Especialistas Mundiais em Hipertensão Lançam Recurso Online Inédito para Auxiliar Profissionais de Saúde no Tratamento da Forma Mais desafiadora da Hipertensão Recurso é endossado pela Sociedade Americana de Hipertensão e Sociedade Europeia de Hipertensão

ERLANGEN, Alemanha e BIRMINGHAM, Alabama, 22 de agosto de 2012 /PRNewswire/ --  O comitê diretor do Power Over Pressure anunciou hoje o lançamento do primeiro recurso online do mundo criado para auxiliar profissionais de saúde a melhorarem o diagnóstico e desenvolverem soluções  para a hipertensão resistente a tratamento, um urgente e crescente problema de saúde pública que afeta 120 milhões de pessoas em todo o mundo.[1],[2] Desenvolvido por especialistas mundiais em hipertensão e endossado pela Sociedade Americana de Hipertensão e Sociedade Europeia de Hipertensão, este recurso novo e gratuito está disponível em PowerOverPressure.com.  

"Apesar dos esforços concentrados e introdução de múltiplas novas terapias, o percentual de pacientes de hipertensão resistente a tratamento aumentou em 62% nos últimos 20 anos – tornando fundamental que médicos de todas as disciplinas que se importam com estes pacientes trabalhem em conjunto para melhorar os resultados dos pacientes", disse Suzanne Oparil, M.D., professora de medicina, fisiologia e biofísica, diretora do programa de hipertensão e biologia vascular na divisão da doença cardiovascular da Universidade do  Alabama, em Birmingham, Estados Unidos, e co-presidente do Comitê Diretor Power Over Pressure."PowerOverPressure.com foi criado para ser a locação digital única e abrangente para tudo relacionado à hipertensão resistente a tratamento, incluindo guias educativos, conjuntos de slides e outras valiosas ferramentas para auxiliar médicos a mais rapidamente identificarem pessoas com hipertensão resistente a tratamento e otimizarem seus planos de cuidados por meio de abordagens de tratamento atuais e em ascensão.

Pacientes com hipertensão resistente a tratamento, definida como pressão persistentemente alta, apesar do tratamento com três ou mais medicações anti-hipertensivas, possuem um risco três vezes maior de eventos cardiovasculares, comparados com indivíduos com pressão alta controlada.[3] Ela é geralmente causada por fatores múltiplos, incluindo estilo de vida e condições subjacentes, tornando seu controle complexo e potencialmente requisitando o envolvimento de especialistas em hipertensão.[4] Diagnosticar a hipertensão resistente a tratamento é um processo de eliminação, e diversos fatores devem ser considerados antes de classificar um paciente com hipertensão presumivelmente resistente como verdadeiramente resistente ao tratamento.

No PowerOverPressure.com, profissionais de saúde têm acesso a uma abordagem sistemática, passo a passo, para avaliar, diagnosticar e controlar a hipertensão resistente ao tratamento. Esta abordagem pode ser usada para ajudar a confirmar o diagnóstico da hipertensão resistente a tratamento, como também identificar áreas para otimização do tratamento da hipertensão. A abordagem foca em:

  • Confirmar a acuidade da medição da pressão sanguínea
  • Otimizar a farmacoterapia e aderência
  • Indicar as barreiras de estilo de vida para controle da pressão sanguínea
  • Considerar a busca de um especialista

Porque o controle de pacientes de hipertensão resistente a tratamento requer uma abordagem multidisciplinar, o recurso online foi criado para ajudar a estabelecer apoio comunitário entre médicos e pacientes, por meio de ferramentas aptas para download e materiais, incluindo:  

  • Uma cartilha que destaca tópicos educativos fundamentais sobre  hipertensão resistente ao tratamento, tais como magnitude do problema, diagnóstico, patofisiologia e abordagens de controle atuais e em curso  
  • Recursos educativos para incentivar compartilhamento de melhores prática entre pares

A hipertensão resistente a tratamento tem um significativo impacto emocional em pacientes e tem um profundo impacto em suas vidas cotidianas. Uma pequisa mundial recente com mais de 4.500 pacientes com hipertensão não controlada, conduzida por intermédio do programa  Power Over Pressure, achou alarmantes 65% de pessoas com hipertensão resistente ao tratamento relatando que a pressão sanguinea alta permanece sua mais séria preocupação de saúde. Oitenta por cento dos pacientes com hipertensão resistente a tratamento relataram que sua pressão alta havia tido um impacto negativo em seu estado de espírito geral e seis a cada dez pacientes (60%) admitiram estar muito preocupados quanto a sofrerem derrames como resultados de sua pressão alta.

"Enquanto alguns pacientes que sofrem de hipertensão presumidamente resistente a tratamento podem ter a pressão sanguinea controlada com um regime de medicação anti-hipertensiva, alguns casos particularmente dificeis de tratar podem permanecer sem controle, apesar de terapia medicamentosa máxima", disse Roland Schmieder, M.D., professor de medicina interna, nefrologia e hipertensão e diretor do centro de pesquisa clínica da hipertensão e medicina vascular no departamento de nefrologia e hipertensão do Hospital Universitário de Erlangen, na Alemanha, e co-presidente do Comitê Diretor do Power Over Pressure. "Pode ser uma condição extremamente frustrante e cara gerir tanto para médicos quanto pacientes. É nosso objetivo que o PowerOverPressure.com se torne um recurso de primeira linha no suporte das melhores práticas para aperfeiçoar a precisão do diagnóstico e ativamente tratar esta crescente população de pacientes de alto risco.

SOBRE POWER OVER PRESSURE

Desenvolvida por uma equipe de especialistas mundiais em hipertensão, Power Over Pressure é uma campanha mundial para avançar o diagnóstico  e o controle da hipertensão resistente a tratamento, uma doença debilitante e que ameaça a vida afetando cerca de 120 milhões de pessoas em todo o mundo.[1],[2] Power Over Pressure é endossada pela Sociedade Americana de Hipertensão e a Sociedade Europeia de Hipertensão. Para mais informações, por favor visite PowerOverPressure.com.  

Power Over Pressure é apoiada pela Medtronic, Inc., a líder global em tecnologia médica.

[1] Egan, Brent M., et al. "Uncontrolled and Apparent Treatment Resistant Hypertension in the United States, 1988-2008." Circulation 2011;124:1046-1058.

[2] Hypertension and cardiovascular disease. World Heart Federation. 2011. http://www.world-heart-federation.org/ cardiovascular-health/cardiovascular- disease-risk-factors/hypertension/. Accessed March 2, 2012.

[3] Doumas, Michael, et al. "Benefits from Treatment and Control of Patients with Resistant Hypertension." International Journal of Hypertension 2011 (2011) Article ID 318549, 8 pages, 2011. doi:10.4061/2011/318549.

[4] Calhoun, David, et al. Resistant Hypertension: Diagnosis, Evaluation, and Treatment : A Scientific Statement From the American Heart Association Professional Education Committee of the Council for High Blood Pressure Research. Circulation. 2008;117:e510-e526.

CONTATO:
Lee-Ann Murphy
Burson-Marsteller
+1-415-591-4097

FONTE  Power Over Pressure

FONTE Power Over Pressure

SOURCE Power Over Pressure



RELATED LINKS
http://www.PowerOverPressure.com

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.