PR Newswire: news distribution, targeting and monitoring
2014

Necessidade de uma maior diversidade do conselho é desafiada pela tendência a conselhos menores

- Novo relatório identifica os padrões globais e as tendências emergentes para conselhos eficazes

- Novo estudo importante na composição e cultura globais da diretoria investiga como as estruturas de administração estão mudando

- Em todo o mundo, os conselhos estão se tornando menores e, os conselhos menores tendem a oferecer um melhor desempenho do preço das ações

- Diversidade, no sentido mais amplo, é a chave para um conselho eficaz

- As empresas com uma maior proporção de administradores executivos em relação a administradores não executivos (ANEs) tendem a ter um melhor desempenho e os ANEs que vêm de um setor diferente ou que são CEOs em outros lugares também são cruciais para o bom desempenho

- A "primavera dos acionistas" é exagerada e o engajamento positivo entre acionistas e conselhos está mais evidente

Share with Twitter Share with LinkedIn
Translations:
Português

LONDRES, 23 de abril de 2013 /PRNewswire/ -- Uma transição para conselhos menores está tornando a diversidade da diretoria um objetivo cada vez mais desafiador, de acordo com um novo relatório importante divulgado hoje (segunda-feira, 22 de abril de 2013) pela empresa global de advocacia Eversheds. O estudo demonstra que, embora as empresas com conselhos menores tendam a oferecer um melhor desempenho do preço das ações, os presidentes e comissões de nomeação terão de equilibrar o tamanho com uma série de outros fatores importantes apresentados para demonstrar o melhor desempenho do preço das ações, como a nomeação de mais executivos de conselhos e o encorajamento de uma maior diversidade em seu sentido mais amplo.

O "Relatório de Conselho Eversheds: O Conselho Eficaz" é um estudo global que analisou a evolução do preço das ações de mais de 500 grandes empresas na Europa, EUA, Ásia-Pacífico, Oriente Médio e Brasil entre 2011 e 2012 para investigar as características das diretorias globais. O relatório também reflete entrevistas aprofundadas com 85 conselheiros seniores de todo o mundo. Ele acompanha o primeiro Relatório de Conselho Eversheds, publicado em 2011, o primeiro estudo a comparar a composição do conselho e o desempenho do preço da ação com a pesquisa retrocedendo a 2007.

O relatório destaca as tendências mundiais na composição do conselho ao longo dos últimos cinco anos, particularmente uma tendência a conselhos menores, com este desenvolvimento relacionado de forma consistente com o melhor desempenho do preço da ação da empresa em todas as regiões internacionais e setores da indústria. O estudo descobriu que os conselhos são agora 8% menores, em média, em comparação com cinco anos atrás, com a maior mudança ocorrendo ao longo dos últimos três anos, uma queda de 7% de 2009 a 2012. Esta diminuição no tamanho do conselho também teve o efeito de impor maiores exigências a cada ANE. Quase todos os diretores de conselho (93%) entrevistados para o relatório acreditam que um conselho eficaz deve ter menos de 12 membros.

O estudo descobriu que a diversidade é a chave para os conselhos de sucesso, com uma significativa maioria dos administradores (61%) acreditando que a diversidade no sentido mais amplo tem um impacto importante no desempenho do conselho. Isso inclui a diversidade de conjuntos de habilidades, expertise fora do setor, experiência internacional, idade e origem, bem como o sexo. Este foco na diversidade, quando combinado com a diminuição do tamanho do quadro, significa que as decisões sobre a composição do conselho estão se tornando um desafio crescente para os presidentes e comitês de nomeação.

O estudo também identificou que as empresas com um número maior de diretores executivos em seus conselhos tendem a ter um melhor desempenho do preço das ações, assim como as empresas com mais diretores no conselho com experiência de um setor industrial diferente. Não obstante a ligação entre a diversidade de experiência no setor e um melhor desempenho, a tendência tem sido a de recrutar ANEs com experiência no mesmo setor da indústria em todas as regiões, exceto Hong Kong. Isso apesar do fato de que a metade dos diretores entrevistados reconheceu que a diversidade de experiência no setor auxilia no desempenho e pode combater o "pensamento em grupo".

John Heaps, presidente da Eversheds, comenta:

"Desde que o primeiro Relatório de Conselho Eversheds foi publicado em 2011, aumentou a atenção da mídia e as condições econômicas desafiadoras fazem com que os conselhos estejam sujeitos a um maior escrutínio. Equilibrar decisões estratégicas de crescimento contra uma miríade de fatores de risco e uma regulamentação mais severa é o desafio para os conselhos em todo o mundo em 2013.

