Semana decisiva para o Brasil+Competitivo (PAC-PME) Propostas para melhorar competitividade empresarial e acesso a capital privado de crescimento, modelagem econômica e sugestão de medida provisória serão formalizadas ao Governo Federal

SÃO PAULO, 2 de setembro de 2013 /PRNewswire/ -- Depois de diversas reuniões e interações com as áreas técnicas do Ministério da Fazenda (MF), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), da Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) e do Congresso (Câmara e Senado), essa primeira semana de setembro será decisiva para a entrega das propostas do projeto Brasil+Competitivo (PAC-PME, www.pacpme.com.br) ao Governo Federal.

A formalização da entrega das propostas do Brasil+Competitivo (PAC-PME), juntamente com o seu modelo econômico (quantificação das contrapartidas ao Governo) e com a sugestão de medida provisória (ou projeto de lei do executivo) marcará o encerramento da etapa de mobilização e entrega da mensagem a Garcia. Trata-se de "boa notícia para o Brasil" e entendemos que são propostas meritórias de prosperar dentro do Governo.

Afinal, o Brasil+Competitivo (PAC-PME) visa fomentar o empreendedorismo, aumentar a competitividade empresarial e facilitar o acesso a capital privado de crescimento para empresas médias brasileiras (private equity, dívida, M&A e IPOs - oferta de ações). Do ponto de vista de racional para o Governo, o Brasil+Competitivo (PAC-PME):

  • Teria impacto zero no orçamento da União: o fluxo de caixa para o imposto de renda, único tributo viabilizador desse programa, seria continuamente positivo, tanto no crédito tributário às empresas participantes, como na isenção de IR sobre ganho de capital de investidores. Ou seja, estaria perfeitamente em linha com fim das desonerações tributárias, conforme anunciado e ratificado pelo Ministro Guido Mantega;
  • Poderia propiciar o destravamento do mercado de acesso a capital privado de crescimento para médias empresas brasileiras (+750 IPOs em cinco anos): propiciaria ao Governo capturar arrecadação extra líquida de R$2,5 bilhões, além de demais benefícios tais como: +R$84 bilhões de investimento privado produtivo (crescem taxas de investimento e de poupança), +1,1 milhão de empregos formais e aumento da pauta de exportação (empresas médias).

A mobilização do Brasil+Competitivo (PAC-PME) atingiu hoje 155 integrantes. Ainda essa primeira semana de setembro outros dois grandes nomes passarão a integrar essa iniciativa que, com a formalização da entrega ao Governo Federal, passarão a liderar o relacionamento com o executivo.

O grupo que desenvolveu as propostas e o racional do Brasil+Competitivo (PAC-PME) passará então a focar na revolução educacional a empresários interessados em melhorar competitividade, perpetuar seus negócios e criar valor a seus acionistas.

Mais informações sobre o PAC-PME:
Rodolfo Zabisky
info@pacpme.com.br 
Tel.: (11) 3529-3777

Sobre o PAC-PME (Brasil+Competitivo) (www.bmaiscompet.com.br): Portal completo de soluções empresariais que disponibiliza seis diferentes recursos de maneira simples e descomplicada: educacional, capital de crescimento, presença digital, competitividade, show room de médias empresas ("MEs") e investidores. Com esse Portal, pequenas e médias empresas passam a ter mais um canal de promoção de desenvolvimento e emancipação empreendedora. As MEs encontram treinamento continuado, acesso a inovações, técnicas de marketing e presença digital, economia por meio de compras coletivas, ideias de novos produtos e serviços, e opções para obtenção de capital para crescimento, assim como exposição frente a potenciais investidores (e eventualmente registro de companhia aberta na CVM e listagem no Bovespa Mais e/ou, brevemente, na ATS Brasil). Estão à frente da iniciativa do Brasil+Competitivo instituições como o MBC - Movimento Brasil Competitivo (que reúne as principais lideranças empresariais do país), a BRAiN (que reúne as instituições Anbima e Febraban, dentre outras, e que visa catalisar a consolidação do Brasil como um polo internacional de investimentos e negócios), a FIESP, a FecomercioSP, a ACSP - Associação Comercial de São Paulo, a Rio Negócios, a UGT - União Geral dos Trabalhadores, a Força Sindical, o CIETEC, a Alampyme-BR, a Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), o IBEF-SP, o Movimento Brasil Eficiente - MBE, a ANCORD, a ANEFAC, a Apimec Nacional e a Frente Parlamentar do Empreendedorismo.

