de $ 40,1 milhões no terceiro trimestre de 2013, refletindo a venda de 30.125 onças de ouro, a um preço médio realizado de $ 1.299 por onça, e 39.320 onças de prata, a um preço médio realizado de $ 21 por onça.
  • Iniciativas de redução de custo neste ano resultaram em uma redução de 12 por cento nos custos totais de caixa, para $ 1.127 por onça de ouro no terceiro trimestre de 2013, e uma redução de 20,6 por cento em todos os custos incluídos de manutenção1 (AISC -- all-in sustaining costs), sobre o mesmo período, para $ 1.226 por onça no terceiro trimestre de 2013. Até esta data, no ano, a empresa implementou o total anualizado de economias de custos de $ 21 milhões em suas operações de Segovia e em despesas gerais e administrativas (G&A), predominantemente através de uma redução de 38 por cento em sua força de trabalho, desde o começo do ano. Mais algumas economias de custos estão sendo implementadas no quarto trimestre de 2013, o que irá reduzir os custos operacionais e diminuir todos os custos incluídos de manutenção, no quarto trimestre de 2013, para cerca de $ 1.200 por onça.
  • As despesas G&A diminuíram para $ 2,5 milhões, equivalentes a $ 83 por onça vendida, no terceiro trimestre de 2013. Isso representa uma redução de 30 por cento em relação ao primeiro trimestre de 2013 e uma redução de 40 por cento em relação ao terceiro trimestre de 2012. A empresa continua a esperar um total de despesas G&A de $ 11,5 milhões para todo o ano de 2013, $ 5,0 milhão ou 30 por cento a menos do que em 2012.
  • O prejuízo líquido ajustado2 foi de $ 6,8 milhões ($ 0,44 por ação) no terceiro trimestre de 2013, contra um prejuízo líquido ajustado de $ 1,6 milhão ($ 0,11 por ação) no terceiro trimestre de 2012. O prejuízo líquido ajustado para os primeiros nove meses de 2013 foi de $ 13,2 milhões ($ 0,87 por ação), sobre um prejuízo líquido ajustado de $ 6,8 milhões ($ 0,45) no mesmo período do ano anterior. O aumento no prejuízo líquido ajustado no terceiro trimestre e nos primeiros nove meses de 2013, em comparação com os períodos anteriores, é atribuível ao impacto adverso do declínio dos preços do ouro e da prata em 2013, o que foi parcialmente aliviado em 2013 pelo programa da empresa de redução de custos operacionais e de despesas G&A.
  • O desenvolvimento do projeto de expansão de Pampa Verde nas operações de teores altos da empresa nas operações de Segovia entrou em fase de construção e permanece dentro do orçamento de capital. Em 30 de setembro de 2013, a empresa tinha $ 45,8 milhões em dinheiro depositado, para financiar as despesas remanescentes do projeto e os juros mensais dos Certificados sobre o Ouro (Gold Notes) até outubro de 2014.

_____________________
1 Para 2013, em combinação com uma iniciativa não GAAP que vem sendo tomada no setor de mineração de ouro, a empresa adotou uma medida de desempenho não GAAP de "todos os custos incluídos de manutenção" ("all-in sustaining costs") que, para a empresa, define mais completamente o total de custos associados à produção de ouro; no entanto, essa medida de desempenho não tem significado padronizado. Assim, sua intenção é fornecer informações adicionais e não deve ser considerada isoladamente ou como uma substituição de medidas de desempenho preparadas de acordo com os princípios GAAP. Consulte a página 19 da MD&A da empresa para reconciliação de todos os custos incluídos de manutenção.

O copresidente executivo da Gran Colombia, Serafino Iacono, comentando as realizações da empresa no terceiro trimestre, disse: "Continuamos a nos focar na redução de todos os custos incluídos de manutenção e na implementação de ações essenciais para aumentar nossa produção, posicionando melhor a empresa para gerar maior fluxo de caixa, conforme o trabalho continua a manter nosso projeto de Pampa Verde, de alto teor e baixo custo, pronto para operar no quarto trimestre do próximo ano".

Sumário financeiro e operacional

Um sumário dos resultados financeiros e operacionais do terceiro trimestre e dos primeiros nove meses de 2013 é o seguinte:


    Terceiro trimestre

     Nove meses


2013

2012

2013

2012

Dados operacionais:





Ouro produzido (onças)

29.186

26.912

80.687

78.779

Ouro vendido (onças)

30.125

28.009

80.833

77.241

Preço médio realizado do ouro ($/onça vendida)

$ 1.299

$ 1.642

$ 1.448

$ 1.647

Custos totais de caixa ($/onça vendida)3

1.127

1.261

1.171

1.258

Todos os custos incluídos de manutenção ($/onça vendida)

1.226

         N/A

1.332

          N/A






Dados financeiros: (x $ 1.000, exceto por quantidade de ações)





Receitas totais

$ 40.076

$ 47.070

$ 120.071

$ 130.485

Margem bruta4

518

6.101

9.113

17.729

Prejuízo líquido atribuído aos acionistas

(53.283)

(724)

(99.871)

(13.320)

