2014

Motley Cruise: Com seus veículos eficientes em termos de energia, estudantes visam bater recorde de milhas por galão na Shell Eco maratona Américas 2012 Desafiando o recorde de 2.564 mpg (1.090 km/l), equipes de estudantes de ensino médio e universitário apressam-se para terminar seus veículos de alta milhagem

HOUSTON, 29 de fevereiro de 2012 /PRNewswire/ -- Estudantes da Universidade de Missouri apressam-se para terminar o "TigerGen III", seu futurístico veículo movido a hidrogênio. E, no Stevens Institute of Technology, na Nova Jersey, cinco estudantes veteranos de engenharia estão aprontando seu carro elétrico plug-in leve com estrutura de fibra de carbono. Sua grande preocupação? Garantir que um motorista consiga caber nele.

(Foto: http://photos.prnewswire.com/prnh/20120229/DA62055 )

Na Califórnia, estudantes da Monrovia High School estão confiantes de que seu veículo de três rodas controlado por computador será o vencedor deste ano. E, na Mater Dei High School em Indiana, os estudantes estão dando os toques finais em quatro veículos e esperam que um deles demonstre ser o mais eficiente em termos de energia.

Mais de 1,000 estudantes inovadores do ensino médio e de universidades nas Américas estão chegando perto da sexta edição anual da Shell Eco Maratona Américas em Houston. O evento desafia os estudantes a construir e projetar seus veículos de alta milhagem para participar de competições realizadas anualmente na Europa, nas Américas e na Ásia. A Shell Eco Maratona reúne futuros líderes em ciências e engenharia, apaixonados por encontrar soluções para os desafios globais de energia.  

De 29 de março a 1 de abril, os estudantes e seus veículos eficientes no uso de combustível vão rodar pelas ruas do centro de Houston, entre seus arranha-céus, e tentarão bater o recorde impressionante de 2.564,8 milhas por galão (1.090,4 km/l), alcançado em 2011 pela equipe da Université Laval de Quebec, que irá competir novamente este ano.

Isso superou de longe as 50 milhas por galão (21 km/l) alcançadas por um cientista da Shell em 1939 em um desafio que se transformou no que é hoje a Shell Eco Maratona. Desde então, o evento tem reunido milhares de estudantes de mais de 30 países para testarem seus veículos futuristas.  

"A Shell Eco Maratona é uma parte importante do desafio energético que o nosso planeta está enfrentando," diz Mark Singer, Gerente Global de Projetos. "O futuro exigirá um mosaico de soluções energéticas e nós acreditamos que estamos contribuindo para um futuro energético mais inteligente, com opções mais responsáveis para os nossos clientes, além de oferecer opiniões confiáveis para os nossos mercados e para os responsáveis pela definição de políticas. A Shell Eco Maratona é uma experiência fantástica para os alunos e os espectadores."

Realmente uma 'Experiência Fantástica'

O evento estimula competições intensas entre escolas de ensino médio e universidades vizinhas, entre outras rivalidades. Em particular, as universidades da área de Los Angeles podem conferir quem vence quem todos os anos, assim como várias universidades do Texas, incluindo a Universidade de Houston, a Universidade do Texas em El Paso e, pela primeira vez, a Rice University. Algumas escolas de ensino médio do Texas gostariam também de reivindicar os direitos de vencedores do estado este ano.

As rivalidades locais não importam, diz a equipe do Stevens Institute. Os membros da equipe têm grandes esperanças para sua estreia na Shell Eco Maratona, na qual irão competir na classe de protótipos elétricos, que inclui veículos futurísticos que visam diminuir a resistência e maximizar a eficiência. "Esperamos conseguir um bom desempenho," diz Steve Rawson, aluno veterano. "Com alguns números iniciais que obtivemos do nosso projeto, esperamos terminar com aproximadamente 400 ou 500 milhas (643,72 –804.65 km)/kWh e como os primeiros na classe."

Na Universidade de Houston, a equipe "Superleggera" espera atingir 1.000 milhas (1609,3 km) com apenas um tanque de gás. Porém, falta um ingrediente importante para os estudantes de engenharia: dinheiro.  Eles estão ativamente buscando patrocinadores.

Ajuda dos bons samaritanos

Sem dúvida, o apoio faz a diferença. Em 2011, o veículo elétrico da Universidade do Alaska em Fairbanks custou cerca de 5.000 dólares em materiais e outros 2.500 dólares em viagens, e a equipe ganhou o prêmio não oficial "Down to the Wire" da revista Wired pelos seus esforços de última hora para arrecadar fundos. Este ano, os estudantes de engenharia automotiva estão ocupados construindo mais veículos, o que aumenta ainda mais os custos.

