2014

SHUAA: Divulgação de Lucros

DUBAI, Emirados Árabes Unidos, 10 de fevereiro de 2013 /PRNewswire/ --

Os resultados de 2012 da SHUAA e a execução bem-sucedida da estratégia estão em linha com a orientação para o mercado

Destaques do Ano de 2012:

  • Receitas Totais subiram 38% para AED 137,3 milhões de AED 99,3 milhões no ano de 2011
  • Despesas Totais caíram AED 163,0 milhões, uma melhoria de 45%, para AED 199,3 milhões de AED 362,3 milhões no ano de 2011
  • Prejuízo Líquido melhorou 80% para AED 59,0 milhões, uma redução de AED 234,8 milhões em relação ao ano anterior
  • As divisões de Empréstimos e de Gestão de Ativos foram lucrativas em 2012
  • A Relação Custo/Receita foi de 138%, uma melhoria de 43% em relação ao ano anterior

Destaques do Quarto Trimestre de 2012:

  • Receitas Totais subiram 25% para AED 25,2 milhões de AED 20,1 milhões no 4T de 2011
  • As Despesas Totais caíram AED 100,1 milhões para AED 39,2 milhões de AED 139,3 milhões, uma melhoria de 72%
  • Redução de 81% no Prejuízo Líquido para AED 20,7 milhões comparado com o prejuízo líquido de AED 111,9 milhões no 4T de 2011

Destaques do Balanço Patrimonial:

  • Ativos Totais de AED 1,4 bilhão ficaram AED 231,1 milhões abaixo do resultado de dezembro de 2011
  • Caixa e Depósitos em Bancos, subiram 24% para AED 423,3 milhões de  AED 340,2 milhões
  • Redução no Passivo Total de AED 167,8 milhões para AED 269,4 milhões, uma diminuição de 38% de AED 437,2 milhões
  • Empréstimos Bancários foram de AED 136,3 milhões, uma diminuição em relação aos AED 275,9 milhões
  • O Patrimônio Líquido Total reduziu AED 63,4 milhões para AED 1,1 bilhão
  • O Valor Contábil por Ação é AED 1,04

Conquistas:

  • A Gulf Finance foi premiada como "Melhor Companhia Financeira para PME" na Premiação da Indústria Bancária do Oriente Médio, em reconhecimento às suas atividades financeiras para PME (Pequenas e Médias Empresas) pelo segundo ano consecutivo.
  • A Divisão de Gestão de Ativos da SHUAA recebeu  o prêmio "Melhor Gestora de Ativos dos EAU" da revista EMEA Finance pelo terceiro ano consecutivo
  • O Emirates Gateway Fund (Fundo Portal dos Emirados) da Divisão de Gestão de Ativos da SHUAA  foi eleito o "Fundo de Participações do Ano dos EAU" pelo MENA Fund Manager, pelo segundo ano consecutivo

A SHUAA encerrou o ano de 2012 com um forte balanço patrimonial e liquidez, melhorou consideravelmente seu resultado final e reconquistou sua posição na indústria regional de serviços financeiros. O prejuízo líquido de 2012 foi de AED 59,0 milhões, uma melhoria de 80% sobre o prejuízo de AED 293,8 milhões de 2011. Este resultado está dentro das previsões que a SHUAA divulgou em outubro de 2012. A melhoria foi impulsionada principalmente pela finalização bem-sucedida do programa de reestruturação e redimensionamento. As Despesas Totais para o ano foram reduzidas em AED 163,0 milhões. As Despesas Gerais e Administrativas caíram AED 37,7 milhões porque o número de funcionários foi reduzido e os processos se tornaram mais eficientes. O negócio de Empréstimos registrou um aumento de despesas de AED 13,7 milhões, em linha com seus planos de expansão nos EAU e na Arábia Saudita.Todas as outras unidades de negócios registraram uma diminuição significativa nas despesas, totalizando AED 51,4 milhões. Isto representa uma melhoria de 29% sobre o ano anterior.

(Logo: http://photos.prnewswire.com/prnh/20130210/594439-a )

(Foto: http://photos.prnewswire.com/prnh/20130210/594439-b )

Durante o primeiro semestre de 2012, a SHUAA assumiu encargos relacionados com o programa de reestruturação, o qual somente começou a ter um impacto positivo nas Despesas Gerais e Administrativas no segundo semestre de 2012. O impacto total do programa de reestruturação de 2012 deverá ser reconhecido em 2013, com uma melhoria adicional de 10% nos custos.