"Contra este pano de fundo, queríamos proporcionar uma visão mais aprofundada sobre o que torna um conselho eficaz. Nosso novo relatório analisa de perto a alteração na composição do conselho de administração, as características dos conselhos de empresas com melhores desempenhos, o engajamento dos acionistas e a gestão de risco. Acreditamos que as descobertas de nosso segundo Relatório de Conselho vai trazer uma contribuição valiosa para o debate sobre o que melhora a governança corporativa na diretoria.

"É encorajador que a nossa pesquisa revela que a diversidade é ainda uma prioridade fundamental, com diretores agora avançando o debate além do sexo para englobar também a diversidade de idade, setor e conjuntos de habilidades, bem como experiência internacional. No entanto, a tendência a conselhos menores significa que alcançar essa diversidade está se tornando um desafio cada vez maior."

A questão da diversidade de sexo na diretoria também foi investigada no estudo global e os resultados destacam que nos últimos cinco anos, houve um aumento de 50% no percentual de diretoras em conselhos em todas as regiões. Dito isto, este aumento é contra o contexto de uma base baixa e as nomeações de mulheres são principalmente de não executivas e não de natureza executiva. Os maiores aumentos foram na Europa (156%) e em Hong Kong (133%).

A chamada "primavera dos acionistas" tem gerado um grande interesse da mídia. No entanto, o estudo mostra que isto tem sido um pouco exagerado e a realidade é que não há evidências de envolvimento mais positivo entre acionistas e conselhos. Apenas 14 das 140 empresas analisadas receberam menos de 80% da aprovação dos acionistas para seus pacotes de remuneração dos executivos, com o percentual médio de aprovação dos acionistas ficando em 90%. A maioria dos diretores entrevistados reconheceram que o engajamento dos acionistas tem um impacto sobre a estratégia e remuneração do conselho e recomendou o envolvimento prévio em questões difíceis. Uma das razões citadas para esse alto nível de apoio dos acionistas foi o diálogo prévio proativo entre os diretores e acionistas.

Para solicitar uma cópia do "Relatório de Conselho Eversheds: O Conselho Eficaz", visite: http://bit.ly/YZtn6n.

Notas aos editores

Sobre o "Relatório de Conselho Eversheds: O Conselho Eficaz"

O primeiro Relatório de Conselho Eversheds foi publicado em 2011 e forneceu uma visão sobre a relação entre a composição do conselho e o desempenho do preço das ações de algumas das maiores empresas em todo o mundo, durante e após a crise financeira, abrangendo o período de 2007 a 2009.

Para o seu segundo estudo global sobre a composição dos conselhos, o "Relatório de Conselho Eversheds: O Conselho Eficaz", a Eversheds procura fornecer uma visão mais aprofundada sobre o que torna um conselho eficaz. O escritório de advocacia global tem atualizado e expandido a sua pesquisa empírica para realizar uma análise detalhada dos conselhos de administração das maiores empresas do Reino Unido, Europa Continental, EUA, Ásia-Pacífico, Oriente Médio e Brasil. O relatório também analisa dados de preços de ações e incorpora opiniões aprofundadas de mais de 100 conselheiros seniores de todo o mundo.

Sobre a Eversheds LLP

A Eversheds LLP e seus escritórios em todo o mundo contam com 4.500 pessoas que prestam serviço para a comunidade comercial e financeira dos setores privado e público. Estes serviços são acessados através de 43 escritórios internacionais em 26 jurisdições. A Eversheds combina o conhecimento do mercado local com o acesso às especialidades, recursos e capacidade internacional de uma das maiores firmas jurídicas do mundo.

http://www.eversheds.com/

FONTE   Eversheds

FONTE Eversheds

SOURCE Eversheds



RELATED LINKS
http://www.eversheds.com

Featured Video

Journalists and Bloggers

Visit PR Newswire for Journalists for releases, photos, ProfNet experts, and customized feeds just for Media.

View and download archived video content distributed by MultiVu on The Digital Center.

Share with Twitter Share with LinkedIn
 

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

 
 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

 
 

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.

 

Online Member Center

Not a Member?
Click Here to Join
Login
Search News Releases
Advanced Search
Search
  1. PR Newswire Services
  2. Knowledge Center
  3. Browse News Releases
  4. Contact PR Newswire
  5. Send a News Release