GSMA quer mais mulheres atuando no setor de comunicações móveis Evento em Bruxelas inspira uma ação positiva para aumentar a quantidade de mulheres trabalhando em comunicações móveis

BRUXELAS, 28 de novembro de 2012 /PRNewswire/ -- A GSMA realizou sua primeira conferência "Connected Women" ("Mulheres Conectadas") na Europa, reunindo mais de 250 profissionais do setor de telecomunicações, para discutir os desafios e oportunidades que surgem para as mulheres na área de tecnologia, hoje. Através de diversas palestras fundamentais e discussões em painéis, o evento da GSMA Connected Women: Enriching the Mobile Ecosystem (Mulheres Conectadas: Enriquecendo o Ecossistema de Comunicações Móveis) examinou como atrair, estimular e promover mais talentos femininos no setor de comunicações móveis, que tem revolucionado as vidas de bilhões de pessoas em todo o mundo.

"As mulheres representam hoje 40 por cento da força de trabalho mundial e constituem mais da metade dos bacharéis universitários. E, apesar disso, apenas de três a cinco por cento dos cargos de administração de alto escalão na área de tecnologia são ocupados por mulheres", disse a diretora-geral da GSMA, Anne Bouverot. "Esse é um desafio crítico que devemos enfrentar imediatamente. Como um setor, vamos ficar em desvantagem se não conseguirmos atrair e reter as pessoas mais talentosas, muitas das quais são mulheres. O evento 'Mulheres Conectadas' se concentra na quantidade de oportunidades disponíveis para mulheres no campo da tecnologia e, particularmente, na área de comunicações móveis, e em como podemos encorajar a próxima geração de líderes empresariais", declarou.

De acordo com um relatório empresarial da Grant Thornton International, divulgado no início do ano, as mulheres ocupam apenas 21 por cento dos cargos de administração de alto escalão no mundo, em todos os setores. E nos últimos 10 anos, esse número permaneceu praticamente inalterado. Muitos estudos estimam que a quantidade de mulheres em cargos de administração de alto escalão em empresas de tecnologia é ainda mais baixa, em torno de três a cinco por cento. Nos rankings da Fortune 500 de 2012, o número de CEOs femininas foi de 18, contra 12 em 2011, mas as mulheres ainda respondem por apenas quatro por cento do ranking.

"Uma das palestrantes destacou que de 1,4 milhões de vagas de novos empregos na área de computação nos Estados Unidos, em 2018, mais da metade não serão preenchidas porque os candidatos não possuem formação e qualificações adequadas", afirmou Anne Bouverot. "Precisamos fazer mais para preparar as mulheres para carreiras em tecnologia da informação e das comunicações e isso começa por encorajar as meninas e estudantes universitárias a fazer cursos na área técnica. Isso será a fundação do futuro de nosso setor", declarou.

O evento "Mulheres Conectadas" da GSMA e o programa em andamento visam:

  • Despertar o interesse global para essa causa importante;
  • Inspirar o setor de comunicações móveis a adotar uma ação positiva para enfrentar a questão;
  • Encontrar exemplos a serem seguidos e mentoras para encorajar as demais; e
  • Enfim, aumentar o número de mulheres em todos os níveis nos setores de comunicações móveis e de telecomunicações.

A conferência destacou os atuais desafios e as melhores práticas, se focando em questões tais como as possibilidade de expandir o uso pelas mulheres da tecnologia móvel em suas vidas cotidianas; em como desenvolver um interesse específico de trabalho no ecossistema de comunicações móveis entre as mulheres jovens, que estão entrando no sistema educacional e na força de trabalho, e também entre as mulheres em busca de mudança de carreira; e em como reter as mulheres no setor de comunicações móveis, para assegurar que possam desenvolver uma carreira que as leve aos níveis de administração de alto escalão.

Programa mWomen da GSMA

A conferência de hoje também chamou a atenção para questões importantes, relacionadas à vida das mulheres em mercados em desenvolvimento. Através de seu Programa mWomen, a GSMA descobriu que as mulheres não têm o mesmo acesso a telefones móveis que os homens, particularmente em mercados em desenvolvimento, resultando em uma lacuna de gênero de 300 milhões. O Programa mWomen da GSMA visa reduzir essa lacuna de gênero e colocar telefones celulares nas mãos das mulheres em mercados emergentes pela primeira vez. Lançado em outubro de 2010, o programa é uma parceria global sem precedentes, pública e privada, entre o setor de comunicações móveis de todo o mundo e a comunidade de desenvolvimento internacional.

O Programa mWomen foi projetado para catalisar a criação de serviços que melhoram a qualidade de vida, como nas áreas de saúde, finanças, educação e empreendedorismo. Isso é conseguido através de uma combinação de pesquisa, verbas para operadoras de comunicações móveis e ONGs, conjunto de ferramentas e conhecimentos compartilhados através das comunidades online do mWomen, seminários e do Grupo de Trabalho mWomen (mWomen Working Group) da GSMA, que inclui mais de 30 parceiras do setor de comunicações móveis. Lançado pela secretária de Estado dos EUA, Hillary Rodham Clinton, em outubro de 2010, o Programa mWomen da GSMA é financiado pela USAID, AusAID, GSMA e Visa Inc.

Anne Bouverot concluiu: "O setor de comunicações móveis representa uma fatia dinâmica e crescente da economia mundial da atualidade. Queremos estimular o interesse das mulheres em desenvolver carreiras bem-sucedidas no setor de comunicações móveis, exercendo cargos técnicos e de liderança. A minha expectativa é a de que consigamos encorajar todas as mulheres, de qualquer idade ou origem, a se sentirem confortáveis e proficientes no uso da tecnologia e serviços móveis e, além disso, espero que possamos inspirar as mulheres a trabalhar nesse setor empolgante".

Sobre a GSMA
A GSMA representa os interesses das operadoras de comunicações móveis em todo o mundo. Com presença em mais de 220 países, a GSMA reúne quase 800 operadoras de comunicações móveis do mundo e mais de 230 empresas no ecossistema mais amplo de comunicações móveis, incluindo fabricantes de telefones portáteis, empresas de software, fornecedoras de equipamentos, provedoras de Internet e organizações em áreas do setor tais como serviços financeiros, saúde, mídia, transportes e companhias de serviço público. A GSMA também produz eventos importantes do setor, tais como o Mobile World Congress e o Mobile Asia Expo.

Para mais informações, por favor, visite o website corporativo da GSMA em www.gsma.com ou o Mobile World Live, o portal online para o setor de comunicações móveis, em www.mobileworldlive.com.

FONTE GSMA

FONTE GSMA

SOURCE GSMA



RELATED LINKS
http://www.gsma.com

More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.