Isolux Corsán ganha novos contratos na África no valor de mais de €190 milhões

- A empresa construirá 428 km de linhas de transmissão no Quênia e a Estação de Tratamento de Efluentes Mohammadia e um hospital de 240 leitos na Argélia

- Isolux Corsán expandiu sua presença na África e atualmente opera em dez países

Apr 10, 2013, 14:55 ET from Isolux Corsan

MADRI, 10 de abril de 2013 /PRNewswire/ -- Isolux Corsán assegurou novos contratos para a construção de várias infraestruturas em dois países africanos, Quênia e Argélia, que têm um orçamento total de €190 milhões.

No Quênia, o grupo construirá 428 km de linhas de transmissão de 400 kV, que vão evacuar a energia produzida  pelo futuro parque eólico de 300 MW nas imediações do Lago Turkana, no norte do país. Este projeto EPC (engenharia, aquisição, construção e inauguração) foi concedido pela Ketraco, uma agência do Ministério da Energia do Quênia, com um valor de €142 milhões.

Na Argélia, Isolux Corsán construirá um hospital de 240 leitos com uma área total de piso de 29.000 m2. Situado in Draria, um subúrbio de Argel, o hospital tem um orçamento total de aproximadamente €35 milhões e atenderá uma população de 120.000 pessoas. Além disso, o grupo construirá uma nova planta de tratamento de efluentes em Mohammadia, com um orçamento de mais de €14 milhões. Esta planta (WWTP, sigla em inglês) pode atender à demanda de uma população estimada em 95.000, com uma taxa de fluxo de 14.000 m3 por dia.

Estes novos contratos somam-se aos recentemente concedidos no Senegal, onde Isolux Corsán construirá 194,5 km de estradas compreendendo duas seções da rodovia RN6 e a nova Ponte Kolda. O projeto tem um orçamento de mais de €111 milhões e requer a ampliação, melhoria e adaptação da rodovia que corre ao sul do Rio Casamance, entre o rio e a fronteira da Guiné Bissau e liga as cidades de Ziguinchor e Kolda.

Experiência comprovada na África

O grupo tem um histórico comprovado na África, onde executa projetos em sua maioria no setor da energia. Em Angola, Isolux Corsán concluiu projetos para fornecer energia para a indústria e a população, incluindo uma usina flutuante de 100 MW em Luanda e a Usina Térmica Futila. Além disso, o grupo construiu a primeira linha de transmissão de 400-kV que transporta a eletricidade produzida  pela Barragem de Capanda para a capital Luanda.

Um dos mais significativos projetos atualmente executados pelo Isolux Corsán é a linha de bonde Oran Tramway. A nova infraestrutura, que correrá cidade e ligará a universidade e o aeroporto, tem um orçamento de  €355 milhões.

Com estes novos contratos, Isolux Corsán diversifica suas atividades e aumenta sua presença na  África, onde atualmente opera em dez países: Argélia, Angola, Gabão, Quênia, Marrocos, Mauritânia, Moçambique, Uganda, África do Sul e  Senegal.

Contato de imprensa: Macarena Ramírez (+34 91 449 30 00) | mramirez@isoluxcorsan.com

FONTE  Isolux Corsan

FONTE Isolux Corsan

SOURCE Isolux Corsan