Prejuízo básico e diluído por ação

(3,49)

(0,05)

(6,54)

(0,87)

Prejuízo líquido ajustado

(6.793)

(1.624)

(13.245)

(6.846)

Prejuízo ajustado básico e diluído por ação

(0,44)

(0,11)

(0,87)

(0,45)

Caixa e equivalentes de caixa

2.187

1.604

2.187

1.604

Caixa em depósito, corrente e não corrente5

47.007

1.891

47.007

1.891

Total da dívida, incluindo porção corrente6

174.989

88.185

174.989

88.185

_________________________
2 O "prejuízo líquido ajustado" e o "prejuízo líquido ajustado por ação" são medidas não GAAP. Consulte a MD&A da empresa para uma reconciliação dessas medidas com o prejuízo líquido atribuível aos acionistas e o prejuízo líquido por ação, conforme relatado nas declarações financeiras não auditadas, condensadas e consolidadas.

3 Os "custos totais de caixa" são apresentados em uma base por onça vendida e representam médias consolidadas para a empresa das operações de Segovia e da mina subterrânea de Marmato. Consulte "Medidas Financeiras Adicionais" na MD&A da empresa.

4 A "margem bruta" representa o total de receitas, líquidas de custos operacionais, tributos de produção e depreciação, exaustão e amortização.

5 2013 inclui $ 45,8 milhões separados para pagar os custos de capital da expansão de Segovia e juros dos Certificados sobre o Ouro até outubro de 2014.

6 2013 inclui os Certificados sobre a Prata e Certificados sobre o Ouro em valores justos de $ 77,7 milhões (quantia principal -- $ 78,6 milhões) e $ 79,6 milhões (quantia principal -- $ 100.0 milhões). 2012 inclui os Certificados sobre a Prata no valor justo de $ 65,9 milhões (quantia principal -- $ 78,6 milhões).

Informes sobre as Operações de Segovia

Nas operações de Segovia, a empresa tomou outras medidas no início de agosto, para reduzir o total de custos incluídos de manutenção. Isso foi conseguido através da redução da força de trabalho nas minas de menor teor operadas pela empresa, diminuindo as toneladas processadas dessas áreas de mineração, começando em meados de agosto e focando os esforços no programa de desenvolvimento de mina em andamento, para acessar áreas de alto teor nos veios de Providencia e Sandra K. Em consequência, os teores médios em outubro nas áreas operadas pela empresa já mostraram melhoras, com a média de 5,3 g/t no mês e devem aumentar ainda mais em 2014. A produção de ouro no terceiro trimestre se beneficiou da recuperação de 542 onças de ouro, durante um período de cinco dias no final de agosto, quando a usina de Maria Dama reduziu as operações, para completar certos procedimentos anuais de manutenção, incluindo substituição dos revestimentos dos moinhos. De forma simultânea à redução em toneladas das minas operadas pela empresa, a Gran Colombia aumentou o processamento de toneladas das operadoras contratadas de mineração de maior teor em 15 por cento no segundo trimestre de 2013. Em consequência, o total de toneladas processadas na usina de Maria Dama caiu para 910 tpd no terceiro trimestre, mas a produção total de ouro subiu, porque os teores médios aumentaram para uma média de 9,4 g/t no trimestre. Em outubro de 2013, a produção de ouro em Segovia, que mantém uma média de aproximadamente 7.500 onças por mês, nos últimos sete meses, decresceu para 6.337 onças, conforme os teores médios das mineradoras contratadas declinaram temporariamente em cerca de 13 g/t. Consequentemente, é esperado que o total de produção de ouro nas operações de Segovia, em 2013, será de cerca de 84.000 a 86.000 onças.

O Projeto de Pampa Verde (PVP -- Pampa Verde Project) vai transformar o ativo de alto teor da companhia em Segovia em uma operação de mineração subterrânea moderna, de baixo custo. O PVP inclui uma nova planta redimensionável de 2.500 toneladas por dia e mineração subterrânea mecanizada. Progressos recentes em relação a resultados essenciais incluem:

  • A empresa recebeu todas as permissões necessárias para concluir a construção do PVP.
  • A empreiteira da construção, suas equipes de trabalhadores e máquinas já estão no local e montaram dois turnos de trabalho de oito horas cada um. No momento, as atividades de construção se focam na terraplanagem do local da usina.
  • Todos os equipamentos principais da nova usina de processamento já foram comprados e a maioria deles foi armazenada em um depósito local.
  • O trabalho de desenvolvimento da mina está em andamento. Na mina de Providencia da empresa, o trabalho de desenvolvimento atingiu o nível 12 e está aproximadamente a 70 metros do nível 13, onde o minério inicial, para suprir a usina de Pampa Verde, será minerado.

Informe sobre as Operações de Marmato

Na mina subterrânea de Marmato, a modernização do triturador foi concluída com sucesso em meados de agosto, com interrupções mínimas na produção. As operações permaneceram estáveis no terceiro trimestre de 2013, com 807 tpd processadas, com teor médio, em média, de 2,88 g/t e uma recuperação do moinho de 88,5 por cento, resultando em produção de 6.079 onças de ouro no terceiro trimestre. Em outubro de 2013, a mina produziu 1.814 onças e a produção de ouro deve atingir 22.000 onças em todo o ano.