As equipes obtêm ajuda de vários bons samaritanos. Na Granite Falls High School em Washington, a voluntária da equipe Kari Hanson recebeu recentemente o prêmio de voluntário do ano de um negócio local e doou seu cheque de 5.000 dólares para ajudar a financiar a viagem da equipe para Houston. "A Shell Eco Maratona Américas usa o aprendizado acadêmico em algo real e tangível, e também nos ensina habilidades para a vida e para o trabalho que podem ser usadas no mundo real," diz ela.

Várias equipes têm sites para manter suas comunidades informadas sobre seu progresso na Shell Eco Maratona Américas e conseguir doações.

Os estudantes tiram proveito de suas experiências

Os participantes da Shell Eco Maratona falam com entusiasmo sobre como a competição ajudou os estudantes a seguirem carreiras em energia e tecnologia. Allen White, consultor associado da equipe do Instituto de Tecnologia Rose-Hulman, diz que os recém-formados receberam ofertas de trabalho da Chrysler, Cummins Engine, Caterpillar e Rolls-Royce, entre outras.

MacKenzie Sellers, ex-presidente da equipe de corrida de carros movidos a energia solar da Purdue University em 2007 e 2008, também trabalha na Rolls-Royce, principalmente com motores de turbina a gás para o setor aeroespacial. "Minha experiência na equipe de carros movidos a energia solar me preparou para minha carreira," disse ela.

Além da competição entre estudantes, a Shell, juntamente com o patrocinador de mídia The New York Times organizará a Cúpula de Energia 2012: Terra 2050: A Conexão entre Alimentos, Energia e Água. Vários líderes representantes dos setores político, ambiental, empresarial e acadêmico participarão do simpósio de dois dias.

Para obter mais informações sobre todos os eventos de 2012 em todo o mundo, incluindo instruções para inscrição, programação e regras oficiais da Shell Eco Maratona Américas 2012, visite o site da Shell Eco Maratona: www.shell.com/ecomarathon.  

Sobre a Shell Oil Company

A Shell Oil Company é uma afiliada da Royal Dutch Shell plc, um grupo global de empresas de energia e petroquímicos que emprega 93 mil pessoas em mais de 90 países. Oferecemos uma vasta gama de soluções de energia e petroquímicos para clientes em todo o mundo. Estas incluem o transporte e comercialização de petróleo e gás, marketing de gás natural, produção e venda de combustível para navios e aviões, geração de eletricidade e fornecimento de consultoria sobre eficiência energética.

Além disso, produzimos e vendemos blocos de construção petroquímicos para clientes industriais em todo o mundo e estamos investindo para tornar competitivas fontes de energia de baixo carbono e renováveis para uso em grande escala. Nos EUA, operamos em 50 estados e mais de 20 mil empregados trabalham produzindo energia de forma responsável.

Sobre a Shell Eco Maratona

A Shell Eco Maratona é um programa global que desafia estudantes do ensino médio e de universidades a projetar, construir e testar os veículos mais eficientes em termos de energia. Com eventos anuais nas Américas, Europa e Ásia, esta competição inovadora desafia os futuros cientistas e engenheiros a percorrerem a maior distância utilizando a menor quantidade de energia. A Shell Eco Maratona Américas 2012 acontecerá entre 29 de março e 1 de abril de 2012 nas ruas do centro de Houston, a capital mundial da energia. Visite www.shell.com/ecomarathon/americas para obter mais informações sobre este programa.

Advertência

As empresas em que a Royal Dutch Shell plc tem investimentos, direta ou indiretamente, são entidades separadas. Neste comunicado à imprensa, as expressões "Shell", "Grupo Shell" e "Royal Dutch Shell" são empregadas às vezes por conveniência, nos casos de referência à Royal Dutch Shell plc e suas subsidiárias em geral. Da mesma forma, as palavras "nós" e "nossas/os" também são usadas com referência a subsidiárias em geral ou àqueles que trabalham para as mesmas. Essas expressões são também utilizadas quando não existe propósito útil na identificação da empresa ou empresas específicas. As expressões ''Subsidiárias'', "Subsidiárias da Shell" e "Empresas da Shell" utilizadas neste comunicado à imprensa referem-se a empresas nas quais a Royal Dutch Shell possui controle direta ou indiretamente, por ter a maioria dos direitos de voto ou o direito de exercer influência de controle. As empresas nas quais a Shell tem influência significativa, mas não o controle, são designadas como "empresas associadas" ou "associados" e as empresas nas quais a Shell possui controle conjunto são designadas como "entidades controladas em conjunto". Neste comunicado à imprensa, as entidades associadas e controladas em conjunto são também designadas como "investimentos de capital contabilizados". O termo "participação da Shell" é utilizado por conveniência para indicar a participação direta e/ou indireta (por exemplo, através da nossa participação acionária de 34% na Woodside Petroleum Ltd.) da Shell em um empreendimento, parceria ou empresa, depois de excluir todas as participações de terceiros.

