2014

PROLASTIN® comemora 25 anos como principal tratamento de reposição para deficiência de alfa(1)-antitripsina Grifols celebrará o aniversário patrocinando eventos e programas para promover mais pesquisas e maior conscientização

RESEARCH TRIANGLE PARK, Carolina do Norte, 7 de fevereiro de 2013 /PRNewswire/ -- A Grifols, empresa global da área de saúde e sediada em Barcelona, Espanha, está comemorando o 25o aniversário do PROLASTIN® (inibidor [humano] da alfa1-proteinase) e o 50o aniversário da descoberta da deficiência de alfa1-antitriprisina (Alfa1) com vários eventos e programas em todo o mundo cujo objetivo é aumentar a conscientização e promover a pesquisa sobre o tratamento da alfa1. Essa doença rara e potencialmente fatal causa enfisema genético devido aos baixos níveis de circulação da proteína alfa1-antitripsina. 

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20110304/PH59473LOGO)

O PROLASTIN foi lançado nos Estados Unidos em fevereiro de 1988 como o primeiro e único tratamento aprovado pela FDA para o tratamento da alfa1, aumentando os níveis da proteína alfa1-antitripsina nos pacientes. Vinte e cinco anos mais tarde, a marca PROLASTIN de produtos continua sendo líder mundial para o tratamento dessa doença pulmonar debilitante, que foi identificada em 1963 pelos pesquisadores suecos Carl-Bertil Laurell e Sten Eriksson.  

"Durante quase 17 anos, o PROLASTIN foi o único produto disponível para os pacientes com Alfa-1", disse o Dr. Sandy Sandhaus, médico e diretor do Programa sobre deficiência de alfa1-antitripsina no National Jewish Health em Denver, Colorado. "Desde o início, os fabricantes do PROLASTIN têm sido parceiros extraordinários da comunidade de pacientes, ajudando a melhorar sua saúde, educando os pacientes sobre essa doença pouco conhecida, e fornecendo suporte à pesquisa científica para descobrir formas melhores de detectar e tratar essa doença."   

"O grande suporte do fabricante do PROLASTIN aos pacientes ajudou muitas pessoas a mudar sua vida", Sandhaus acrescentou.   

Para comemorar o 25o aniversário do PROLASTIN e o 50o aniversário da descoberta da doença, a Grifols está patrocinando uma série de eventos, inclusive o Congresso Internacional de Pacientes da Fundação de Alfa1, em Barcelona, e uma Conferência Nacional de Educação em Washington, D.C. Esses eventos promoverão o diálogo e a colaboração entre pacientes, cientistas, e profissionais da área de saúde. A meta é aumentar o diagnóstico e promover a pesquisa sobre uma doença que continua sendo pouco diagnosticada, já que se estima que apenas cinco por cento das pessoas afetadas tenham sido diagnosticadas de forma adequada.   

Em termos de pesquisa, a Grifols continua suas iniciativas para aumentar a compreensão sobre a alfa1 e criar opções de tratamentos melhores para os pacientes. Para isso, a Grifols dará início a um estudo clínico multicêntrico ainda esse semestre para estudar a eficácia de várias doses do PROLASTIN®-C – uma fórmula mais concentrada e purificada do PROLASTIN aprovada nos Estados Unidos em 2009 e no Canadá em 2010.   

O desenvolvimento do PROLASTIN-C é um exemplo do compromisso constante da Grifols em criar novos serviços e produtos terapêuticos. Outras iniciativas incluem kits gratuitos para diagnóstico da Alfa1 e um programa abrangente de gerenciamento da doença, o PROLASTIN Direct®.

