2014

Novo relatório destaca a crescente importância de reduzir os riscos no manejo da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) - Novo relatório de especialistas sobre DPOC foi lançado em uma conferência de imprensa na ERS 2012 -

VIENA, 2 de setembro de 2012 /PRNewswire/ -- A Takeda anunciou hoje o lançamento do novo relatório de especialistas sobre DPOC, apresentado na conferência de imprensa organizada da Takeda por ocasião do congresso anual da Sociedade Europeia de Doenças Respiratórias (ERS) que ocorrerá do dia 1o a 5 de setembro em Viena, Áustria.

Para visualizar o comunicado de imprensa multimídia, acesse:

http://www.multivu.com/mnr/56582-expert-report-on-copd-launch

O relatório, intitulado "A mudança de paradigma no manejo da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)", foi criado e desenvolvido pela Takeda Pharmaceuticals International GmbH e é uma compilação de artigos de opinião de um grupo que conta com os principais especialistas internacionais em doenças respiratórias, a Federação Europeia das Associações de Pacientes com Alergia e Doenças das Vias Respiratórias (EFA) e pacientes com DPOC, que oferece orientação e pesquisas atualizadas. O novo relatório de especialistas foi desenvolvido em resposta a uma mudança recente da ênfase do manejo da DPOC, que agora reconhece que o risco futuro tem a mesma importância que o tratamento da deficiência atual.[1] Os objetivos do tratamento agora dividem-se em dois grupos: redução de sintomas e redução de riscos.[1]

Ao falar no lançamento do novo relatório de especialistas, o Dr. Alan Kaplan, presidente do Grupo de Discussão de Interesse Especial em Medicina Respiratória do Colégio de Médicos de Família do Canadá, afirmou: "O manejo da DPOC estável, de acordo com a Iniciativa Global para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (GOLD), deveria basear-se em uma avaliação combinada do fardo dos sintomas e dos riscos futuros de progressão da doença. A importância da prevenção está bem estabelecida em várias outras doenças, inclusive em doenças cardiovasculares, e é essencial que reconheçamos e tenhamos isso como objetivo na DPOC. O novo relatório de especialistas tem como objetivo apoiar os profissionais da saúde em qualquer nível de cuidados respiratórios, incluindo clínicos gerais, enfermeiros e especialistas, proporcionando sugestões e orientação para ajudá-los a tomar decisões mais acertadas e a oferecer melhores cuidados e pareceres aos pacientes com DPOC para melhorar seus resultados".

A mudança de paradigma no manejo da DPOC é considerada no novo relatório de especialistas, além das razões pelas quais um maior foco nos riscos futuros é tão importante. Isso inclui uma análise de quais lições podem ser aprendidas da área cardiovascular com relação à implementação de uma análise de risco preventiva e personalizada como prática de rotina, a importância e o impacto de uma relação positiva entre o paciente e o médico no que diz respeito à manutenção da adesão às intervenções que oferecem benefícios em longo prazo em vez de imediatos, bem como foco nas intervenções farmacológicas e não farmacológicas disponíveis para apoiar essa mudança no manejo da DPOC.  

Embora ainda não haja dados que comprovem o efeito de intervenções terapêuticas diferentes nas categorias de pacientes conforme definido pelo novo algoritmo de avaliação da GOLD (A-D), o novo agente antiinflamatório, roflumilaste, demonstrou oferecer reduções significativas em pioras moderadas/graves quando adicionado a broncodilatadores em pacientes com bronquite crônica associada à DPOC, comprometimento grave da função pulmonar e histórico de pioras frequentes (GOLD categoria D).[2] O novo relatório de especialistas baseia-se em uma análise post-hoc apresentada na ERS 2012, que sugere que o roflumilaste reduz de maneira significativa as pioras quando adicionado ao tiotrópio em pacientes com sintomas de DPOC com comprometimento moderado a grave da função pulmonar e uma referência do mMRC de grau ≥2 (GOLD categoria B e D) em 45 por cento.[3]

A DPOC é uma importante causa de morte, doença e custos de cuidados com a saúde no mundo todo e afeta cerca de 210 milhões de pessoas, além de ser uma das principais causas de morbidade e mortalidade. Até 2030, a DPOC será a terceira maior causa de mortes no mundo.[4]

A redução do número de pioras sentidas pelos pacientes ainda é uma das principais necessidades não atendidas da DPOC e as estatísticas mostram que até metade das pioras não são relatadas pelos pacientes.[5] As pioras de DPOC são as determinantes mais importantes do estado de saúde em DPOC[5] e são alvos importantes para terapias tanto do ponto de vista de tratar o evento como a prevenção.

Notas aos editores:

Sobre a DPOC

Uma cópia do novo relatório de especialistas e informações adicionais sobre a DPOC estão disponíveis mediante solicitação.

