UGT é a 100ª integrante do PAC-PME A União Geral dos Trabalhadores passa a contribuir com as propostas da iniciativa relacionadas aos diretos dos trabalhadores e à geração de mais de 1 milhão de empregos formais em pequenas e médias empresas

SÃO PAULO, 5 de junho de 2013 /PRNewswire/ -- A UGT - União Geral dos Trabalhadores (www.ugt.org.br), uma associação civil com jurisdição em todo território brasileiro e representação em todos os Estados, mais de 1,5 mil entidades sindicais filiadas e cerca de 7,0 milhões de trabalhadores na sua base, comunicou hoje seu engajamento no grupo de trabalho do Programa de Aceleração do Crescimento para Pequenas e Médias Empresas - PAC-PME (www.pacpme.com.br), com especial intuito de contribuir com as propostas do grupo relacionadas aos diretos dos trabalhadores e à geração de empregos formais em pequenas e médias empresas (PMEs).

Para Ricardo Patah, Presidente da UGT - União Geral dos Trabalhadores, "a iniciativa é importante, porque, por meio de propostas simples e objetivas - e sem prejuízo de arrecadação - possibilita ganhos a todos os envolvidos: Governo, empresários e trabalhadores. O potencial de geração de empregos formais (mais de 1 milhão nos próximos cinco anos) e de crescimento da renda dos trabalhadores é enorme. Igualmente importantes são as propostas educacionais e a característica de descentralização geográfica/setorial, alinhada com a nossa atuação em todo o território nacional. Entendemos que a operacionalização do PAC-PME pelo Governo, que recentemente deu posse ao Ministro Guilherme Afif Domingos para a pasta das micro e pequenas empresas, colaborará com o aumento do investimento privado e da poupança interna do País e, por consequência, fomentando o PIB e sua sustentabilidade".

A UGT conta atualmente com 1.517 entidades sindicais filiadas sendo 1.067 sindicatos de base validados no MTE, 120 sindicatos filiados (em processo de validação no MTE), 55 federações nacionais, regionais ou estaduais, e duas confederações nacionais. A União Geral dos Trabalhadores representa cerca de 7,0 milhões de trabalhadores na base dos sindicatos filiados (dos quais 20% são sindicalizados).

Para o coordenador da iniciativa PAC-PME, Rodolfo Zabisky, "a adesão e a participação da UGT - União Geral dos Trabalhadores são importantíssimas na atual fase de convergência, mobilização e encaminhamento das propostas do PAC-PME ao Governo (executivo e legislativo). Adicionalmente, seu presidente, o Ricardo Patah vem assumir uma posição de protagonismo no processo, exercendo sua competência de hábil administrador e interlocutor na defesa dos direitos dos trabalhadores que a Entidade representa – hoje e no futuro".

Com a adesão da UGT - União Geral dos Trabalhadores, o PAC-PME passa a contar com 100 integrantes em seu grupo de trabalho e apoio, sendo: 45 entidades, consultorias e associações, 30 escritórios de advocacia, 16 intermediários financeiros e nove auditorias.

Mais informações sobre a UGT - União Geral dos Trabalhadores:
Eduardo Pavão, Assessor
presidencia@ugt.org.br / edupavao@live.com 
(11) 2111-7322

Mais informações sobre o PAC-PME:
Rodolfo Zabisky
info@pacpme.com.br 
(11) 3529-3777

Sobre a UGT - União Geral dos Trabalhadores (www.ugt.org.br): a UGT é uma associação civil com prazo indeterminado de duração, com jurisdição em todo território brasileiro e representação em todos os Estados. É entidade de grau máximo de representação sindical e tem a finalidade de coordenar, representar e defender os direitos e os interesses dos trabalhadores. A União Geral dos Trabalhadores é uma organização sindical formada a partir da unificação das centrais sindicais Confederação Geral dos Trabalhadores - CGT, Social Democracia Sindical – SDS, Central Autônoma de Trabalhadores - CAT e de um amplo grupo de sindicatos independentes. A UGT foi fundada em 19/7/2007, durante o Congresso Nacional de Trabalhadores em São Paulo, que reuniu mais de 3.400 delegados de todo o País. A Entidade foi constituída para defender os trabalhadores brasileiros por meio de um movimento sindical amplo, cidadão, ético, solidário, independente, democrático e inovador. A UGT defende a unidade no sindicalismo e o direito à livre associação e organização, visando a construção de um projeto social pacífico, justo e democrático, centrado no ser humano, capaz de oferecer respostas e propostas aos problemas nacionais. Atualmente a União Geral dos Trabalhadores representa cerca de 7,0 milhões de trabalhadores na base dos sindicatos filiados (dos quais 20% são sindicalizados).