As Receitas do 4T de 2012 foram de AED 25,2 milhões comparadas com AED 20,1 milhões para o 4T de 2011, representando um aumento de 25% e fazendo com que as receitas anuais de 2012 somem o total de AED 137,3 milhões, um aumento de 38% sobre as receitas de 2011 de AED 99,3 milhões. As receitas foram impulsionadas por um aumento na receita de juros e uma oscilação positiva nos investimentos dos fundos gerenciados da SHUAA.

No quarto trimestre de 2012, a SHUAA atingiu seus objetivos estratégicos e financeiros. O prejuízo líquido do quarto trimestre melhorou para AED 20,7 milhões de um prejuízo de AED 111,9 milhões no mesmo período do ano passado, com os benefícios do programa de redimensionamento apresentando um impacto positivo no resultado da Companhia. A SHUAA continua a avaliar prudentemente seus ativos e desta forma não houve imparidades de investimentos no período.

A SHUAA fortaleceu ainda mais seu Balanço Patrimonial. Em 31 de dezembro de 2012, os Ativos Totais atingiram AED 1,4 bilhão. Caixa e depósitos subiram 24% para AED 423,3 milhões. Durante todo o ano, a Companhia continuou a reduzir os passivos através da amortização das dívidas. Consequentemente, o passivo total caiu 38% para AED 269,4 milhões de AED 437,2 milhões no final de 2011, reduzindo as despesas de juros em 28% para AED 11,7 milhões de AED 16,2 milhões em 2011.

Sua Alteza, o Sheik Maktoum Hasher Al Maktoum, Presidente Executivo da SHUAA Capital, comentou os resultados:

"Apesar do ambiente volátil do mercado em 2012, os resultados financeiros da SHUAA para o ano estão em linha com nossa orientação para o mercado. Estrategicamente, 2012 foi um ano transformacional para a SHUAA e a Companhia conquistou marcos importantes no seu anunciado programa de reestruturação. Completamos com sucesso quatro das principais iniciativas de transformação, incluindo o programa de redimensionamento, a redução dos ativos não essenciais, a transformação de nosso balanço patrimonial líder da indústria através do fortalecimento de nossa posição de liquidez e do anúncio de um roteiro financeiro e operacional claro e estratégico com foco na geração recorrente de receitas.

A escala reduzida de nossa indústria e a necessidade renovada de capital e especialização em consultoria estão agindo a nosso favor. Enquanto a maior parte da indústria regional de serviços financeiros ainda está no modo da reestruturação, a SHUAA possui agora uma vantagem competitiva e a habilidade de se concentrar na geração de receitas. A recente revitalização de nossa marca financeira e o feedback positivo sobre nosso direcionamento estratégico, recebido de nossos acionistas e clientes, destacam nossa posição de força em relação aos nossos pares. A SHUAA está agora em uma posição exclusiva para se concentrar no crescimento, o qual será resultado de um desempenho mais forte em 2013".

Informações dos Segmentos

Empréstimos

A Divisão de Empréstimos da SHUAA registrou receitas de AED 75,6 milhões no ano de 2012 (Ano 2011: AED 61,2 milhões) e receitas de AED 19,9 milhões no 4T (4T 2011: AED 18,2 milhões). Os lucros do ano foram de AED 3,0 milhões (Ano 2011: AED 23,4 milhões), com prejuízo trimestral marginal de AED 0,8 milhão (4T 2011: lucro de AED 5,4 milhões). Globalmente, a Divisão de Empréstimos teve outro forte ano e contribuiu com mais de 55% das receitas da SHUAA em 2012.

Em 2012, a Gulf Finance Corporation gerou um lucro líquido de AED 10,0 milhões, compensados por um investimento significativo de AED 7,1 milhões na recentemente lançada Gulf Installments Company na Arábia Saudita e no estabelecimento da SHUAA Credit. Em linha com sua estratégia, a SHUAA redistribuiu com sucesso partes de seu balanço patrimonial para a GFC.

Durante o ano, a Gulf Finance Corporation solicitou ao Banco Central dos EAU uma licença para estabelecer uma Janela Islâmica para algumas de suas atividades financeiras, visando estar pronta para o mercado na primavera de 2013, sujeita às aprovações regulatórias.

A Gulf Finance foi premiada como "Melhor Companhia Financeira para PME" na Premiação da Indústria Bancária do Oriente Médio de 2012. Este é o segundo ano consecutivo que a Gulf Finance foi reconhecida por suas atividades de empréstimos às Pequenas e Médias Empresas.