Sobre os autores do novo relatório de especialistas sobre DPOC

O relatório de especialistas sobre DPOC reúne os principais interessados da área de cuidados respiratórios:

  • Dr. Ondrej Rybnicek, Federação Europeia das Associações de Pacientes com Alergia e Doenças das Vias Respiratórias (EFA)
  • Dr. Stephen Rennard, Professor de Medicina de Larson, Departamento de Medicina Interna, Centro Médico da Universidade de Nebraska, Omaha, Nebraska
  • Prof. Andrew McIvor, Professor de Medicina, Universidade McMaster, Canadá
  • Dr. Alan Kaplan, Presidente, Grupo de Discussão de Interesse Especial em Medicina Respiratória, Colégio de Médicos de Família do Canadá
  • Prof. Wisia Wedzicha, Professor de Medicina Respiratória, Centro de Medicina Respiratória, University College London
  • Prof. Robert Horne, Professor de Medicina Comportamental, Escola de Farmácia da UCL, Líder do Departamento de Práticas e Políticas e Diretor do Centro de Medicina Comportamental
  • Federação Europeia das Associações de Pacientes com Alergia e Doenças das Vias Respiratórias (EFA), uma rede europeia de organizações de pacientes com alergia, asma e DPOC. A EFA atende os interesses de pacientes ao oferecer informação, educação, contato com especialistas e apoio financeiro. http://www.efanet.org/  

Sobre o Roflumilaste

O roflumilaste é o primeiro tratamento antiinflamatório desenvolvido para ter como alvo a inflamação específica por DPOC com um novo modo de ação. Seu componente ativo, o roflumilaste, é um potente e seletivo inibidor da enzima PDE4.[6]

Quatro grandes ensaios aleatórios com placebo mostraram que o roflumilaste reduz de maneira significativa as pioras e melhora a função pulmonar quando adicionado a broncodilatadores de ação prolongada.[7,8,9]

O roflumilaste é indicado nos EUA para o tratamento de manutenção de DPOC grave (FEV1 pós-broncodilatador menor que 50% previsto) associado à bronquite crônica em pacientes adultos com histórico de pioras frequentes como um adicional ao tratamento com broncodilatadores.[10]

Ensaios clínicos de DPOC envolveram mais de 12.000 pacientes. O roflumilaste foi geralmente bem tolerado. As reações adversas mais comumente relatadas foram diarreia (5,9%), perda de peso (3,4%), náusea (2,9%), dor abdominal (1,9%) e dor de cabeça (1,7%). A maioria dessas reações adversas foram leves ou moderadas. Essas reações adversas ocorreram principalmente nas primeiras semanas de terapia e a maioria desapareceu com o tratamento contínuo.[10]

Sobre a Takeda Pharmaceuticals International GmbH

A Takeda Pharmaceuticals International GmbH possui sede em Zurique e é uma subsidiária integral da Takeda Pharmaceutical Company Limited localizada em Osaka, no Japão. A Takeda é uma empresa internacional que se baseia em pesquisas, cujo foco principal são produtos farmacêuticos. Como a maior empresa farmacêutica do Japão e um dos líderes mundiais no setor, a Takeda tem o compromisso de desenvolver esforços para melhorar a saúde dos pacientes em todo o mundo através de inovações líderes em medicina. Mais informações sobre a Takeda estão disponíveis no seu website corporativo em http://www.takeda.com.

Referências

  1. Global Strategy for the Diagnosis, Management and Prevention of COPD, Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease (GOLD) 2011. http://www.goldcopd.org (acessado em julho de 2012).
  2. Bateman ED, Rabe KF, Calverley PM, et al. Roflumilast with long-acting beta 2-agonists for COPD: influence of exacerbation history, Eur Respir J 2011;38:553-560.
  3. Fabbri LM, et al. Effects of roflumilast in highly symptomatic COPD patients [abstract]. In: European Respiratory Society's 22nd Annual Congress; 2012 Sept 1-5; Vienna, Austria: ERS; 2012. Abstract P742.
  4. World Health Organization. COPD. Fact Sheet No 315. 2008. http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs315/en/index.html (acessado em junho de 2012)
  5. Seemungal TAR, Donaldson GC, Paul EA,Bestall JC, Jeffries DJ, Wedzicha JA. Effect of exacerbation on quality of life in patients with chronic obstructive pulmonary disease. Am J Respir Crit Care Med 1998;157:1418-1422
  6. Hatzelmann A, et al. The preclinical pharmacology of roflumilast - a selective, oral phosphodiesterase 4 inhibitor in development for chronic obstructive pulmonary disease, Pulm Pharm Ther 2010;23:235-256.
  7. Calverley PMA, et al. Roflumilast in symptomatic chronic obstructive pulmonary disease: two randomised clinical trials. Lancet 2009; 374: 685-94.
  8. Fabbri LM, et al. Roflumilast in moderate-to-severe chronic obstructive pulmonary disease treated with long-acting bronchodilators: two randomised clinical trials. Lancet 2009;374:695-703.
  9. Rabe KF. Update on roflumilast, a phosphodiesterase 4 inhibitor for the treatment of chronic obstructive pulmonary disease. Br J Pharm 2011;163:53-67.
  10. EU Summary of Product Characteristics, Daxas®, May 2011 (disponível em http://www.ema.europa.eu)

Este comunicado de imprensa foi emitido pela Takeda Pharmaceuticals International GmbH, Thurgauerstrasse 130, CH-8152 Glattpark-Opfikon (Zurique), Suíça

FONTE Takeda Pharmaceuticals International GmbH

FONTE Takeda Pharmaceuticals International GmbH

SOURCE Takeda Pharmaceuticals International GmbH



RELATED LINKS
http://www.multivu.com/mnr/56582-expert-report-on-copd-launch
http://www.takeda.com.

Custom Packages

Browse our custom packages or build your own to meet your unique communications needs.

Start today.

 

PR Newswire Membership

Fill out a PR Newswire membership form or contact us at (888) 776-0942.

Learn about PR Newswire services

Request more information about PR Newswire products and services or call us at (888) 776-0942.