Pacific Rubiales anuncia um aumento de 45% no total de recursos prospectivos certificados e um aumento de 62% nos recursos contingentes certificados em avaliação de seus blocos de exploração

TORONTO, 19 de agosto de 2014 /PRNewswire/ -- A Pacific Rubiales Energy Corp. (TSX: PRE) (BVC: PREC) (BOVESPA: PREB) anunciou hoje os resultados de uma avaliação independente de recursos de 36 dos 60 blocos de exploração da empresa na Colômbia, Peru, Brasil, Guiana, Guatemala e Papua Nova Guiné ("PNG"). A avaliação de recursos de 2014 foi preparada pela Petrotech Engineering Ltd. ("Petrotech"), com data de validade de 31 de março de 2014 (o "Relatório de Recursos de 2014").

A seleção dos 36 blocos de exploração para o Relatório de Recursos de 2014 se baseou em um critério mínimo de 20 MMbbl de petróleo ou equivalente de Recursos Pmean (recursos prospectivos em média), por bloco.

O Relatório de Recursos de 2014 contém estimativas de caso inferior, melhor caso, caso superior e caso médio (Pmean case), para os Recursos Contingentes e Prospectivos (ver seção "Recursos" nos Informes Jurídicos para mais informações).

A comparação a seguir é feita com estimativas de melhor caso dos 36 blocos de exploração avaliados em 2014, contra estimativas de melhor caso de 32 blocos de exploração avaliados em 2012 (sujeitas a nenhum critério mínimo).

O Relatório de Recursos de 2014 mostra que as estimativas de melhor caso de 36 blocos de exploração, totalizando a soma dos Recursos Prospectivos brutos ("total" de prospectos mais indícios) atribuídos a empresa, cresceu 45%, para 6,2 Bboe, de 4,3 Bboe do melhor caso em 2012, e as estimativas de melhor caso to total bruto de Recursos Contingentes cresceu 62%, para 272 MMboe, de 168 MMboe do melhor caso do total de Recursos Contingentes estimados em 2012.

O presidente da empresa José Francisco Arata comentou:

"O Relatório de Recursos certificados em 2014 ilustra o contínuo sucesso da empresa no crescimento e na expansão de seu portfólio de recursos na América Latina. O acesso a uma base grande e diversificada de recursos sustenta o crescimento futuro das reservas, o que, por sua vez, garante a produção futura de uma empresa bem-sucedida de E&P como a Pacific Rubiales".

Destaques das estimativas de melhor caso de Recursos Prospectivos brutos, sem risco, e Recursos Contingentes brutos:

  • 6.240 MMboe do total de Recursos Prospectivos (incluindo 1.392 MMboe em prospectos, mais 4.848 MMboe em indícios), representando um aumento de 45%, em comparação com a avaliação de 2012;
  • Os Recursos Prospectivos totais estão contidos em 166 oportunidades (82 prospectos e 84 indícios) nos 36 blocos avaliados em seis países;
  • Os Recursos Prospectivos totais foram estimados para incluir 5.805 MMbbl de petróleo e gás natural liquefeito (93%) e 2,6 Tcf (435 MMboe) de gás natural (7%);
  • 22% ou 1.392 MMboe do total de Recursos Prospectivos (63% de petróleo leve ou médio, 27% de petróleo pesado, 10% de gás natural) estão em prospectos, um aumento de 7% sobre os 1.302 MMboe em 2012;
  • 78% ou 4.848 MMboe do total de Recursos Prospectivos (79% de petróleo leve ou médio, 15% de petróleo pesado, 6% de gás natural) estão em indícios, um aumento de 62% sobre os 2.989 MMboe em 2012, refletindo largamente a aquisição de novos blocos de exploração em 2013 e novos indícios definidos em levantamentos sísmicos;
  • 40% do total de oportunidades de Recursos Prospectivos estão no Peru, 25% na Colômbia, 21% na Guiana, 12% no Brasil, 1% na Papua Nova Guiné e 1% na Guatemala;
  • 272 MMboe do total de Recursos Contingentes brutos, um aumento de 62% sobre os 168 MMboe em 2012, decorrem, principalmente, de aquisições e avanços de Recursos Prospectivos, através de perfurações de exploração bem-sucedidas.