Este comunicado à imprensa contém declarações de perspectiva futura relativas à situação financeira, resultados de operações e negócios da Royal Dutch Shell. Todas as declarações que não sejam declarações de fatos históricos são, ou podem ser consideradas, declarações de perspectiva futura. As declarações de perspectiva futura são declarações de expectativas futuras que se baseiam em expectativas e pressuposições atuais da direção e envolvem riscos e incertezas, conhecidos e desconhecidos, que podem fazer com que resultados, desempenho ou eventos concretos se tornem distintos substancialmente daqueles expressos ou implícitos nessas declarações. As declarações de perspectiva futura incluem, entre outras coisas, declarações referentes à exposição potencial da Royal Dutch Shell a riscos de mercado e declarações que expressam expectativas, convicções, estimativas, previsões, projeções e pressuposições da direção. Estas declarações de perspectiva futura são identificadas pelo fato de fazerem uso de termos e frases tais como "antecipar", "acreditar", "poderia", "calcular", "esperar", "tencionar", "poderia/poderiam", "planejar", "objetivos", "perspectiva", "provavelmente", "projeto", "irá/irão", "buscar/procurar", "visar", "riscos", "metas", "deveria/deveriam" e termos e frases semelhantes. Existem vários fatores que podem afetar as futuras operações da Royal Dutch Shell e fazer com que os resultados se tornem distintos substancialmente daqueles expressos nas declarações de perspectiva futura contidas neste comunicado, incluindo (sem limitar-se a): (a) flutuações dos preços do petróleo bruto e do gás natural; (b) alterações na demanda dos produtos do Grupo; (c) flutuações cambiais; (d) resultados de atividades de perfuração e produção; (e) estimativas de reservas; (f) perda de participação de mercado e concorrência da indústria; (g) riscos físicos e ambientais; (h) riscos associados à identificação de propriedades e alvos potenciais adequados para aquisição e a negociação e conclusão bem-sucedidas de tais transações; (i) o risco de manter atividades comerciais em países em desenvolvimento e em países sujeitos a sanções internacionais; (j) desenvolvimentos de natureza legislativa, fiscal e reguladora, inclusive possíveis litígios e efeitos de regulamentação decorrentes da recategorização de reservas; (k) condições econômicas e financeiras dos mercados em diversos países e regiões; (l) riscos políticos, incluindo os riscos de expropriação e renegociação dos termos de contratos com entidades governamentais, atrasos ou antecipações na aprovação de projetos e atrasos no reembolso de custos compartilhados; e (m) mudanças nas condições comerciais. Todas as declarações de perspectiva futura contidas neste comunicado à imprensa estão expressamente qualificadas, em sua totalidade, pelas advertências contidas ou mencionadas nesta seção. Os leitores não devem basear-se excessivamente em declarações de perspectiva futura. Os fatores adicionais que podem afetar resultados futuros estão contidos no formulário 20-F da Royal Dutch Shell para o ano encerrado a 31 de dezembro de 2010 (disponível em www.shell.com/investor e www.sec.gov). O leitor deve também levar em consideração esses fatores.  Cada uma das declarações de perspectiva futura refere-se somente à data deste comunicado à imprensa, 29 de fevereiro de 2012.  Nem a Royal Dutch Shell nem qualquer das suas subsidiárias assume qualquer obrigação no sentido de atualizar ou rever publicamente qualquer declaração de perspectiva futura como resultado de novas informações, eventos futuros ou outras informações. Levando em consideração tais riscos, os resultados poderão diferir substancialmente daqueles declarados, implícitos ou inferidos a partir das declarações de perspectiva futura contidas neste comunicado à imprensa.

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) permite que as empresas do setor de petróleo e gás, ao apresentarem documentos à mesma, divulguem somente as reservas comprovadas que uma empresa tenha demonstrado, através da produção real ou testes de formação conclusivos, que são econômica e legalmente produzíveis conforme as condições econômicas e de operação existentes. Utilizamos determinados termos neste comunicado à imprensa que as diretrizes da SEC nos proíbe estritamente de incluir nos documentos apresentados à SEC. Recomendamos aos investidores dos EUA que considerem com atenção as informações divulgadas no Formulário 20-F, Arquivo No. 1-32575, disponível no site da SEC www.sec.gov. O formulário também pode ser obtido através do telefone 1-800-SEC-0330.

FONTE  Shell Oil Company

FONTE Shell Oil Company

SOURCE Shell Oil Company



RELATED LINKS
http://www.shellus.com

More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.