2014

IDRI e OrangeLife registram diagnóstico rápido da lepra para uso no Brasil Marco de um progresso em antecipação ao Dia Mundial da Lepra, em 27 de janeiro

SEATTLE e RIO DE JANEIRO, 24 de janeiro de 2013 /PRNewswire/ -- O IDRI (Infectious Disease Research Institute -- Instituto de Pesquisa de Doenças Infecciosas), em conjunto com a OrangeLife, empresa brasileira de diagnósticos, anuncia hoje o registro de um teste rápido de diagnóstico da lepra, oferecendo novas esperanças para o diagnóstico e o tratamento precoces da doença. O teste foi registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), o órgão regulador do Brasil.

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20120222/DC58319LOGO)

A lepra, uma enfermidade que a maioria das pessoas associa com a era bíblica, é uma doença infecciosa crônica, causada pela bactéria Mycobacterium leprae. Ela foi observada em 130 países no ano passado e é prevalecente em países da África, Ásia e América do Sul -- incluindo o Brasil. Os sintomas da doença incluem danos progressivos e permanentes na pele, nervos, membros e olhos, que podem levar vários anos para aparecer, tornando difícil o diagnóstico em seu estágio inicial. Quase 250.000 casos de lepra são diagnosticados todos os anos e muitos mais passam despercebidos.

"Atualmente, o método de detecção da lepra é o da avaliação clínica e/ou microscópica", explicou o presidente, fundador e CSO (chief scientific officer) do IDRI, Steven Reed. "Há uma grande necessidade de diagnósticos mais rápidos da doença, antes que os nervos sejam danificados, e nós estamos satisfeitos por haver ajudado a desenvolver essa tecnologia aqui, no IDRI", declarou.

De acordo com o cientista sênior do IDRI, Malcolm Duthie, o teste de diagnóstico é simples e é fácil de usar. "O teste requer apenas uma única gota de sangue, misturado com um reagente de desenvolvimento", ele explicou. "A partir daí, uma linha se desenvolve e se torna um tanto parecido com o teste de gravidez: o aparecimento de duas linhas indica que o resultado do teste é positivo e que a pessoa tem lepra". Ele acrescentou que publicações científicas, relacionadas ao diagnóstico rápido, indicam a capacidade do teste de diagnosticar a presença da infecção antes do aparecimento de sintomas clínicos, em muitos casos.

A OrangeLife combinou os antígenos do diagnóstico da lepra do IDRI com um formato de teste rápido que padroniza a habilidade de interpretar, com precisão, os resultados e obter um valor quantitativo. "Meu objetivo é eliminar a lepra no Brasil, bem como no resto do mundo", disse o CEO da OrangeLife, Marco Collovati. "Ser capaz de diagnosticar de forma fácil e rápida a doença, mesmo nas áreas mais remotas do país, é o primeiro passo da eliminação". De acordo com Collovati, o Brasil tem 35.000 casos de lepra relatados no sistema público de saúde -- somente a Índia tem mais casos. "O problema é que muitos casos não são descobertos porque os pacientes não têm acesso a um diagnóstico rápido e há dificuldades para utilizar o sistema de saúde. Esse teste rápido, junto com nosso leitor inteligente (Smart-Reader), vai permitir uma interação mais fácil entre médicos e pacientes. Muitas pessoas sofrem o estigma da lepra e relutam em buscar assistência médica. Precisamos melhorar a comunicação com campanhas públicas, usando todos os canais -- isso terá importância fundamental no combate à discriminação que essa doença ainda provoca", declarou.

Enquanto o trabalho do IDRI em diagnósticos pode ajudar na detecção precoce da lepra, os cientistas da organização também estão focados no desenvolvimento de uma vacina. "Embora haja medicamentos para tratar a lepra, ainda não há um foco na prevenção", disse Reed. "No IDRI, estamos desenvolvendo uma vacina de subunidade dedicada, para fornecer proteção a longo prazo às pessoas na maior faixa de risco. Uma vez que os três componentes estiverem disponíveis -- um teste de diagnóstico, medicamentos para tratar e uma vacina para prevenir – teremos, finalmente, as ferramentas para dar um fim nessa doença devastadora", afirmou.

O financiamento para o programa do IDRI de pesquisa da lepra e desenvolvimento de produtos vem de verbas da American Leprosy Missions, da Renaissance Health Service Corp. e do National Institute of Allergy and Infectious Diseases (NIAID – Instituto Nacional da Alergia e de Doenças Infecciosas), bem como de doações de várias fundações privadas e de indivíduos.

O IDRI está formando parceria com as American Leprosy Missions para chamar a atenção para o Dia Mundial da Lepra, observado em 27 de janeiro de 2013. "O Dia Mundial da Lepra ajuda a focar nas necessidades de alguns povos mais pobres e marginalizados do mundo -- aqueles afetados pela lepra. E nos lembra dos milhões de pessoas que sofrem os efeitos dessa terrível doença", disse o presidente e CEO da American Leprosy Missions, Bill Simmons. "Ao formarmos uma parceria com o IDRI e fornecer fundos para o teste de diagnóstico e para a vacina, esperamos colocar um fim na doença", declarou.

Sobre o IDRI
Como uma organização mundial de saúde, sem fins lucrativos, o IDRI (Infectious Disease Research Institute -- Instituto de Pesquisa de Doenças Infecciosas) dá uma abordagem abrangente ao combate a doenças infecciosas, combinando a ciência de alta qualidade de uma organização de pesquisa com os recursos de desenvolvimento de produtos de uma empresa de biotecnologia, para criar novos diagnósticos, medicamentos e vacinas. O IDRI combina paixão pela melhora da saúde humana com o entendimento de que não é apenas o que nossos cientistas sabem sobre a doença, mas o que fazemos para mudar seu curso que vai produzir o maior impacto. Fundado em 1993, o IDRI tem 125 funcionários na sede em Seattle, com mais de 50 parceiros/colaboradores pelo mundo. Para mais informações, visite www.idri.org.

Sobre a OrangeLife
A OrangeLife, uma empresa sediada no Brasil, fundada por Marco Collovati, fornece soluções novas e inovadoras para diagnósticos point-of-care, incluindo kits de diagnóstico para uma variedade de doenças infecciosas. A principal preocupação da empresa é com o bem-estar das pessoas e sua missão é descobrir soluções inovadoras, custo-eficientes, para ajudar os países em desenvolvimento a eliminar doenças que, após milhares de anos, continuam a causar sofrimento humano. Para mais informações, visite www.orangelife.com.br.

FONTE  Infectious Disease Research Institute (IDRI)

FONTE Infectious Disease Research Institute (IDRI)

SOURCE Infectious Disease Research Institute (IDRI)



RELATED LINKS
http://www.idri.org

More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.