Recursos Contingentes

A estimativa de melhor caso do total de Recursos Contingentes brutos é de 272 MMboe (estimativa de caso inferior de 35 MMboe, estimativa de caso superior de 584 MMboe e estimativa de caso Pmean de 256 MMboe). Aproximadamente 61% ou 165 MMboe desses recursos estão no Peru, com a maior parte no Bloco Z-1 (estimativa de conter 893 Bcf ou 159 MMboe de gás natural) e 7 MMbbl (de petróleo leve e médio) no Bloco 126. Outros Recursos Contingentes estão nos blocos CPO-17 na Colômbia (80 MMbbl de petróleo pesado), nos blocos da Karoon na Bacia de Santos, no Brasil (24 MMbbl de petróleo leve e médio), com o restante no Bloco PPL-237 em PNG (2,4 MMboe composto de aproximadamente 13 Bcf de gás natural e 0,3 MMbbl de gás natural liquefeito). Os Recursos Contingentes da empresa são sintetizados no quadro abaixo:


Total de Recursos Contingentes

País

Blocos

Número de
Oportunidades

100% dos recursos

Recursos brutos (Participação antes de royalties)

Inferior

Melhor

Superior

Médio

Inferior

Melhor

Superior

Médio

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

Colômbia

1

3

80

321

919

335

20

80

230

84

Peru

2

2

6

331

617

290

4

165

320

148

Brasil

5

3

29

68

85

61

10

24

30

21

PNG

1

1

8

21

50

23

1

2

5

2

Total

9

9

124

741

1.670

710

35

272

584

256

Observe que os números no quadro acima podem não ter soma exata por causa de arredondamentos.













Recursos Prospectivos

A maioria dos recursos da empresa é representada por Recursos Prospectivos, contidos em 166 oportunidades, em seis países. O total das estimativas de melhor caso do total de Recursos Prospectivos brutos (prospectos mais indícios) é de 6.240 MMboe (estimativa de caso inferior de 1.270 MMboe, estimativa de caso superior de 28.896 MMboe e caso Pmean de 7.114 MMboe). Um sumário dessas estimativas (segmentadas nas categorias prospectos e indícios) é fornecido no quadro abaixo:


Total de Recursos Prospectivos sem riscos -- Prospectos

País

Blocos

Número de
Oportunidades

100% dos recursos

Recursos brutos (Participação antes de royalties)

Chance geológica de sucesso ponderada

Chance de desenvolvimento ponderada

Inferior

Melhor

Superior

Médio

Inferior

Melhor

Superior

Médio

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

Colômbia

12

54

288

1.084

3.966

1.217

198

713

2.624

806

30,6%

93,7%

Peru

4

18

299

1.172

3.978

1.192

145

564

1.910

572

23,3%

98,9%

Brasil

5

5

30

269

1.060

274

11

94

371

96

19,5%

73,9%

Guatemala

1

2

11

75

367

99

2

14

68

18

29,0%

90,0%

PNG

1

3

30

79

202

94

3

8

20

9

25,7%

50,0%

Total

23

82

659

2.680

9.574

2.877

359

1.392

4.994

1.502



Observe que os números no quadro acima podem não ter soma exata por causa de arredondamentos.















 

 


Total de Recursos Prospectivos sem riscos -- Indícios

País

Blocos

Número de
Oportunidades

100% dos recursos

Recursos brutos (Participação antes de royalties)

Inferior

Melhor

Superior

Médio

Inferior

Melhor

Superior

Médio

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

(MMboe)

Colômbia

10

29

380

1.495

4.748

1.620

216

841

2.853

947

Peru

6

35

198

1.989

11.863

2.182

185

1.933

11.651

2.116

Brasil

3

9

230

1.459

8.703

2.169

109

683

4.031

998

Guatemala

1

2

1

43

710

69

0

23

390

38

PNG

1

2

76

468

1.530

447

8

47

153

45

Guiana

2

7

612

2.051

7.493

2.280

394

1.320

4.824

1.468

Total

23

84

1.498

7.504

35.046

8.767

911

4.848

23.902

5.612

Observe que os números no quadro acima podem não ter soma exata por causa de arredondamentos. Chances geológicas de sucesso e chances de desenvolvimento de indícios não são avaliadas até que sejam atualizadas para prospectos.

Colômbia

Na Colômbia, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária da empresa em 16 blocos (aproximadamente 1,8 milhão de acres líquidos), contendo 83 oportunidades de exploração (54 prospectos e 29 indícios), com uma estimativa de melhor caso de um total de Recursos Prospectivos brutos de 1.554 MMboe (71% de petróleo pesado, 19% de petróleo leve e médio, 10% de gás natural). A maioria do gás natural vem dos blocos da empresa na Bacia do Baixo Magdalena, enquanto as bacias de Llanos e Putumayo detêm a maioria do total estimado de Recursos Prospectivos de petróleo.