Sobre o PAC-PME (www.pacpme.com.br): O Programa de Aceleração do Crescimento para Pequenas e Médias Empresas ("PAC-PME") é um Portal completo de soluções empresariais, a qual disponibiliza seis diferentes recursos de maneira simples e descomplicada: educacional, capital de crescimento, presença digital, competitividade, show room de PMEs e investidores. Com esse Portal, pequenas e médias empresas passam a ter mais um canal de promoção de desenvolvimento e emancipação empreendedora. As PMEs encontram treinamento continuado, acesso a inovações, técnicas de marketing e presença digital, economia por meio de compras coletivas, ideias de novos produtos e serviços, e opções para obtenção de capital para crescimento, assim como exposição frente a potenciais investidores (e eventualmente registro de companhia aberta na CVM e listagem no Bovespa Mais). Estão à frente da iniciativa do PAC-PME instituições como o MBC - Movimento Brasil Competitivo (que reúne as principais lideranças empresariais do país), a BRAiN (que reúne as instituições Anbima e Febraban, dentre outras, e que visa catalisar a consolidação do Brasil como um polo internacional de investimentos e negócios), a FecomercioSP, a FIESP, a ACSP - Associação Comercial de São Paulo, a Rio Negócios, a UGT - União Geral dos Trabalhadores, a Força Sindical, o CIETEC, a Alampyme-BR, a Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), o IBEF-SP, o Movimento Brasil Eficiente - MBE, a ANCORD e a ANEFAC.

Grupo de trabalho/apoio do PAC-PME (100 integrantes): Entidades, Consultorias e Associações (45): ACG Brasil - Associação para o Crescimento Corporativo, ACSP - Associação Comercial de São Paulo, Alampyme-BR, ANCORD, ANEFAC, Anjos do Brasil, Araújo Fontes, ASTEPS, ATS Brasil (NYSE Technologies), Blog da Governança, Boa Vista Serviços, BRAiN, CIETEC, Codere Consultoria, Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), CRIABIZ, Direct Edge, ECR Consultoria, Empiricus Research, Endurance Capital Partners, EXAME PME, Faldini Corporate Governance, FC Partners, FecomercioSP, FIESP, Força Sindical, Fórum de Líderes Empresariais, Gradual, Grupo Attitude, IBEF-SP, Instituto Atlântico, Instituto da Economia Criativa, Jardim Botânico Investimentos, LEAD, Maxpress, Movimento Brasil Competitivo - MBC, Movimento Brasil Eficiente - MBE, MZ Consult, PBA Capital, Ricca & Associados Consultoria e Treinamento, Rio Negócios, SEI Consultoria, TGPowerhouse, TreeCorp Investimentos, e UGT - União Geral dos Trabalhadores. Escritórios de Advocacia (30): Albino Advogados, Azevedo Sette Advogados; Barbosa, Müssnich & Aragão; Campos Mello Advogados; Cots Advogados; Demarest e Almeida; Fernandes Figueiredo Advogados; Ferrari & Santos Advogados; Inácio Ferreira Advogados Associados; Lefosse Advogados; Machado Meyer; Marcos Martins Advogados; Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Quiroga; Motta, Fernandes Rocha; Murray Advogados; Mussi, Sandri & Pimenta Advogados; Negromonte & Prado Advogados; Peixoto e Cury Advogados; Perlman Vidigal Godoy Advogados; Pinheiro Neto Advogados; Salusse Marangoni Advogados; Santos Abreu & Britto Advogados; Souza, Cescon, Barrieu & Flesch; Stocche Forbes; Tauil & Chequer Advogados; Toron, Torihara e Szafir Advogados; TozziniFreire Advogados; Vaz, Barreto, Shingaki e Oioli Advogados; Wander Bastos & Advogados Associados; e Wongtschowski & Zanotta. Intermediários Financeiros (16): Banco Barclays, Banco Bradesco BBI, Banco BTG Pactual, Banco Credit Suisse, Banco do Brasil, Banco Fator, Banco Itaú BBA, Banco Modal, Banco Morgan Stanley, Banco Safra, Banco Santander, Banco Votorantim, Bank of America Merrill Lynch, Citi, Planner, e UBS. Auditores (9): BDO, Crowe Horwath Brasil, Deloitte Touche Tohmatsu, Ernst & Young Terco, Grant Thornton, KPMG, Mazars, Parker Randall Brasil, e PricewaterhouseCoopers.

FONTE PAC-PME

SOURCE PAC-PME



RELATED LINKS
http://www.pacpme.com.br

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.