Gestão de Ativos

O negócio de Gestão de Ativos, que gerencia os fundos de investimentos, os fundos de investimentos de capitais privados da SHUAA, bem como mandatos discricionários de portfólios, registrou receitas de AED 18,0 milhões no ano que está sendo revisado (Ano de 2011: AED 23,8 milhões) e um lucro líquido de AED 1,8 milhão (Ano de 2011: AED 5,2 milhões). O 4T apresentou receitas de AED 4,2 milhões (4T 2011: AED 6,3 milhões) e um lucro de AED 2,1 milhões (4T 2011: AED 2,6 milhões).

Os principais fundos da SHUAA, o Arab Gateway Fund (Fundo Portal Árabe) e o Emirates Gateway Fund (Fundo Portal dos Emirados), continuaram a superar o desempenho de seus pares e parâmetros de comparação. O Arab Gateway Fund teve rendimento de 9,02% em 2012, superando o desempenho de seu parâmetro de comparação, o S&P Pan Arab Composite Index, em 5,1%. O Emirates Gateway Fund também superou o desempenho de seus pares com um desempenho de 30,94% em 2012, 3,85% acima de seu parâmetro de comparação, o S&P UAE Composite Index.

A SHUAA Credit está trabalhando de perto com a equipe de Gestão de Ativos no desenvolvimento de produtos de crédito que serão lançados em 2013.

Na segunda metade do ano, a SHUAA fechou seu SHUAA Partners Fund (Fundo Parceiros da SHUAA) após a venda de seus dois investimentos restantes, gerando uma Taxa Interna de Retorno de 7,6% sobre seu período de investimento. Durante o período de maturação do Fundo, de 2005 a 2012, os mercados de capitais públicos dos EAU (MSCI UAE Index) registraram uma queda de 78%.

A SHUAA Capital foi escolhida como a Melhor Gestora de Ativos dos Emirados Árabes Unidos pela revista EMEA Finance pelo terceiro ano consecutivo. No início de 2013, O Emirates Gateway Fund foi eleito o "Fundo de Participações do Ano dos EAU" pelo MENA Fund Manager, pelo segundo ano consecutivo.

Serviços Bancários de Investimentos

No 4T, as receitas foram de AED 1,8 milhão (4T 2011: AED 0,7 milhão) e a divisão registrou um prejuízo de AED 0,7 milhão (4T 2011: prejuízo de AED 2,5 milhões). A Divisão de Serviços Bancários de Investimentos registrou crescimento anual da receita de 64% para AED 11,2 milhões (Ano de 2011: AED 6,8 milhões) e melhorou seu resultado final em 90% para um prejuízo líquido de AED 1,4 milhão (Ano de 2011: prejuízo de AED 14,4 milhões).

Em abril, a SHUAA foi gerente de liderança conjunta na bem-sucedida Oferta Pública Inicial da NMC, uma fornecedora líder integrada de cuidados de saúde dos EAU.  Isto foi notável por ser esta a primeira companhia de Abu Dhabi listada na Bolsa de Valores de Londres. Perto do final de 2012, a SHUAA assinou um Memorando de Entendimento com a PT Pratama Capital Indonesia com respeito a uma colaboração entre as duas firmas, para oferecer uma variedade de serviços bancários de investimentos para emitentes e investidores nos EAU e na República da Indonésia.

Também, perto do final do ano, a SHUAA foi indicada como consultora financeira do Grupo Urbanos, a principal companhia de assistência em terra e logística de Portugal. A SHUAA foi indicada para oferecer apoio e serviços de consultoria para o desenvolvimento de negócios e necessidades de financiamento, na medida em que a Urbanos estabelece seu centro de operações em Dubai e desenvolve suas operações regionalmente.

Corretagem

O negócio registrou receitas de AED 8,1 milhões no ano sendo revisado (Ano de 2011: AED 19,9 milhões) e um lucro líquido de AED 0,3 milhão (Ano de 2011: prejuízo de AED 129,9 milhões). No 4T, as receitas foram de AED 0,6 milhão (4T 2011: AED 2,6 milhões) e a divisão registrou um prejuízo de AED 2,3 milhões (4T 2011: prejuízo de AED 86,9 milhões).

Devido à saída do mercado de corretagem de varejo, as despesas totais relacionadas com a corretagem caíram 95% para AED 7,8 milhões de AED 152,6 milhões no ano de 2011. A SHUAA espera fechar a divisão de corretagem de varejo no primeiro semestre de 2013.