Peru

No Peru, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária da empresa em um bloco offshore e sete blocos onshore (aproximadamente 3,9 milhões de acres líquidos), contendo 53 oportunidades de exploração (18 prospectos e 35 indícios), com estimativa de melhor caso de um total de Recursos Prospectivos brutos de 2.497 MMboe (99% de petróleo leve e médio), 1% de gás natural). Desse total de recursos, 79% é associado com sete blocos onshore nas bacias de Maranon e Ucayali e 21%, com o Bloco Z1 offshore, na Bacia de Tumbes.

Brasil

No Brasil, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária da empresa em oito blocos (aproximadamente 146 mil acres líquidos), contendo 14 oportunidades de exploração (5 prospectos e 9 indícios), com estimativa de melhor caso de um total de Recursos Prospectivos brutos de 777 MMbbl (todos de petróleo leve e médio). Aproximadamente 12% está associado à participação da empresa nos blocos offshore da Karoon, na Bacia de Santos, enquanto o restante está nos blocos offshore que a empresa detém na Foz do Amazonas e nas Bacias do Pará e Maranhão.

Outros países

Na Guiana, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária de 64% da empresa em dois blocos (aproximadamente 1 milhão de acres líquidos), detidos através de sua participação acionária na CGX Energy Inc. ("CGX"). Esses blocos contêm sete oportunidades de exploração (todas indícios), com a estimativa de melhor caso do total de Recursos Prospectivos brutos de 1.320 MMboe (84% de petróleo leve e médio, 16% de gás natural).

Na Guatemala, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária da empresa em um bloco (aproximadamente 30 mil acres líquidos), contendo quatro oportunidades de exploração (dois prospectos e dois indícios), com estimativa de melhor caso do total de Recursos Prospectivos brutos de 37 MMbbl de petróleo leve e médio.

Em Papua Nova Guiné, o Relatório de Recursos de 2014 cobre a participação acionária da empresa em um bloco (aproximadamente 29 mil acres líquidos), contento cinco oportunidades de exploração (três prospectos e dois indícios), com o melhor caso do total de Recursos Prospectivos brutos de 55 MMboe (98% de gás natural, 2% de gás natural liquefeito).

A Pacific Rubiales, empresa sediada no Canadá, produtora de gás natural e óleo cru, controla integralmente a Meta Petroleum Corp., que opera os campos de petróleo pesado de Rubiales, Piriri e Quifa na Bacia de Llanos, e também controla integralmente a Pacific Stratus Energy Colombia Corp., que opera o campo de gás natural La Creciente no noroeste da Colômbia. A Pacific Rubiales também adquiriu 100% da Petrominerales Ltd., que é proprietária de ativos de petróleo pesado e leve na Colômbia e de ativos de petróleo e gás no Peru, bem como de 100% da PetroMagdalena Energy Corp., que é proprietária de ativos de petróleo leve na Colômbia, e de 100% da C&C Energia Ltd.,que é proprietária de ativos de petróleo leve na Bacia de Llanos. Além disso, a empresa tem um portfólio diversificado de ativos além da Colômbia, que inclui ativos de produção e exploração no Peru, Guatemala, Brasil, Guiana e Papua Nova Guiné.

As ações ordinárias da empresa são comercializadas na Bolsa de Valores de Toronto (Toronto Stock Exchange), na Bolsa de Valores da Colômbia e, como instituição brasileira de Certificados de Depósitos, na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros do Brasil, sob os símbolos PRE, PREC e PREB, respectivamente.