Grupo de trabalho/apoio do PAC-PME (Brasil+Competitivo) (155 integrantes): Entidades, Consultorias e Associações (89): 5YearsFromNow, ACG Brasil - Associação para o Crescimento Corporativo, ACIGAMES, ACSP - Associação Comercial de São Paulo, Alampyme-BR, ALZ Brasil, ANCORD, ANEFAC, Anjos do Brasil, APADi, Apimec Nacional, Araújo Fontes, ASTEPS, ATF Comunicação Empresarial, ATS Brasil (NYSE Technologies), BC Inteligência Cultural, Blog da Governança, Boa Vista Serviços, BRAiN, Brasil Business Tutors – BRBT, Business Partners Consulting, Career Center, Catálise, CIETEC, Condere Consultoria, Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Construtora São José, Cresça Brasil, CRIABIZ, Cypress, Diálogo Consultoria, Direct Edge, E. Chehab, ECR Consultoria, Editora INCorporativa, Empiricus Research, Endurance Capital Partners, Época Negócios, EXAME PME, Excelia, Facility Investimentos, Faldini Estratégia Empresarial e Governança Corporativa, FC Partners, FecomercioSP, Ferrari Consultoria Empresarial e Gestão de Ativos, FIESP, Força Sindical, Fórum de Líderes Empresariais, Frente Parlamentar do Empreendedorismo, FuturaInvest, Gradual, Grupo Attitude, Hirashima & Associados, IBEF-SP, Instituto Atlântico, Instituto da Economia Criativa, Instituto Mineiro de Mercado de Capitais (IMMC), INTERLINK Governança Global, Intoo, Jardim Botânico Investimentos, Latinvest Capital Partners, LEAD, Maxpress, MESA Corporate Governance, Movimento Brasil Competitivo - MBC, Movimento Brasil Eficiente - MBE, Movimento Empreenda, MyJobSpace, MZ Consult, Page Executive, PBA Capital, PEGN - Pequenas Empresas & Grandes Negócios, ProBusiness, Programa Alma do Negócio, Rede Mulher Empreendedora, Ricca& Associados Consultoria e Treinamento, Rio Negócios, SEI Consultoria, Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Sýndreams, TG&C - Trevisan Gestão & Consultoria, TGPowerhouse, TreeCorp Investimentos, Trevisan Escola de Negócios, Trivèlla Investimentos, UGT - União Geral dos Trabalhadores, Valuing | HR Solutions, Viking Network e Vista Consulting. Escritórios de Advocacia (40): Albino Advogados; Almeida Prado, Calil Advocacia; Azevedo Sette Advogados; Barbosa, Müssnich & Aragão; BKBG - Barretto Ferreira e Brancher Sociedade de Advogados; Braga Nascimento e Zilio Advogados Associados; Brito & Maia Advogados e Consultores; Campos Mello Advogados; Cavalcante Ramos Advogados; Cots Advogados; De Vivo, Whitaker e Castro Advogados; Demarest e Almeida; Fernandes Figueiredo Advogados; Ferrari & Santos Advogados; Ferreira & Hitelman Advogados; Gomes Altimari Advogados; Gomes Previatello Advogados; Inácio Ferreira Advogados Associados; Lefosse Advogados; Machado Meyer; Marcos Martins Advogados; Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Quiroga; Motta, Fernandes Rocha; Murray Advogados; Mussi, Sandri & Pimenta Advogados; Negromonte & Prado Advogados; Nogueira, Elias, Laskowski e Matias Advogados; Peixoto e Cury Advogados; Perlman Vidigal Godoy Advogados; Pinheiro Neto Advogados; Salusse Marangoni Advogados; Santos Abreu& Britto Advogados; Souza, Cescon, Barrieu & Flesch; Stocche Forbes; Tauil&Chequer Advogados; Toron, Torihara e Szafir Advogados; TozziniFreire Advogados; Vaz, Barreto, Shingaki e Oioli Advogados; Wander Bastos & Advogados Associados; e Wongtschowski & Zanotta. Intermediários Financeiros (16): Banco Barclays, Banco Bradesco BBI, Banco BTG Pactual, Banco Credit Suisse, Banco do Brasil, Banco Fator, Banco Itaú BBA, Banco Modal, Banco Morgan Stanley, Banco Safra, Banco Santander, Banco Votorantim, Bank of America Merrill Lynch, Citi, Planner, e UBS. Auditores (10): Baker Tilly Brasil, BDO, Crowe Horwath Brasil, Deloitte Touche Tohmatsu, Ernst & Young Terco, Grant Thornton, KPMG, Mazars, Parker Randall Brasil, e PricewaterhouseCoopers.

FONTE PAC-PME (Brasil+Competitivo)

SOURCE PAC-PME (Brasil+Competitivo)



RELATED LINKS
http://www.pacpme.com.br

Best of Content We Love 2014 


Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.