Corporativo

O centro corporativo registrou receitas no ano de AED 24,4 milhões (ano de 2011: receitas negativas de AED 12,4 milhões) e um prejuízo total de AED 62,7 milhões (Ano 2011: prejuízo de AED 178,1 milhões). No 4T, as receitas foram negativas em AED 1,4 milhão (4T 2011: receitas negativas de AED 7,7 milhões) e a divisão registrou um prejuízo de AED 19,0 milhões (4T 2011: prejuízo de AED 30,6 milhões). O número de funcionários no final de 2012 era 200 comparado com 282 no final do ano de 2011.

Advertência com relação às Declarações Prospectivas

Este documento contém declarações prospectivas. As declarações prospectivas não são fatos históricos nem garantias de desempenho futuro. Ao invés disso, elas se baseiam somente em nossas atuais crenças, expectativas e pressupostos com relação ao futuro dos nossos negócios, planos e estratégias futuras, projeções, eventos e tendências esperados, da economia e outras condições futuras. As declarações prospectivas podem ser identificadas por palavras tais como: "antecipar", "aspirar a", "pretender", "planejar", "meta", "objetivo", "buscar", "acreditar", "projetar", "estimar", "esperar", "projeto", "estratégia", "alvo", "tendência", "futuro", "probabilidade", "poderá", "deverá", "realizará" e referências semelhantes a períodos futuros.

Exemplos de declarações prospectivas incluem, entre outras, declarações que fazemos quanto a:

  • Resultados operacionais esperados, tais como crescimento de receitas e lucros.
  • Níveis previstos de despesas e usos do capital.
  • Volatilidade atual ou futura dos mercados de capital e crédito e das condições futuras dos mercados.

Como as declarações prospectivas se relacionam ao futuro, estão sujeitas a incertezas inerentes, riscos e mudanças das circunstâncias, que são difíceis de prever e muitos dos quais estão fora do nosso controle. Nossos resultados reais e condições financeiras poderão diferir substancialmente dos indicados nas declarações prospectivas. Portanto, recomendamos não confiar somente em qualquer uma destas declarações prospectivas. Fatores importantes que poderiam fazer com que nossos resultados reais e condições financeiras sejam substancialmente diferentes dos indicados nas declarações prospectivas incluem, entre outros, os seguintes: nossa capacidade de manter níveis adequados de receitas e controle de custos; condições econômicas financeiras nos mercados mundiais e regionais onde operamos, incluindo a volatilidade das taxas de juros, preços de produtos básicos e do capital e valor dos ativos, implementação de nossas iniciativas estratégicas, incluindo nossa capacidade de administrar efetivamente a redistribuição do nosso balanço patrimonial e a expansão de nossos negócios estratégicos; confiabilidade de nossas políticas, procedimentos e métodos de gestão de riscos; volatilidade contínua dos mercados de capital ou crédito; eventos geopolíticos, desenvolvimentos e mudanças nas leis e regulamentos, incluindo aumento da regulamentação da indústria de serviços financeiros através de ações legislativas e regras e normas revistas, aplicadas por nossas entidades reguladoras.

Qualquer declaração prospectiva feita por nós neste documento e apresentação se baseia somente na informação que temos disponível atualmente e refere-se somente à data na qual foi feita. Nenhuma representação ou garantia, explícita ou implícita, é feita quanto à exatidão, integralidade ou imparcialidade das informações e opiniões contidas neste documento. Não assumimos nenhuma obrigação de atualizar publicamente qualquer declaração prospectiva, seja como resultado de novas informações, acontecimentos futuros ou por qualquer outra razão.

A SHUAA Capital psc ('SHUAA') oferece serviços bancários de investimentos totalmente integrados e concentrados nos clientes. A SHUAA, com sede em Dubai, Emirados Árabes Unidos, atende a clientes corporativos e institucionais, bem como empresas familiares e indivíduos de alta renda, com especialização nas áreas de gestão de ativos, consultoria de serviços bancários de investimentos, mercado de capitais e crédito. A SHUAA foi estabelecida em 1979 através do Decreto dos Emirados No. 6. A SHUAA é uma companhia pública de participação acionária, regulamentada como companhia de investimentos financeiros pelo Banco Central dos EAU e suas ações são cotadas no Mercado Financeiro de Dubai. http://www.shuaa.com/.

Para informações adicionais entre em contato com:
Oliver Schutzmann
Chefe de Relações com Investidores & Comunicações Corporativas
Tel: +971-4-319-9872
Celular: +971-50-640-5722
oschutzmann@shuaa.com

FONTE  SHUAA Capital plc

FONTE SHUAA Capital plc

SOURCE SHUAA Capital plc



RELATED LINKS
http://www.shuaa.com/

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.