Informes

Notas de advertência em relação a Declarações Prospectivas

Este comunicado à imprensa contém declarações prospectivas. Todas as declarações, que não as declarações de fatos históricos que tratam de atividades, eventos ou desenvolvimentos, que a empresa acredita, espera ou prevê que irão ou que poderão ocorrer no futuro (incluindo, sem limitação, declarações sobre estimativas e/ou suposições em relação a estimativas de recursos, recursos e reservas potenciais e os planos e objetivos de exploração e desenvolvimento da empresa), são declarações prospectivas. Estas declarações prospectivas refletem as expectativas ou convicções atuais da empresa, com base nas informações atualmente disponíveis à empresa. As declarações prospectivas estão sujeitas a vários riscos e incertezas que podem fazer com que os resultados reais da empresa sejam materialmente diferentes dos discutidos nas declarações prospectivas, e até mesmo, caso tais resultados reais se concretizem ou se concretizem substancialmente, não pode haver qualquer garantia de que eles terão as consequências ou efeitos esperados sobre a empresa. Fatores que podem fazer com que os resultados ou eventos reais sejam materialmente diferentes das expectativas atuais incluem, entre outras coisas: incerteza das estimativas de capital e custos operacionais; estimativas de produção e retorno econômico estimado; a possibilidade de que as circunstâncias reais sejam diferentes das estimativas e das suposições; falhas no estabelecimento de estimativa dos recursos ou reservas; flutuações nos preços do petróleo e nas taxas de câmbio; inflação; mudanças nos mercados acionários; desenvolvimentos políticos na Colômbia, Peru, Guatemala, Brasil, Papua Nova Guiné ou Guiana; alterações dos regulamentos que afetem as atividades da empresa; incertezas quanto à disponibilidade e custos de financiamento necessário no futuro; as incertezas envolvidas na interpretação dos resultados de perfuração e outros dados geológicos; o impacto de reivindicações ambientais, indígenas e outras e do atraso que tais reivindicações podem causar nos planos de desenvolvimento esperados pela empresa e outros riscos divulgados sob o título "Fatores de Risco" e em qualquer outro lugar no formulário anual de informações da empresa, datadas de 13 de março de 2014, arquivadas na SEDAR no endereço www.sedar.com. Qualquer declaração prospectiva somente é válida a partir da data em que é feita e, exceto pelo que pode ser requerido por legislação aplicada a valores mobiliários, a empresa não assume qualquer intenção ou obrigação de atualizar qualquer declaração prospectiva, seja como resultado de novas informações, eventos ou resultados futuros ou por qualquer outro motivo. Embora a empresa acredite que as suposições inerentes às declarações prospectivas sejam razoáveis, as declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e, consequentemente, confiança indevida não deve ser depositada em tais declarações, devido à incerteza que nelas possa estar contida. 

Conversão do Boe

O termo "boe"é usado neste comunicado à imprensa. A medida Boe (barril de óleo equivalente) pode induzir a erro, especialmente se usada isoladamente. Uma taxa de conversão do boe de 5,7 Mcf: 1 bbl (barril) é baseada em um método de conversão de equivalência de energia aplicável principalmente na ponta do consumidor final e não representa uma equivalência do valor na cabeça do poço.

Para todas as reservas de gás natural na Colômbia, a medida boe tem sido expressa usando-se o padrão de conversão colombiano de 5,7 Mcf: 1 bbl, requerido pelo Ministério das Minas e Energia da Colômbia. E para todas as reservas de gás natural no Peru, a medida boe tem sido expressa usando-se o padrão de conversão peruano de 5,626 Mcf: 1 bbl, requerido pela Perupetro S.A. A medida boe na Papua Nova Guiné e na Guiana é convertida em 6 Mcf: 1 bbl.

Declarações relacionadas a recursos são consideradas declarações prospectivas, porque envolvem avaliação implícita, baseada em certas estimativas e suposições de que os recursos serão descobertos (no caso de Recursos Prospectivos) e podem ser produzidos lucrativamente no futuro. Especificamente, as informações prospectivas contidas neste documento, relacionadas a "recursos", podem incluir: volumes e valores estimados dos recursos de petróleo e de gás da empresa; volumes estimados de Recursos Contingentes e Prospectivos e a capacidade para financiar futuros desenvolvimentos; e a conversão de uma porção dos Recursos Contingentes em reservas e de Recursos Prospectivos em Recursos Contingentes.

Definições

Bcf

Bilhões de pés cúbicos.

Bcfe

Bilhões de pés cúbicos de gás natural equivalentes.

bbl

Barris de petróleo.

bbl/d

Barris de petróleo por dia.

boe

Barris de petróleo equivalentes. A medida Boe pode induzir a erro, especialmente se usada isoladamente. O padrão colombiano é uma taxa de conversão do boe de 5,7 Mcf:1 bbl e é baseado em um método de conversão de equivalência de energia, aplicável principalmente na ponta do consumidor final e não representa uma equivalência do valor na boca do poço.

boe/d

Barris de petróleo equivalentes por dia.

Bboe

Bilhões de barris de petróleo equivalentes.

Mbbl

Milhares de barris.

Mboe

Milhares de barris de petróleo equivalentes.

MMbbl

Milhões de barris.

MMboe

Milhões de barris de petróleo equivalentes.

Mcf

Milhares de pés cúbicos.

WTI

Índice de preços de petróleo intermediário do Texas.

Recursos

Os leitores devem dar atenção às estimativas de classes individuais de recursos e avaliar as probabilidades diferentes de recuperação associadas a cada classe. Estimativas dos demais recursos recuperáveis (sem riscos) incluem recursos prospectivos que não foram ajustados para riscos, com base na chance de descoberta ou na chance de desenvolvimento e recursos contingentes que não foram ajustados para riscos, com base na chance de desenvolvimento. Não é uma estimativa de volumes que podem ser recuperados. A recuperação real é provavelmente menor e pode ser substancialmente menor ou nenhuma.