Perspectiva

Em 2013, a empresa permanece focada nos aspectos controláveis da geração de caixa, revendo todos os gastos para se tornar uma organização mais enxuta e para assegurar que irá cumprir todas as suas obrigações financeiras, enquanto o PVP é construído em Segovia. Levando em conta o impacto de menores teores médios das mineradoras contratadas na produção de outubro, nas operações de Segovia, a produção total de ouro da empresa tende a ser de 106.000 a 108.000 onças em 2013. Até esta data, a administração identificou e implementou $ 21 milhões em economias de custos anualizadas, em três fases. Mais economias de custos estão sendo implementadas no quarto trimestre de 2013, o que vai reduzir os custos operacionais e diminuir todos os custos incluídos de manutenção no quarto trimestre de 2013 para cerca de $ 1.200 por onça. A empresa continua a avaliar oportunidades de venda de certos ativos não essenciais, tais como suas propriedades de exploração de El Zancudo e Mazamorras, para melhorar sua posição de caixa.

Webcast

Como lembrete, a empresa vai promover uma teleconferência e webcast sexta-feira, 15 de novembro, às 9h00 (horário de Nova York e de Bogotá), para discutir os resultados do terceiro trimestre e fornecer informes operacionais.

As informações para o webcast e chamadas são as seguintes:

Link para o evento ao vivo: http://www.media-server.com/m/p/revo8jd5

Toronto & Internacional: 





1 (866)-215-5508

Chamada grátis na América do Norte: 





1 (888) 771-4371

Chamada grátis na Colômbia:  





01 800 9 156 924

ID da teleconferência:   





35977472

Uma gravação do webcast ficará disponível em www.grancolombiagold.com de sexta-feira, 15 de novembro de 2013, a domingo, 15 de dezembro de 2013.

Sobre a Gran Colombia Gold Corp.

A Gran Colombia é uma empresa canadense de exploração, desenvolvimento e produção de ouro e prata, com atividades concentradas principalmente na Colômbia. A Gran Colombia é atualmente a maior produtora de ouro e prata em minas subterrâneas da Colômbia, com diversas minas subterrâneas em operação em Segovia e Marmato. Além disso, a Gran Colombia está adiantando um projeto para desenvolver uma mina para exploração, em grande escala, de ouro e prata, em suas operações de Segovia.

Mais informações sobre a Gran Colombia podem ser encontradas no website da empresa, em www.grancolombiagold.com, e examinando a página da empresa no sistema SEDAR, em www.sedar.com.

Declaração de Isenção sobre informações prospectivas:

Este comunicado à imprensa contém "informações prospectivas", que podem incluir – sem se limitar a – declarações relacionadas ao futuro desempenho financeiro ou operacional da empresa e de seus projetos e, especificamente, declarações concernentes ao crescimento esperado na produção anual de ouro e redução dos custos de caixa. Frequentemente, mas nem sempre, declarações prospectivas podem ser identificadas pelo uso de palavras tais como "planeja", "espera", "é esperado", "orçamento", "programado", "estima", "prevê", "pretende", "prediz" ou "acredita" ou variações (incluindo variações negativas) de tais palavras ou frases ou declaram que certas ações, eventos ou resultados "podem", "poderiam", "podiam", "iriam" ou "irão" ser tomadas, realizados ou alcançados. Declarações prospectivas envolvem riscos, incertezas e outros fatores conhecidos e desconhecidos, que podem fazer com que os reais resultados, desempenho ou realizações da Gran Colombia sejam materialmente diferentes de quaisquer futuros resultados, desempenho ou realizações expressos ou implícitos nas declarações prospectivas. Fatores que podem fazer com que os resultados reais difiram materialmente dos previstos nas declarações prospectivas são descritos sob a legenda "Fatores de Risco" no Formulário de Informações Anual (Annual Information Form) da empresa, com data de 26 de março de 2013, que está disponível para verificação no sistema SEDAR, em www.sedar.com. As declarações prospectivas aqui contidas são feitas na data deste comunicado à imprensa e a Gran Colombia rejeita, à exceção do que é exigido por lei, qualquer obrigação de atualizar quaisquer declarações prospectivas, seja em decorrência de novas informações, resultados, eventos futuros, circunstâncias, ou de mudanças nas avaliações e opiniões da administração ou em outros contextos. Não há qualquer garantia de que as declarações prospectivas irão se comprovar exatas, porque resultados reais e eventos futuros podem diferir materialmente dos que foram previstos em tais declarações. Assim, o leitor é advertido a não depositar confiança indevida em declarações prospectivas.

Para mais informações:

Roy MacDonald
Vice-presidente de Relações com os Investidores
+1-416-360-4653
investorrelations@grancolombiagold.com

(GCM. GCM.WT. TPRFF)

FONTE  Gran Colombia Gold Corp.

FONTE Gran Colombia Gold Corp.

SOURCE Gran Colombia Gold Corp.



RELATED LINKS
http://www.grancolombiagold.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.