Sobre a Grifols

A Grifols é uma empresa global de saúde que trabalha há 70 anos para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas desenvolvendo medicamentos de plasma que salvam vidas, produtos farmacêuticos para hospitais, e tecnologia de diagnóstico para uso clínico. É o terceiro maior produtor mundial de medicamentos de plasma, está presente em mais de 90 países, é líder mundial em coleta de plasma, e possui 150 centros de doação de plasma nos Estados Unidos. O compromisso da Grifols é aumentar o acesso dos pacientes aos medicamentos de plasma que salvam vidas, expandindo sua fabricação e desenvolvendo aplicações terapêuticas de proteínas de plasma. As ações classe A da empresa são negociadas na Bolsa de Valores espanhola, onde fazem parte do Ibex-35 (MCE:GRF). Suas ações classe B sem direito a voto são negociadas no Mercado Contínuo (MCE:GRF.P) e na NASDAQ dos Estados Unidos via ADRs (NASDAQ: GRFS). Em 2011, as vendas da Grifols foram superiores a 2,3 bilhões de euros. A empresa fica sediada em Barcelona, Espanha, e emprega mais de 11.000 funcionários em todo o mundo. Para obter mais informações, visite www.grifols.com.

Sobre a deficiência de alfa1-antitripsina   
A deficiência de alfa1-antitripsina, também conhecida como deficiência de AAT ou Alfa1, é uma doença hereditária que causa uma redução significativa no inibidor de alfa1-proteinase, proteína natural.  A Alfa1 é uma doença rara, mas é a causa mais comum de enfisema genético em adultos e de doenças hepáticas em crianças. As pessoas que sofrem de Alfa1 desenvolvem geralmente doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC) que resultam em deficiência e morte prematura. Estima-se que a Alfa1 afete 200.000 pessoas na América do Norte e Europa combinados, apesar de mais de 90% das pessoas não serem diagnosticadas. 

Sobre o PROLASTIN® e PROLASTIN®-C

PROLASTIN-C e PROLASTIN são indicados para o tratamento da deficiência de alfa1-antitripsina (AAT) em pacientes com enfisema panacinar. A deficiência de AAT é uma condição genética na qual os níveis baixos da proteína alfa1 podem resultar em enfisema em adultos e doenças hepáticas, principalmente em crianças. A proteína ativa no PROLASTIN-C aumenta ou repõe os níveis de proteína nos pacientes com deficiência de AAT. O PROLASTIN-C foi aprovado nos Estados Unidos e Canadá, e o PROLASTIN foi aprovado ou registrado em países selecionados na Europa e América do Sul. 

Informações de segurança importantes sobre o PROLASTIN®-C

O PROLASTIN-C, inibidor (humano) de Alfa1-Proteinase, é indicado para tratamento de manutenção e reposição crônica em adultos com enfisema causado por deficiência do inibidor alfa1-proteinase (deficiência de alfa1-antitripsina). O efeito do tratamento de reposição com qualquer inibidor alfa1-proteinase (alfa1-PI) em exacerbações pulmonares e na progressão do enfisema na deficiência de alfa1-antitripsina não foi demonstrado em estudos clínicos aleatórios e controlados. O PROLASIN-C não é indicado como tratamento para doença pulmonar em pacientes nos quais a deficiência grave de Alfa1-PI não tenha sido estabelecida.

O PROLASTIN-C pode conter resíduos de IgA. Os pacientes que possuam sabidamente anticorpos para IgA, que podem estar presentes em pacientes com deficiência seletiva ou grave de IgA, têm um risco maior de apresentar possível hipersensibilidade grave a reações anafiláticas. O PROLASTIN-C é contraindicado em pacientes com anticorpos contra IgA. 

As reações mais comuns associadas ao medicamento durante os estudos clínicos em ≥1% de indivíduos foram calafrios, mal-estar, dores de cabeça, erupções cutâneas, calores, e prurido. A reação adversa mais grave observada durante os estudos clínicos com PROLASTIN-C foram erupções cutâneas no abdômen e nas extremidades em um indivíduo.  

PROLASTIN-C é feito de plasma humano. Produtos feitos de plasma humano podem apresentar o risco de transmissão de agentes infecciosos, como vírus e, teoricamente, o agente etiológico da doença de Creutzfeldt-Jakob (CJD). 

Favor consultar todas as Informações sobre o medicamento em http://www.talecris-pi.info/inserts/Prolastin-C.pdf

Encorajamos você a reportar à FDA os efeitos negativos de remédios vendidos sob receita médica. Visite www.fda.gov/medwatch, ou ligue para 1-800-FDA-1088.

CO11-0113

FONTE  Grifols

FONTE Grifols

SOURCE Grifols



RELATED LINKS
http://www.grifols.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.