Recursos prospectivos são aquelas quantidades de petróleo e gás que podem ser potencialmente recuperáveis de acumulações não descobertas. Não há certeza de que Recursos Prospectivos serão descobertos. Se descobertos, não há certeza de que a produção de qualquer quantidade dos Recursos Prospectivos será comercialmente viável. A aplicação de qualquer fator de chance geológica e econômica não equipara Recursos Prospectivos a Recursos Contingentes ou reservas. Além disso, a seguinte classificação de recursos, mutuamente exclusivos, foram usados:

  • Estimativa inferior -- é considerada uma estimativa conservadora da quantidade que será realmente recuperada da acumulação. Essa terminologia reflete um nível de confiança p90, em que há uma probabilidade de 90% de uma descoberta bem-sucedida ser igual ou maior do que essa estimativa dos recursos.
  • Melhor estimativa -- é considerada a melhor estimativa da quantidade que será realmente recuperada da acumulação. Essa terminologia é a medida da tendência central da distribuição da incerteza e, nesse caso, reflete um nível de confiança de 50%, em que há uma probabilidade de 50% de uma descoberta bem-sucedida ser igual ou maior do que essa estimativa de recursos.
  • Estimativa superior -- é considerada uma estimativa otimista da quantidade que será realmente recuperada da acumulação. Essa terminologia reflete um nível de confiança P10, em que há uma probabilidade de 10% de uma descoberta bem-sucedida ser igual ou maior do que essa estimativa dos recursos.
  • Estimativa média (Pmean) -- é determinada pelo uso da média aritmética de estimativas de casos inferior, melhor e superior, relacionadas aos volumes das reservas, propriedades das reservas e fatores de recuperação.

Recursos Contingentes são aquelas quantidades de petróleo estimadas, em uma determinada data, que podem ser potencialmente recuperáveis de acumulações conhecidas, usando-se tecnologia estabelecida ou tecnologia em desenvolvimento, mas que não são considerados, no momento, comercialmente recuperáveis, devido a uma ou mais contingências. Recursos Contingentes têm uma chance associada de desenvolvimento (econômica, regulamentar, de mercado e de instalação, compromisso corporativo e riscos políticos). As estimativas aqui contidas não foram avaliadas quanto ao risco para a chance de desenvolvimento. Não há certeza de que os Recursos Contingentes serão desenvolvidos e, se forem desenvolvidos, não há certeza sobre o momento certo desse desenvolvimento ou se será comercialmente viável produzir qualquer porção desses Recursos Contingentes.

Neste comunicado à imprensa, os volumes totais de recursos foram expressados em estimativas superiores, estimativas inferiores, melhores estimativas e estimativas médias (Pmean) para Recursos Contingentes e Prospectivos. Todas as estimativas de Recursos Contingentes e Prospectivos são expressos em volumes brutos (participação acionária antes de descontar royalties), porque a maioria dos royalties pagos a governos de vários países na avaliação seguem escalas móveis e não é possível estimar volumes líquidos (participação acionária depois de descontar royalties), sem previsões apropriadas da produção. Os volumes totais são somas aritméticas de múltiplas estimativas de Recursos Contingentes e Prospectivos, conforme for o caso, cujos princípios estatísticos indicam que podem ser enganosos, em relação aos volumes que realmente podem ser recuperados. Os leitores não devem dar atenção as estimativas de classes individuais de recursos e apreciar as diferentes probabilidades de recuperação associadas a cada classe, conforme explicado nesta seção.

Tradução

Este comunicado à imprensa foi preparado no idioma inglês e, subsequentemente, traduzido para espanhol e português. No caso de haver qualquer diferença entre a versão em inglês e as versões traduzidas, o documento em inglês deve ser tratado como a versão válida.

PDF disponível em: 
http://40rhel5streamview01.newswire.ca/media/2014/08/18/20140818-760556-42484-f9d3d0bd-7282-4f55-b0c4-9565a0ae691b.pdf

Para mais informações:

Christopher (Chris) LeGallais
Vice-presidente sênior para Relações com Investidores
+1 (647) 295-3700

Roberto Puente
Gerente sênior para Relações com Investidores
+57 (1) 511-2298

Kate Stark
Gerente para Relações com Investidores
+1 (416) 362-7735

(PRE.)

FONTE Pacific Rubiales Energy Corp.

SOURCE Pacific Rubiales Energy Corp.



More by this Source


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.